História Aprendendo a Lição - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts
Exibições 14
Palavras 1.663
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lírica

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Eu preciso de você!


                                     Ouço um barulho vindo da minha janela....

Me inclino olhando para a janela, alguém estava atirando pedrinhas no vidro da mesma, deve ser aqueles moleques chatos da vizinhança outra vez... Volto a me deitar.

Aquele barulho chato continua...

 

-Aiiissshhhh!

 

Me levanto furiosa indo até a janela preparando a voz para dar uma bronca em alguém, olho para baixo e vejo um homem, com jaqueta e touca, o rosto não dava para identificar por causa das gotas de água que ainda estavam no vidro devido à chuva que acabara de cair... levanto o vidro e olho para baixo surpresa.

 

-Taeeee?????

 

-Posso falar com você? é importante!

 

-Você sabe que horas são agora?? já passa da 1:00 da madrugada!

 

-Eu sei! Mas eu tive que vir!

 

-Tá bom, estou descendo!

 

Desci as escadas e fui até a porta, abri com os olhos fechados pois estava caindo de sono...

 

-Entre! Mas seja rápido!

 

Taehyung entra calado, retira sua jaqueta e sua touca e se senta no sofá.

 

-(S/n)... Eu... eu queria perguntar uma coisa!

 

-Então pergunte!

 

Digo sentada ao lado dele no sofá.

 

-Sabe que eu acompanhei o seu relacionamento com o J-Hope do começo, e eu sei como vocês se amam, eu sei que HoSeok as vezes exagera em questão de ciúmes, mas vocês sempre faziam as pazes!

 

-Tae, tudo tem um limite! Ele não deixava eu nem sair com meus amigos! E agora eu não posso trazer nenhum homem aqui em casa que ele pensa que eu estou traindo ele? Até meu próprio irmão? Que ainda é noivo! hahaha CHEGA!

 

-Eu entendo... Mas conversa com ele! Ele está perdendo o sentido das coisas, ele não desgruda do celular esperando uma ligação sua, não para de visualizar suas fotos, as vezes ele até chora e bate no chão de tanta raiva...

 

-Eu não tenho dó! Só assim para ele aprender! Ele vai pagar por tudo que me fez passar!

 

-Eu e os outros membros achamos que ele não vai aguentar viver dessa maneira, nunca vimos nada parecido!

 

-Por enquanto ele vai ter que aguentar! Enquanto ele não mudar, não vou voltar com ele!

 

Tae se levanta do sofá e pega sua touca caminhando devagar até a porta, abre e se vira para mim...

 

-Você ainda ama ele?

 

-Mais do que ele imagina!

 

Vejo o olhar de satisfeito dele e seu sorrido de canto, Tae vai embora e eu volto para cama.

No outro dia, acordo com o despertador marcando 7:30 da manhã, me levanto e tomo um banho, me visto com um sobretudo azul pois estava um tempo frio e nublado, faço um coque no cabelo deixando alguns fios soltos, ponho meu relógio e sinto falta de algum acessório... Eu não estava mais com o anel, me senti estranha pois nunca havia o tirado do dedo, eu amava tanto aquele anel, assim como eu amava (e ainda amo) a pessoa que me deu.

Pego minha bolsa e vou até o aeroporto me encontrar com meu irmão, no caminho vejo 6 mensagens na caixa postal, eram de HoSeok, dizendo que não consegue nem dormir pensando em mim e que me quer de volta de qualquer jeito só que uma mensagem me tocou no peito estava escrito...

“Você não sabe o quanto eu preciso de você! Estou começando a ficar louco sem ti! Minha vida se desmoronou ao ouvir suas palavras dizendo que me odeia... Mas se você voltar para mim, eu vou te fazer mais feliz do que antes!”

Eu não me sinto bem vendo ele passar por isso... Mas esse é o único jeito!...

Já no aeroporto, procuro por meu irmão, até que eu o encontro em uma cafeteria.

 

-Yaah! Gabriel!

 

-(s/n)!!

 

Ele sorri feliz em me ver novamente, eu o abraço e me sento na mesa de frente para ele, converso um pouco com ele sobre seus planos para o casamento...

 

-Vou pegar um café para mim!

 

Digo me levantando da mesa indo até a bancada...

 

**************************************

 

(s/irmão narração)

 

Assim que ela se levanta, ouço o celular dela tocar, eu decido atender...

 

"-Alô?"

 

"-Quem está falando?"

 

"-É o irmão da (S/n)!"

 

"-Quero conversar com ela!"

 

"-Ela está ocupada agora!"

 

"-Ela está em casa?"

 

"-Não! estamos no aeroporto!"

 

(Ligação off)

 

Ele desligou do nada? Que cara estranho! Quem será?... (s/n) se aproxima com sua xícara de café na mão...

 

**************************************

(s/n narração)

 

Me sento na mesa bebendo um gole do meu café, vejo que Gabriel está com meu celular na mão...

 

-O que foi?

 

-Um cara acabou de ligar para você!

 

-Deixa eu ver...

 

-Ele nem se identificou!

 

-ERA J-HOPE!! MEU NAMORADO... quer dizer... ex.

 

-Como assim ex?

 

-Eu terminei com ele ontem!

 

-Pôr?

 

-Porque ele era muito ciumento!

 

-Mas isso pode se consertar!

 

-Vai demorar um pouquinho para isso acontecer!

 

-Eu aconselho que você converse melhor com ele!

 

-Quem sabe...

 

(Atenção senhores passageiros do voo destino à Brasil...)

 

-Acho que é o seu!

 

-É,... bom nos vemos daqui a três semanas!

 

-Sim, dia 17 eu viajo para o Brasil!

 

-Vou sentir sua falta!

 

-Eu já estou sentindo!

 

Eu e Gabriel nos abraçamos e fico olhando ele embarcar...

Horas depois vou para o shopping passar a tarde...

(2 dias depois...)

 

Está um dia chuvoso e frio, eu estou em minha casa no sofá debaixo das cobertas assistindo um programa de culinária, não estava dando muita importância, meus pensamentos ainda focavam no fato de HoSeok não ter ligado mais ou ter dado sinal de vida... eu queria ligar para ele, uma mensagem talvez... Não! Não posso... AISH, estou começando a ficar preocupada...

Me levanto e vou para a cozinha preparar um chocolate quente, enquanto o leite está esquentando, procuro por meu celular para ver se tinha alguma mensagem ou ligação de J-Hope,... Nada, não tem nada, coloco o número dele com a intensão de ligar, mas, será que ele já me esqueceu? Será que ele desistiu de mim? Que estranho...

O leite ferve e eu coloco o chocolate em pó, do nada o telefone toca, eu largo a colher e pego o celular imediatamente, era Tae, o que ele quer?

 

“-Alô?”

 

“-(s/n) onde você está?

 

“-Em casa! Por quê?”

 

“-Você não deixou Seul?”

 

“-Não! De onde você tirou isso?”

 

“-Antes de ontem, HoSeok me disse que você foi viajar para tentar se afastar dele!”

 

“-isso é uma mentira!”

 

“-Fique aí! Estou indo conversar com você!”

 

“-Ok”

 

(ligação off)

 

Minutos depois Taehyung chega com Yoongi, eles parecem preocupados, tristes, estranhos tem algo de errado entre eles... Eu os convido para se sentar no sofá.

 

-Podem dizer!

 

-(s/n),... nós... a gente veio aqui, para... para tentar convencer você!

 

-Como assim?

 

-J-Hope anda muito estranho,... Ele não para de ensaiar, não se alimenta direito, vive chorando e com raiva, quase quebrou o espelho da sala de ensaio, não quer conversar com ninguém, não quer sair. Tivemos que cancelar alguns shows por conta disso!

 

-Me fere muito ouvir isso!

 

-Ele disse que você tirou o céu dele, e o transformou em inferno. Estamos preocupados com ele, e com a saúde dele...

 

Fiquei quieta refletindo as palavras de Yoonji e de Taehyung... Até que Yoonji se levanta e começa a andar e círculos na minha frente. Tae se encontra pensativo e olhando para baixo, parecia que eles esperavam alguma resposta. Então falei em um tom claro e objetivo.

 

-Eu quero ver ele!

 

Os dois sorriram satisfeitos.

Eu me levantei e fui me trocar, coloquei aquele perfume que HoSeok amava, e fui até o prédio da BigHit com Tae e Yoonji, chegando lá subimos até o andar da sala de ensaio onde J-Hope provavelmente estava.

Yoonji vai na minha frente e bate na porta, ninguém responde, ouço o som da música Let Me Know, Yoonji abre a porta lentamente e me olhando dando sinal para que eu entre. HoSeok se encontrava sentado no chão da sala de frente para o espelho com a cabeça encostada nos joelhos que estavam envolvidos por seus braços. Eu peço para que Yoonji se retire nos deixando a sós. J-Hope não percebe minha presença, ando até a caixa de som desligando a mesma, ele levanta a cabeça e me olha pelo o espelho, se levantando rapidamente ao perceber que era eu.

 

-(s/n)?...

 

Ele diz caminhando até mim.

 

-Me perdoa! Eu preciso de você!

 

Ele se ajoelha na minha frente agarrando minhas pernas, aquilo me comove, ele parecia acabado, fraco, não tinha forças ne para citar palavras de perdão.

Eu seguro seus cabelos macios porém suados, fazendo ele se levantar.

 

-Levante HoSeok!

 

Ele me obedece logo chorando e dizendo...

 

-Eu sei que você me odeia, e que não vai ouvir nada do que eu estou dizendo mas...

 

Calei a boca dele com minha mão, fazendo ele respirar pelo nariz, ele tinha que se acalmar.

 

-Você fala muita besteira!

 

Digo retirando a minha mão de sua boca molhada por causa do choro. Seus olhos me olhavam tristes e confusos, eu estava séria e digamos que um pouco fria. Estamos frente a frente, um silêncio toma conta da sala, nossos olhares se fixam, minha vontade era de beijar ele, minha mão esquerda não largou em nenhum minuto de seus cabelos, aquele era o momento, o momento de matar a saudade que um sentia do outro, com um impulso, eu o beijei... O beijei intensamente, como jamais o beijei antes, fiz com que ele gastasse todas as suas forças e todo o ar em seu pulmão com o meu beijo, seus braços me abraçavam fortemente, pude sentir apenas as pontas de meus pés no chão, como ele fez isso? Onde surgiu tanta força?... Separamos o beijo por falta de ar, seus olhos agora estavam brilhando, um sorriso toma conta de sua face vermelha, sua expressão me fez sorrir também.

 

-Eu te amo!

 

Ele disse me abraçando novamente, mas agora sua cabeça estava encaixada em meu pescoço, ele não queria me soltar, e nem eu, fiz um carinho em seu cabelo logo dizendo:

 

-Eu vou perdoar você! Mas não haverá outra chance! Agora vem comigo, você necessita de cuidados, e de amor!


Notas Finais


Ai q fofo! gostaram do cap?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...