História Aprisionada: Temp. 1 - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Ação, Camila Cabello, Camren, Corrida, Corrupção, Drama, Drift, Fifth Harmony, Gangues, Lauren Jauregui, Lésbico, Orange, Policial, Yuri
Exibições 70
Palavras 825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Orange, Policial, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - Capítulo 25 - Me sinta.


Lauren olhou seus olhos esverdeadíssimos no espelho. A caixa com as jóias estavam na sua mão, mas ela sentiu um bloqueio que a impedia de abri-las.

- Vai Lolo. A hora é agora. – e suspirou

Lauren abriu a caixinha, mas sua mão tremia tanto.

E olhou no espelho, Camila a esperava atrás de si.

- Lolo?

Camila tinha todo o medo do mundo, tanto quanto Lauren quando viu a caixinha.

- E-eu eu não. Enfim,eunãoseioquedizerCamz,masesperoquevocê

- Eu aceito. – e beijou seus lábios. – Seja lá o que for.

- Você não sabe o que eu vou te pedir, ora.

- Eu sou sua, você não precisa me pedir nada.

As borboletas se reviraram em seu estômago e seus olhos arderam e Lauren lhe mostrou a caixinha.

- Céus! É lindo! – Camz levou as mãos à boca, e lágrimas caíram

- Camila, eu –eeu – suspiro – Camila, você aceita continuar comigo, mesmo quando tudo isso acabar?

- Eu aceito, Lauren.

Camila se apoiou na bancada, enquando Lauren colocava o pingente de Lua em seu pescoço.

Engraçado que seus seios cor de chocolate combinavam com aquele tom de prata. Lauren deu um sorrisinho de satisfação quando ela passou os dedos pela jóia, maravilhada.

- É lindo, Lauren! Eu realmente amei!

Camz pegou o pingente de Sol e colocaria no pescoço de Lauren, mas Lolo preferiu fazer as duas voltas, e firmar em pulseira, na sua mão esquerda.

- E eles se encaixam. – Camila percebeu – Como nós.

- É. É.

- Você na hora de transar no carro tinha toda a confiança do mundo, mas com a jóia na mão, emudeceu.

Lauren somente concordou com a cabeça e Camila a puxou pela mão de volta para o quarto.

- Você ficou semanas olhando minhas fichas e minha história, mas não me conhece.

- Como assim?

- Quero que você me sinta. – Camila deu duas palmas e o rádio ligou

O som de Mind de Skrillex e Diplo preencheu o ambiente de uma meneira agradável e romântica. Camila a sentou na cama e foi até o centro do quarto, iniciando uma dança que parecia ser feita para a música.

- Me veja agora, Lolo

Lauren ficou como se transformada em pedra.

O tempo passou mais lento. Nunca havia sentido algo tão sensual na vida. Camila sobe e desce, deixando os braços soltos, os pés batendo num ritmo erótico e lento, o bumbum arredondado acompanhando a batida da música.

As gotas de água do seu cabelo molhado escorrendo pelas suas costas, abdome, seios Está claro, pelo modo como ele estão duros que ela está totalmente excitada.

- Está pronta?

Sem entender a pergunta e ao mesmo tempo tentada, Lauren fez que sim e Camila se aproximou, ainda dançando

- Eu sou tua. Me toma como quiser.

A música relaxante, a dança, os seios, os cabelos, tudo é um convite para a perdição.

Lauren não soube entrar no jogo, ora preocupada, ora, tímida, ora excitada.

- Eu não quero que você tente me seduzir, Lolo. Só me sinta.

A mão da policial desliza para cima, segurando em concha aqueles seios, e o peso enche sua mão como uma fruta madura.

- Isso, Lolo. Sentir. Sinta. – e Camila se aproximou mais

Era muito mais macio do que ela havia sentido, e a pele é finamente resistene e arrepiada. Incrível como eles correspondiam ao toque, ficando sensíveis e eriçados.

Camila era o resumo da perfeição. Lauren enroscou seus dedos nos cabelos molhados, enquando Camz dançava como uma naja em seus quadris, roçando levemente.

Ela se inclinou como uma gata que ronrona, sentindo os dedos fazer um carinho sob as orelhas, Lauren entendeu que os cabelos são no fundo cacheados, mas pelo peso eles dão um aspecto mais liso, e os fios são como seda.

Olhando para sua coxa, ela desceu os dedos pelos quadris, sentindo um arrepio por toda a pele da latina.

Como nunca havia percebido tudo isso antes?

Suas coxas eram levemente musculosas, não tão grossas, mas eram firmes, e sem pêlos. Assim como sua voz, tudo em Camila era fino e delicado, mas resistente. A voz, os desenhos do rosto, o contorno dos olhos, absolutamente tudo.

Ela tinha todas as cores do mundo naquela pele dourada e agora Lauren enxergava isso. Por baixo do tesão e do sexy, tinha uma ninfa virgem digna de poesias.

- Agora você me vê, Lolo? 

Lauren confirmou com um gemido, e terminou a trilha com os dedos sob o seu coração. Ele era pequeno e com batidas regulares, mas era vivo e tão perfeito quanto o restante da obra.

- Então me prove, Lauren.

Jauregui tocou os seios com luxúria, recompensada com a sensação do mamilo tornando-se duro contra a palma de sua mão. Ela faz um pequeno sorriso de satisfação.
- Não esqueça do outro, policial.

- Temos todo o tempo do mundo. – Lauren olhou para o sol que nascia lentamente. – Hoje e sempre, meu sol.

- Hoje e sempre, minha lua. – disse  a beijou 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...