História Aquapark - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aquapark, Drama, Lemon, Romance, Shoujo, Yaoi, Yuri
Visualizações 16
Palavras 1.668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Voltei pessoas
Nos proximos capitulos eu vou apresentar os personagens ok
Boa leitura espero que gostem
P.S a imagem não tem muita coisa a haver com o capitulo mas eu gostei dela e ela encaixa um pouquinho no final

Capítulo 2 - Aquapark 2


Fanfic / Fanfiction Aquapark - Capítulo 2 - Aquapark 2

E lá eatava eu na minha mantinha a pensar no boy gato eu quero saber mais sobre ele conhece-lo mas como eu sou muito burro esqueci de perguntar o nome dele.

-UNO-gritou alice os meus amigos pelo menos não me deixaram aqui sozinho e ficaram comigo enquanto estas duas horas passam.

- Alex. Alex? Terra chama Alex. - dizia alguém mas eu estava demasiado ocupado enquanto pensaca em cero alguém. 

-ALEX SEU VIADO VOLTA PARA A TERRA- Vicente gritou bem na minha orelha

-QUE PORRA.  PARA DE GRITAR Que Eu Não Sou Surdo-gritei de volta.

-Não parecia isso a alguns segundos atraz.-disse Stephanie 

-Parem de gritar meus filhinhos tudo se resolve com calma e paciência-disse Vitor

-É que ele estava a pensar naquele boy gato que comia-o com os olhos- Debochou Stela.  Encarei-a sério

-E se eu estivesse qual seria o problema?-perguntei 

-Uuiiiii isso vai dar muita treta- falaram todos em unissimo ao olhar atraz de mim. Virei-me e vi o boy gato passar. Nossa que burro eu sou escondi rápido meu rosto sorte que ele nem se aproximou.

- Pessoal vamos comer ja é meio dia e eu estou quase a morrer de fome -disse James.

- Eu também estou vamos comer alguma coisa e depois acho aue ja podemos ir para as atracção de diversão. - disse alice

-Então do que estão a espera vakos logo- falei , arrumamos nossos bens preciosos e fomos almoçar.  Lá falamos nos divertimos e quando acabamos de comer fomos para as diversões o primeiro foi montanha russa onde demorou algum tempo para entrar mas entramos. La foi muito divertido e refrescante sem falar de que eu podia apreciar varios boys sem camisa.

O seguinte foram as bóias onde demorou um pouco mais para entrarmos. Inacreditávelmente a fila era maior do que na montanha russa mas por mim tudo ok, enquanto a fila andava pelas escadas eu nao tinha reparado no degrau eepor isso eu cai. Todos os meus amigos estavam a minha fente nenhum atraz para me segurar.

Senti braço fortes e quentes me segurarem eu conhecia-os mesmo que nao muito bem eu conhecia eles .

-Parece que o destino quere que eu seja o teu príncipe. - ele riu

-E não só o destino- falei baixo.- obrigado por me salvares outra vez-disse em bom som

-Não foi nada . Mas e o teu pé como ele está?  -perguntou 

- Por tua causa muito melhor ja que se n fosses tu acho que nao oria se curar tão rapido. Obrigado- sorri para ele

Ele me largou e durante a dila trocamos maos algumas palavras, não muitas. Até chegar a minha vez de ir na atracção e ter que me despedir do boy gato. 

-Que coisa mais divertida-gritava eu pelos túneis. - UUHHUU- Num piscar de olhos eu ja estava llá embaixo. Mas valia a pena era tão divertido. 

O dia todo foi assim mas não me encontrei mais nenhuma vez com o boy gato o que me deixou triate no final do dia ja estavamos prontos para ir para casa. So faltava eu que mais uma vez estava na casa de banho a lavar as minhas mãos depois de fazer as minhas necessidades.  Até que ele sai de uma das cabines. A primeira coisa que faço foi olhar para ele que fez o mesmo.

-Hoje já é a terceira vez que nos encontramos, acho que o destino quere mesmo que nós nos conheçamos. - ele falava enquanto lavava as mãos

-É - foi a única coisa que saiu da minha boca.

Eu ja estava pronto para sair quando derrepente sinto alguém me empirrar contra a parede e prender as minhas mãos acima da minha cabeça.  Decido abrirnos olhos e vejo o boy gato fazer isso. 

-HEI Não para o que estás a fazer- ele mirava me com olhos desejados e eu provavelmente também. 

-Eu Eu gosto de ti ok. Desde a primeira vez que eu te vi eu apaixonei-me de novo - ele abaixou a cabeça.

Aproveitei o momento e soltei as minhas mãos e antes que ele pudesse prendelas de novo eu beijei-o.

Foi um beijo calmo em que nos dois pudéssemos desfrutar da sensação. 

Eu saio de seus braços e paro p beijo quando ja estava na saida eu olho para ele e digo: 

- O meu nome é Alex.-e saí do banheiro. Deixando-o sozinho lá. 

Eu sorria que nem um idiota pelo menos agora ele sabe o meu nome mas em nenhum momento ele sequer se deu ao trabalho de me dizer o dele, bem qque a sorte esteja comigo e nós nos voltemos a ver.

-Finalmente senhor viado até que em fim. Porra tu demora demasiado no banheiro o que merda é que tu anda a fazer lá? - perguntou Vicente. 

- Nada que seja do teu interesse - falei claro e simples.

- Ele anda aos pegas com pessoas gostosas do banheiro. -disse Stela meio em risos.

-HAHAHAHA  só por causa que sou gay não vou pegar qualquer um que me apareça à frente.- falei 

-Mas tu pegou eu. E eu vou te pegar a ti.- disse aquela voz familiar.  Droga ele aparece sempre nas horas erradas.

Sem reparar ele ja havia começado um beijo , desta vez nao foi calmo. Foi veloz com desejo muito desejo. Ele separa oa nossos lábio e a primeira coisa que faço é olhar para a Stela que tirava várias fotos.

- Foi um prazer te conhecer pequeno Alex, talvez nos voltaremos a cer tudo depende do destino.- e o boy gato saiu caminhando sem dizer mais nada.

-Eu não disse que ele anda a fazer coisas estranhas no banheiro!- falou Vicente. 

Fiquei o caminho todo a pensar nele. Ele era tao bonito seus olhos tao verdes seus lábios tão rosados sua pele tao mole seus músculos tão lindos, não eram exagerados mas dava para se notarem.  Ele era perfeito. 

-Chegamos em casa cada um foi oara os seus qquartos e eu como não sou diferente também fui.Deixei minha mochila ao lado da cama e fui tomar um dusce rapido.  Em meio ao dusce ele apareceu na minha cabeça e eu fiquei duro.

- Ahhhh, Ohhh, -soltei enquanto me masturbava- AAAAAAA- gemi quando cheguei ao ápice.

Sai do banho com uma toalha na minha cintura e fui vestir um boxer.Desfiz as minhas malas e fui me deitar já que amanhã ia ser dia de aulas.

Normalmente eu não custumo jantar o que é um dos motivos para eu ser tão magro então ninguém se preocupa em me chamar para jantar.

Eu quero me reencontrar com ele. O boy gato eé tao lindo e o apelido que eu pus nele encaixava perfeitamente e com o pensamento focado nele eu adormeci. 

-ACORDEM QUE HOJE É DIA DE AULA NÃO QUEREMOS CHEGAR ATRAZADOS- gritava Vitor da cozinha.

Toda a manhã era a mesma coisa. Vitor acordava todos na gritaria mas com o pequeno almoço já feito.Todos vestiamo-nos e faziamos nossa higiene matinal . Ja que quem fosse o primeiro a entrar na cozinha recebia o melhor prato e o último claro que ficava com o pior. Como eu nao era de comer mmuito não me importava de ficar com o melhor ou o pior mas não posso dizer o mesmo de todos os outros. 

-Cheguei- disse eu enquanto ia me sentar . Hoje eu estava dfeliz não sei o porquê mas eu sinto que hoje será o meu dia.

-Não quem és tu? Tu não és o Alex que nós conhecemos. - falou alice 

-Qual é? Cparo que sou eu-disse feliz.

-Não és nada o Alex que nós conhecemos ia estar neste exato momento calado e com cara mal humorada e não todo feliz da vida como tu- disse James

-Mas eu hoje sinto que vai ser o meu dia . Que muita coisa feliz vai acontecer comigo hoje. -sentei-me na cadeira e comecei a comer.

Sentia todos fuzilarem-me com o olhar mas não dei muita atenção. Comi em paz e depois esperamos todos o autocarro para a escola.

Ela não era muito longe mas se fossemos a pé ia demorar uns 30 minutos logo iamos de autocarro mesmo.

-Alex estás bem?  Não tens febre nem nada disso? - perguntou Léo. 

-Eu estou bem só mais feliz do que o nornal.- sorri para ele 

-Ok- disse simples e foi embora

O caminho bem foi tão agitado mas ainda dava para saber que nos estávamos no autocarro ja que eramos so nós que nos ouvíamos  

Chegamos na escola e varias pessoas olhavam para mim com cara fechada só por causa de eu ser gay mas não ligava muito ja que eu tinha os meus camaradas que nunca me deixavam.

- Vamos temos que nos despachar a primeira aula vai começar em- stephanie olhou oara o relógio e voltou a falar- em 40 segundos.  Nao quero nem imaginar o que vai acontecer se a professora Lília chegar antes de nós. 

Ninguém queria imaginar pois aquela professora era do mal. 

Fomos a correr para a sala como se nossas vidas dependessem disso e realmente dependiam

A nossa sorte foi que a professora estava atrasada. 

Sentamo-nos nos nossos lugares que eram todos separados pois uma vez a professora Lília apanhou-nos a conversar e apartir daquele momento nunca maus ficamos juntos.

Eu estava sentado no fundo a apreciar o mundo lá fora por que ter que prestar atenção a aula era bem pior.

A professora entra começa a falar as coisinhas dela até que começa a anunciar que temos um aluno transeferido.

- Ora turma hoje temos um aluno novo transferido de Espanha o nome dele é Rafael. Rafael podes entrar e apresentar-te a turma. 

Olhei para a porta e o boy gato apareceu. Ele entrou e ficou um tempo a analisar os nossos rosto até que ele me viu . Ele abriu a boca e a unica coisa que saiu dela foi:

- Ah Alex - e deu um sorriso meio safado meio maroto.

- Boy gato- disse ao alevantar.

- Boy gato então esse é o meu apelido? É um praser ladie ratinha.- e sorriu . Porra por que eu não consigo fechar a minha boca. Olhei para os meus amigos que olhavam-me com cara de: " O lobo mau vai comer o ccordeirinho inocente"

É eu estava por minha conta agora.


Notas Finais


E então gostaram???
Os próximos capitulos seram mais curtos por que irei apresentar os personagens ok
Sim eu amo muito o nome Rafael nao me julguem
Por favor comentem a vossa opinião críticas sao bem vindas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...