História Aquela assistente - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Park Jimin
Visualizações 30
Palavras 1.791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi... eu espero que gostem eu não fiz a visão so TaeTae e da Iris mais emse vocês quiserem eu posso trazer no próximo capítulo comenta ai e me diz se quer ou não, vamos para de enrola e vamos para o que interessa

Capítulo 26 - Fiquei de vela- dia 3-4


Fanfic / Fanfiction Aquela assistente - Capítulo 26 - Fiquei de vela- dia 3-4

Rebeca- tudo bem deu para dormi foi so uma vez.

Eu- mesmo assim me desculpa.

Rebeca- tudo bem.

Continuamos conversando até que sinto algo gelado me pegar no colo.

Eu- Jimin!!! Pra onde ta me levando- olhei para a frente e percebi que ele estava me levando pra água- não... não... não...

Jimin- vai ser legal- ele me joga na água ainda no raso.

Eu- Jimin agora eu to toda molhada affs- encaro ele seria.

Jimin- aproveita a viagem pode ser a última.

Iris- é amiga ele tem razão, entrei so para não correr o risco de ser jogada aqui também.

Rebeca- não Suga eu não quero- ele pega ela na marra- não Suga!!!- ela fala rindo- não amor a água ta fria, Suga!!!!

Suga- calma Re eu to aqui.

Carol- vamos Ana?

Ana- vamos- elas saíram correndo.

Roberta- pode deixar que eu vou por vontade própria.

Acabou que todo mundo entrou na água até a Manuella, ficamos brincando com a água foi divertido confeso. Lá para as 16:40 da tarde entramos eu estava morta então fui diretamente para quarto, liguei a banheira e e esperei a mesma encher. Assim que terminou de encher eu tirei minhas roupas molhadas e coloquei em um cesto de roupas suja, logo entrei na banheira.

Eu- la...la...la...- eu estava cantarolando a pansando o sabonete na minha perna quando o Jimin entrou- Jimin seja mais educado da proxim vez.

Jimin- não sei porque ser tão formal já vi você nua mesmo.

Eu- não enteresa Jimin existe uma coisa uma chama privasidade e eu preciso disso as vezes.

Jimin- é mesmo?- ele me encara e ele já estava so de sunga.

Eu- é oppa estamos namorando mais não é sempre que você tem que me vê pelada.

Jimin- é mesmo?- ele tira sua sunga fazendo seu membro salta pra fora.

Eu- Jimin- digo envergonhada e olhando pro lado, tentando desvia meu olha mais é tão grande.

Jimin- á para- ele entra na banheira e vem até mim me encuralando contra a parede da banheira- você fica linda com vergonha.

Eu- você é um idota Jimin- coloco o joelho contra meu corpo cobrindo meus peitos eu estava morrendo de vergonha apesar dele ja ter me visto.

Jimin- sou mesmo um idota?- confirmo com a cabeça- então vem cá- ele me puxa me colocando no seu colo.

Eu- Jimin!!!- arfei por sentir seu membro encostando na minha pele- J...Jimin isso não se faz.

Jimin- eu não fiz nada, eles querem o mesmo.

Eu- não eles não querem nada.

Jimin- claro que querem, sua intimidade fala o que você não diz... para de negar- ele puxa meu queixo e encara meus lábios e me ajeita no seu colo me deixando em cima do seu membro.

Eu- seu membro também diz o mesmo que você.

Jimin- falamos a mesma língua- ele da início a um beijo calma cheio de desejos com uma mão ele pega minha nuca aprofundando o beijo e com a outra ele faz um passeio pelo meu corpo, nos separamos por falta de ar- seu corpo me fala coisas as você não fala.

Eu- meu corpo ta falando muito com você.

Jimin- gosto de saber o que ele pensa de mim.

Eu- isso eu posso dizer.

Jimin- então fala.

Eu- que você é o homem maravilhoso que me trás paz que ninguem ja mais trouxe, e que diferente do Shin você nunca iria me magoar.

Jimin- quem é esse Shin?

Eu- depois do banho eu falo- ele afirma e tomamos nosso banho, assim que saímos coloquei um conjunto íntimo da cor branca, Jimin so me observava o que me deixava envergonhada- o que foi?

Jimin- nada, so seu corpo que é maravilhoso.

Eu- sei- começo a rir, sento na cama e começo a passa meu creme corporal- Jimin vai se vestir o pessoal vai da uma volta.

Jimin- to indo- ele levanta da cama e vai se trocar, terminei de passa meu creme e coloquei um vestido rodado não muito chamativo até a metade da coxa da cor branca, coloquei uma rasterinha prendi meus cabelos em um coquie e deixei algumas mechas soltas- nossa tá linda- ele fala me olhando de cima abaixo, e eu dou uma voltinha sensualizando.

Eu- obrigada, você também ta lindo- Jimin estava com uma calça rascada clara e uma aregata branca. Dei um sorriso para ele que correspondeu.

Jimin- é quem sabe não encontro uma mina que esteja afim de uma noite comigo já que você não quer- fechei a cara imediatamente.

Eu- é né... quem sabe eu também não ache um homem que me leve para a lua essa noite.

Jimin- você não vai a lugar nenhum com ninguém.

Eu- você não manda em mim.

Jimin- vem- ele me puxa pelo braço.

Eu- você acabou de dizer que eu não ia a lugar nenhum com ninguém.

Jimin- você é minha so minha, sou capaz de matar alguem se te machucar-chego perto do pescoço dele e dou um chupão no mesmo.

Eu- pronto agora ninguém toca em você.

Jimin- você é muito boba- ele chega perto de mim e faz o mesmo.

Saímos a andamos pela pequena cidade, todos estavam juntos paramos no centro que havia ali e assistimos umas apresentações que tinha ali. Voltamos pra casa era muito tarde, eu estava morta de cansaço. Fazia tempo que eu não treinava como eu treinei hoje cedo.

Eu- Jimin me leva pro quarto, não to aguentando andar.

Jimin- ok, ta pronta?

Eu- s...- ele me pega no colo e me leva pro quarto- obrigada oppa.

Jimin- de nada.

Troquei de roupa e deitei logo em seguida Jimin me abraçou por trás e dormimos. Acordei com barulhos especificando gemidos que viam do quarto da Rebeca e batidas que viam do quarto da Iris.

Eu- ninguém merece- olho pro relógio que marcava 23:00- affs- me levantei.

Jimin- o que foi pequena?- ele diz com os olhos fechados.

Eu- escota so.

Jimin- nossa o Suga e o TaeTae tão mandando bala.

Eu- ata a ninguém merece- me troquei coloquei um short jeans e uma blusa branca- vou dar uma volta.

Jimin- me espera- Jimin colocou a mesma blusa- espera.

Eu- ninguém merece, não me pede pra espera Jimin você é muito devagar.

Jimin- ai que saco para de ser esquetadinha- ela me puxa e me beija- ta melhor?

Eu- s...sim.

Jimin- que bom, vamos senta ali- fomos ate uma árvore que tinha na areia Jimin havia pegado um pano pra colocar no chão- vem senta aqui- ele aponta pro seu lado, me sentei e apoiei minha cabeça no seu peitoral deitando parte do meu corpo também.

Rebeca on:

Assim que chegamos ______, foi pro quarto com o Jimin.

Suga- vamos dormi também?

Rebeca- ta cedo.

Suga- vamos logo- ele me puxa pro quarto e fecha a porta passando a chave na mesma, ele vem até mim e me joga na cama.

Rebeca- Su...Suga...

Suga- desculpa não devia ter feito isso.

Rebeca- já começou vamos até o fim- falo tirando meu cropped deixando ele com a visão dos meus seios.

Suga- eu sabia que eles eram perfeitinhos e redondinhos.

Rebeca- é mesmo?- olho com malícia para ele e começo a tocar nos meus seios fazendo movimentos circulares com os dedos- annw Suga... Suga não seja tão malvado eu sei que você quer tocar.

Suga- eu não quero eu vou- ele Coloca a mão nos meus seios e começa a aperta com força e delicadeza.

Rebeca- annnw... Suga isso é tortura.

Suga- é eu sei- ele abocanha meu seio e vai descendo a mão até a barra do meu short e tira meu short juntamente com minha calcinha.

Suga- ta molhadinha em Re- ele fala contra meu seio.

Rebeca- você gosta Suga?- falo manhosa.

Suga- adoro- ela desce seus beijos até minha intimidade- vou provar do seu mel.

Rebeca- então pro.... annnw- ele não espera eu termina e penetra sua língua em minha intimidade fazendo movimentos circulares com a língua.

Suga- seu mel é delicioso Rebeca- ele levanta a me beija me fazendo sentir meu próprio gosto logo em seguida ele tira sua calça juntamente com a cueca e entroduziu dois dedos dentro da minha intimidade- tão molhadinha.

Suga penetrava dois dedos em mim e com a outra mão livre se mastubava, puxei ele pra um beijo longo. Nos separamos por falta de ar.

Rebeca- anda Suga quero sentir você dentro de mim e rápido.

Suga- você quem manda- ele se ajeita na minha entrada e leva minhas pernas até sua cintura- la vou eu- ele penetra em mim me fazendo gemer alto.

Rebeca- Annnnwww!!!!

Suga- não grita... já deveria está acostumada não é mais virgem.

Rebeca- não sou virgem, mais não saio fazendo sexo com qualquer um Suga, depois que o Mikael fez aquilo comigo eu nunca mais me entreguei a homem algum a ponto dele me levar pra cama eu tentei mais não consegui.

Suga- então essa é a sua segunda vez?

Rebeca- sim, não vou mais virgem mais eu me guardei pro cara certo.

Suga- entendi, vou ser mais carinhoso.

Rebeca- obrigada meu anjinho.

Ele coloca a mão na minha cintura e a outra ele coloca na cabiceira da cama e começa a se movimentar dentro de mim.

Rebeca- annnnw....

Suga- tão apertadinha- eu ja estava chegando no meu limite e Suga sentiu isso pois minha intimidade se contraiu.

Suga aumantou a velocidade dos movimentos e chegamos no nosso limite juntos pois ele estava se masturbando.

Rebeca- senta ai Daddy- empurrei ele na cama.

Suga- limpa o Daddy limpa.

Rebeca- pode deixa Daddy- ele empurrou a cabecinha pra fora e ela estava totalmente suja com o gozo dele, comecei a chupar devagar e fui aumentando aos poucos.

Suga- que boca...- ele mordia os lábios com força.

Limpei todo seu pênis que estava totalmente duro, ele me levanta e me coloca de quatro e penetra em mim novamente Suga estava fazendo as melhores estocadas depois de um longo tempo chegamos no nosso limite. Suga cai ofregante do meu lado.

Suga- gostou?- ele tenta controla a respiração.

Rebeca- sim, e você?

Suga- de todas que eu ja levei pra cama você foi a melhor.

Rebeca- foram muitas?

Suga- não no mínimo 5 e máximo 9 mulheres.

Rebeca- nossa- falo horrorizada.

Suga- calma eu to brincando foram só 5 e duas delas eu nem cheguei a fazer  sexo, nós so ficamos. Mas é todas as 3 com quem eu fiz você foi a melhor.

Rebeca- obrigada- fico meio corada- vou tomar uma ducha.

Suga- vamos la então.

Entramos mo banheiro e tomamos aquela ducha gostosa mais foi so a ducha eu estava acabada Suga tem uma força incrível suas estocadas são maravilhosas são totalmente diferentes da do Mikael aquele traste. Saímos to banho e eu coloquei um baby dool rosinha bebe e deitamos a pegamos no sono rápido.

Rebeca off:

Eu e Jimin ainda estávamos na praia quer dizer a gente pegou no sono la pelo menos eu. Acordei com o barulho do mar a com meu oppa acarenciando meus cabelos.

Jimin- pequena eu acho que ja podemos entrar, acho que o TaeTae e o Suga ja acabaram- ele fala olhando para as janelas da casa.

Eu- então vamos- entramos mais Jimin estava totalmente errado a Rebeca e o Suga ja tinha acabado mais o TaeTae e a Iris não- acho que posso dormi so com eles dois.

Jimin- eu estarei aqui pra te ajudar a dormi

Eu- obrigada oppa- dou um beijo nele.


Notas Finais


Gostaram? Querem a visão do TaeTae e da Iris? Comentem ai. Mais uma coisa pra queles que estão na torcida do Lucas logo ele vai desmascarar o Jimin 🙊 eita falei muito desculpinha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...