História Aquela Estrela - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Romance, S/nxtaehyung, Snxyoongi
Visualizações 35
Palavras 1.787
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá gente, como vocês pediram, eu estou de volta, obrigado pelos comentários e os favoritos, estou realmente feliz *-*
Espero que gostem do capítulo de hoje <3

Capítulo 2 - Está sentindo as batidas do meu coração?


Fanfic / Fanfiction Aquela Estrela - Capítulo 2 - Está sentindo as batidas do meu coração?

                                                  

Ele levantou e passou rindo pelos meninos que adrentravam o ambiente de vestidos e saltos, AI MEU DEUS, não posso rir, não posso rir, pocker face S/n, respira fundo.

-Vocês estão lindas meninas- resolvi brincar, Hobi arqueou uma sobrancelha sorrindo.

-Me elogie mais querida, eu sou mais do que linda- falou com voz afeminada que fez todos nós rimos.

-Hum... vocês compraram perucas?

-AHHH, era isso que eu estava esquecendo, perucas, como não pensei antes- sorrir vendo  Jimin batendo uma mão na outra enquanto falava, como pode existir homens tão lindos e fofos ao mesmo tempo?

-Então, quem vai comprá-las?- Jungkook perguntou sem nenhum pouco de interresse na voz,talvez esteja participando a força, passaram cerca de um minuto conversando em coreano e nada de se decidirem.

-Ano... eu posso comprar se quiserem, já moro três meses por aqui e conheço um pouco a região, sei de lojas que podem haver perucas lá.

-Sério?! Ajudaria muito, mas você não pode ir sozinha, algum de vocês vá se trocar e acompanhar a S/n- Hobi falou feliz, sorri e balançei a cabeça negativamente.

-Não precisa, estou de moto, vou e volto rápidamente- os quatro pareceram supresos, será porque eu falei que estava de moto?

-Então tudo...

-Eu quero ir também!- Tae interrompeu Hobi rápidamente sorrindo sapeca, senti minha face esquentar, por que ele também quer ir?

-Você só vai atrapalhar Taehyung, a S/n não...

-Tudo bem! Ele pode ir, mas não vai ser vergonhoso para você ser levada por uma garota?- interrompi o Jimin, estava envergonhada mas não conseguia conter minha felicidade, Tae sorriu abertamente.

-Eu vou dirigindo, faz tempo que não dirijo uma moto, vou me trocar e já volto- ah, por isso ele quer ir, também né S/n, o que você pensava que era? Sorri amarelo tentando desfaçar minha decepção, deu até sede.

-Hum... poderiam me dá um copo de água?

-Vou pegar- Hobi falou sorrindo e saiu, JImin o seguiu.

-Você... deixa pra lá- Jungkook me olhava misteriosamente, estava de vestido curto que deixava suas belas coxa a vista, até sutiã ele estava usando, mas ficava estranho sem peruca, realmente engraçado.

-Você parece está sendo forçado a participar disso.

-Percebeu? É que se eu não participar vou ter que comprar a sobremesa de hoje- ele falou envergonhado, dei uma risadinha.

-Você são mesmo como eu pensava, crianças em corpos de homens.

-Hey! Eu não sou criança- ele fazia cara de raiva mas seus olhos sorriam.

-Hum... posso te perguntar uma coisa?- ele fez que sim a cabeça- desculpa se eu estou sendo direta mas, você e o Taehyung, como posso dizer...- ele me olhou como se dissesse "saquei".

-Se estamos namorando? Não, não temos esse tipo de relação.

-Mas você o ama romanticamente?- ele sorriu de canto.

-Não se preocupe com isso, não ofereço nenhum perigo para você, e nem o Hoseok-hyung, na verdade acho que ninguém, então, pode correr atrás de...

-D-do que você está falando? E-eu não tinha intenção de...- o interrompi rapidamente e então parei de falar por vê-lo caminhando em minha direção com uma mão erguida, me assustei por um momento mas então abri os olhos surpreas por sentir uma mão dando batidinhas de leve em minha cabeça, ele sorria como se falasse "Eu já entendi tudo", suspirei fazendo bico e o encarei.

-Não deixo nada escapar de você não é nii-s... Jungkook?

-Você também não deixa nada escapar...- ele sorriu e eu retribui o sorriso, nos encaramos por um momento e então ele tirou a mão que ainda estava na minha cabeça e se afastou- estou curioso, percebi que você me chama de outra coisa e rapidamente chama o meu nome para disfarçar, do que é que você ia me chamar?

-Ah... é que eu só tenho irmãos mais novos, e então percebi que você parece muito comigo, no jeito de ser, os gostos e então eu pensei, se eu tivesse um irmão mais velho, queria que fosse igual ao Jungkook, o irmão mais velho perfeito- sorri olhando para baixo- mas como você não gosta que te chamem de "Oppa" que também significa irmão, então eu criei o hábito de te chamar de "Jungkook-nii-san" ou somente "Nii-san", mas como eu não sabia se você ia gostar de ser chamado assim, optei por usar seu nome mesmo, mas é dificil, já acostumei- sorri sem graça e ele sorriu de canto após suspirar.

-Tudo bem, pode me chamar de "nii-san", sempre quis ter uma irmã mais nova também, e você parece com uma.

-Como assim?- perguntei rindo e ele riu também, a porta de entrada foi aberta pelo um Tae nos olhando curiosos.

-Do que estão rindo?

-Não é nada hyung, e você demorou de mais, falando em demora, cadê o Hoseok-hyung e o Jimin?- só ele terminar de falar os dois voltaram, Hobi segurando um copo com água e Jimin parecia cansado.

-O que aconteceu?

-É que eu fui fechar o ziper do vestido do Hobi-hyung e prendeu na minha pulseira, quase não conseguimos se soltar- eles pareciam envergonhados, Hobi me entregou o copo d'água e eu o devolvi após beber.

-Vamos S/n, senão não vai dá tempo de maquiar nós quatro- Tae falou e eu balançei a cabeça positivamente sorrindo discretamente, a sensação de ouvir meu nome saindo de sua boca é indescritível, quando entramos no elevador, nenhum dirgiu a palavra ao outro, era difícil falar, ambos em silêncio, me pergunto se deu para ele ouvir as batidas do meu coração, pegamos um capacete emprestado na recepção e fomos até o estacionamento, entreguei a chave em sua mão apontando para Kuro, senti um choque térmico quando encostei minha mão na dele, pois eu estranhamente sou fria e ele é quente.

-Essa é a Kuro, minha garota- ele sorriu alisando o banco da moto.

-Ela é linda, você tem bom gosto.

-Sim, é como se fosse meu bêbê- ele pôs o capacete e subiu na moto a ligando em seguida, esperou eu por o meu e subir.

-Se segura porque eu gosto de andar rápido.

-Hai!- abraçei sua cintura fortemente e ele deu partida, isso só pode ser um sonho muito perfeito do qual eu não quero acordar, conheci os meninos do BTS, conversei com eles e todos são muito gentis e maravilhosos como eu pensava, e cá estou eu em cima de uma moto com KimTaehyung o abraçando, era tão bom sentir toda a extensão de sua costa, sentir sua barriga que por sinal é bem definida, instintivamente encostei minha cabeça em sua costa e exalei seu cheiro, madressilva? Não sei, só sei que é inebriante, está sentindo as batidas do meu coração Tae?

-S/n?

-H-hai?!- afastei minha cabeça bruscamente de sua costa atordoda, droga, ele com certeza deve ter percebido.

-Esse caminho do GPS está certo? É que eu não estou vendo nenhuma loja chamada "Varieties".

-Ah... está perto, é só seguir em frente mais um pouco, essa avenida é muito grande- evitei dá um suspiro de aliviação, vai que ele somente está fingindo que não me sentiu fungando ele.

-Oh! Estou vendo ela, finalmente chegamos- ele desligou a moto, descemos e logo tiramos o capacete, botei o meu no braço e entrei na loja sendo seguido por ele, me dirigi até um atendente e perguntei sobre perucas, ele falou "Ala b-3", pegamos um carrinho e então começamos a andar novamente, droga, agora está mais difícil falar com ele, por que eu fui fazer aquilo?

-Aqui estamos, tem perucas de várias cores não é? Quais você vai escolher?

-Quais eu devo levar?- ele que antes olhava as perucas dirigiu seu olhar para mim, desviei o olhar para as perucas e toquei em uma castanha escura.

-Essa... combina com você, eu acho... para o Jungkook-nii-san ficará melhor uma preta lisa... para o Jimin uma loira... e para o Hobi uma preta ondulada- ele pareceu pensar por um instante e sorriu.

-Sim, parece que combinará, então vamos?- pegamos as perucas e colocamos em um pequeno carrinho.

-Ah! Lembrei que está faltando pigmento dourado, fica na ala dos fundos, se quiser pode esperar aqui.

-Vamos logo- falou rispidamente? Será que ele está com raiva? Óbvio né S/n? Quem gostaria que uma quase estranha cheirasse você do nada? Droga, ele realmente percebeu, andei rápidamente na frente e então logo encontrei o que eu queria, ficava na ala final, joguei o pequeno objeto dentro do carrinho e me virei para encarar o Tae decidida a pedir desculpas.

-Olha, me desculpa por te cheirar do nada, foi sem querer, inconscientemente, é que seu cheiro é muito bom e isso não tem nada a ver mas...

-O que você está planejando?- ele me empurrou na parede me empedindo de sair com os braços ao meu redor, ele me encarava bem sério e com raiva? Porque mesmo dessa forma meu corpo se sente tão feliz? Tão consciente dele, droga, meu coração está muito acelerado, acho que vou pirar- não chegou nem há uma hora e já ganhou a simpatia de todos, fica de segredos com o Jungkook- ah, é disso que ele está com raiva, ficou com ciúmes do Jungkook porque ele estava conversando comigo, deviria ter percebido antes.

-Desculpa, aquela conversa não era nada de mais, ele só me perguntou o porquê que parecia que eu iria chamar ele de outra coisa senão o seu nome, e eu falei a verdade, que ia chamar ele de "nii-san" porque eu o vejo como o irmão mais velho que sempre quis ter e...

-Eu não estou com raiva disso, é que eu conheço muito bem garotas do seu tipo, todas perfeitinhas e que se fazem de timidas e gentis para depois destruir tudo com um sorriso no rosto, você não me engana, foi contratada somente para nos maquiar, então faça seu trabalho e não fique tentando seduzir os membros para depois... AÍ!- bati fortemente com raiva em seu peito com as duas mãos  e então me arrependi do que fiz, mordi o lábio inferior, era uma mania, faço isso toda vez que sou preenchida por vários sentimentos contraditórios como amor, raiva, felicidade, tristeza...

-Desculpa, mas é que você está me ofendendo falando desse jeito, eu não estou tentando seduzir ninguém, esse é meu jeito e sempre foi, me desculpa se te dei a impressão errada, mas eu não sou perfeita e nem me finjo, nunca tentaria seduzir alguém além da pessoa que eu amo- olhei nos seus olhos profundamente querendo que ele pudesse ver meu interior para saber tudo o que eu sinto e sentia nesse exato momento, peguei uma de suas mãos e pus sobre meu peito, ele se surpreendeu mas não se afastou- está sentindo toda essa confusão que está aqui dentro?- me aproximei mais dele e levei minha boca até seu ouvido- Isso é tudo culpa sua...

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


E ai gostaram? Deixem suas opiniões nos comentários, preciso realmente saber o que estão achando.
Desculpem pelos erros, bjss Armys e até amanhã <3 *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...