História Aquela garota diferente - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 35
Palavras 327
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Comecei outra Fanfic, essa nn vou parar no meio da história, prometo!!!!

Capítulo 1 - Capítulo 1


Em uma pequena cidade, dentro de uma casa comum, uma garota... Não, ela não era assim.

Sempre foi daquelas garotas que riam a cada dois segundos na sala de aula, sempre saia com suas amigas, sempre foi feliz até q um dia... tudo virou um pesadelo.

O pai abusava sexualmente dela, uma garota de 14 anos, sendo estuprada pelo próprio pai... ela sempre gritava, mas enquanto ele a usava também fechava sua boca.

A mãe era linda, queria a filha perfeita... mas não sabia o que Ruth passava.

Era filha única.

Tinha problemas mentais; como bipolaridade, psicopatia, esquizofrenia e transtorno alimentar, porém, ela não sabia, e seus pais não queriam saber porque ela era assim.

Na escola todos sabiam de seus problemas, e cometiam Bullying com a Ruth. 

Poxa, porque ela? 

Era uma garota doce, amada... jogaram tudo pra cima dela.

Em uma noite Ruth, que havia acabado de ser estuprada, ficou com sangue nos olhos...

Foi em direção a cozinha, pegou uma faca, comum, daquelas que se usa para cortar carne...

Foi em direção ao seu pai, enquanto vestia as calças... 

E gritou enquanto dava 45 facadas no peito de seu pai; " eu não preciso de você, sou livre, olha uma prova disso seu arrombado".

Limpou os restos do seu querido papai, mas deixou o pênis, os dedos e seus olhos e os guardou em um pote, como se fossem geleia, e guardou na geladeira...

Antes que sua mãe chegassem, preparou o almoço, pegou a "geleia" e fez um delicioso macarrão, serviu para ela e sua mãe.

"Está ótima a comida filha!" Disse a mãe impressionada enquanto a filha pegava sua porção. 

Logo em seguida a Ruth diz com um tom de voz diabólico ao seguida de risadas: "obrigada mamãe, foi feita com seu amor, o papai." 

A mãe apenas ignorou. E quanto se virou uma faca atravessou seu olho direito e outra seu coração.

Depois de se satisfazer, pensou em como era divertido ver sangue jorrando e escorrendo por seu rosto, e logo, virou uma "psicopata premiada".



Notas Finais


Continuarem o dia que der, não esperem...
Bjsss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...