História Aquela garota diferente - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 20
Palavras 389
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Segredinho revelado nas notas finais, anão ser que você já tenha descoberto...

Capítulo 4 - Capítulo 4


Passaram dias com o Satan, Ruth pegou amor pelo animal, e sempre ficaram juntos. Parece que ela havia encontrado quem a realmente entendesse...

Passaram algumas semanas desda primeira carta, Ruth havia esquecido dela. Mas um dia, de tarde mais especificamente... a campainha toca; um carteiro chegou e entregou uma segunda carta, Ruth pensou em mata-lo, pois ele poderia ter lido, e mesmo sem ela saber o que estaria escrito nessa carta, sabia que era muito arriscado deixá-lo vivo... Mas ele entregou a carta e saiu, com a "permissão" da Ruth.

Não sei o que ela pensou que fez com que ela o poupasse... Mas ela se preocupou com a carta, então imediatamente fechou a porta e rasgou a desgraça do envelope com uma faca que ela havia comprado naquela manhã. 

Na carta dizia; "ow, você não se preocupou, claro, já é um bom começo, como vai o seu gatinho preto? Vi vocês esses dias".

Ruth notou uma diferença entre as duas cartas... Na segunda ele assinou como "Aquele perfeito", na primeira nem se preocupou em assinar.

Ruth não entendia o que estava acontecendo, ou melhor, de quem eram aquelas cartas e como ele descobriu sobre o Satan.

Depois de uma semana sem assassinatos o Satan trouxe um dedo, o mindinho, de uma criança... Ele fez ela voltar ao seu amado prazer de matar, ela estava muito intrigada com aquelas cartas.

"Puta que pariu, esse ou essa babaca não vai me dizer nunca quem ele é?!" Pensava Ruth inúmeras vezes no banho, batendo uma, ou pagando um.

Sim, ela era uma garota da putaria, levava as garotas pra casa, tirava a roupa, fazia elas pagarem um lala, depois pagava um para elas, em seguida tirava uma faca da gaveta da cômoda que ficava ao lado de sua cama e as matava.

Às vezes Ruth gostava de escrever alguns poemas, mas como ela não era boa de escrita só me deixou ler um, o único, e eu o decorei.

"Toda as noites tenho sede de um lala,

Ou se recusar..., só adiantaria a sua morte bebê.

Eu sei, sou uma garota feia,

Mas que tal se só por essa noite você ignorar minha beleza e provar o que eu tenho para oferecer?!"

Eram trechos do seu poema... Não vou colocar ele inteiro, vai que ela volta e me mata, eram apenas para mim esse poema, mas eu não disse que não escreveria sobre ela...


Notas Finais


Uma dica sobre a história... É um garoto que narra a fic 😂❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...