História Aquela noite.... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Happy, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Lector, Levy McGarden, Loki, Lucy Heartfilia, Mavis Vermilion, Michelle Lobster, Minerva Orland, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Sting Eucliffe, Yukino Aguria, Zeref
Exibições 319
Palavras 506
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Mistério, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Self Inserction, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal!!! Essa É minha primeira fanfic, Então eu peço que tenham paciência comigo, qualquer coisa que vcs não gostarem podem me dizer que eu tentarei consertar, eu espero sinceramente que gostem. Comentem oque acharam depois, Ok. Um beijo 😊

Capítulo 1 - Aquela noite....


Fanfic / Fanfiction Aquela noite.... - Capítulo 1 - Aquela noite....

 

Olá, meu nome é Natsu Dragneel, eu tenho 20 anos,  moro sozinho em um apartamento, sozinho entre aspas, porque eu moro junto com meu gato Happy, e meus amigos estão sempre por lá , eu particularmente prefiro ficar sozinho, sem me importar com outras pessoas. Mas isso mudará, essa noite!

Cá estava eu andando pelas ruas da cidade, sem nada pra fazer, num sábado à noite. Pessoas na minha idade estariam numa festa, mas eu odeio festas, e tumultos. Passo em frente à um beco e escuto um choro baixinho, parece ser de uma menina, o meu verdadeiro eu, passaria reto como se nada tivesse acontecido, mas algo falou mais alto e eu fui ver oque acontecerá 

Logo de cara avistei uma loira, não estava tão escuro, Então vi que ela estava bem pálida e chorava desesperadamente. Também reparei que tinha sangue em suas roupas e no chão. Corri ao seu encontro para saber oque tivera acontecido, totalmente em vão, ela só chorava, mas algo saiu de sua boca:

-Me... huf... ajuda! P-por... favor... - e ela desmaiou.

Eu fiquei desesperado, Então logo liguei pro Gray, um amigo meu, e dei as coordenadas pra ele de onde eu estava. Ele entendeu a gravidade, porque não demorou nem cinco minutos e ele estava lá , corri com ela pro carro, pedi pra ele ir pro hospital e expliquei rapidamente oque tinha acontecido, para logo depois voltar minha atenção pra a loira que estava no meu colo ofegante.

Pouco antes de chegarmos, ela despertou, ainda fraca, e perguntou:

- Onde... eu estou ? 

- No carro de um amigo meu, estamos te levando pro hospital . 

- Não! Por Favor! Huf... Huf... N-Não me leva pro hospital, qualquer lugar... Huf... menos hospital!

Ela implorava ainda pálida e ofegante, Então sem pensar duas vezes eu disse:

- Tudo bem então! Gray, mudança de planos- ele me olhou com dúvida - vamos pra minha casa.

- Como assim Cara!?? Ela precisa de um médico, não sabemos oque aconteceu, não pode simplesmente leva - lá pra sua casa!

- Também não podemos leva-lá pra  lugar da qual ela não quer ir! Vou levar ela pra minha casa, e tentar descobrir oque aconteceu . Não se preocupe . 

Ele resolveu se render, se tem uma pessoa que sabe que quando eu coloco uma coisa na minha cabeça ninguém tira, essa pessoa era o Gray. A loira já tinha desmaiado novamente no meu colo, e não fazia ideia do que estava acontecendo.

Chegamos no meu apartamento, o Gray perguntou bem umas dez vezes se eu poderia ficar com ela sozinha e se não era melhor chamar a Erza ou a Juvia, e eu apenas negava e dizia que qualquer coisa eu ligava pra elas ou pro meu irmão . 

Coloquei ela na minha cama, e esperei que ela acordasse. Fiquei observando ela pouco antes de ir tomar um rápido banho. Quando saí do box, já vestido, entrei no quarto e dei de cara com aqueles olhos castanhos um tanto curiosos e ainda lacrimejados, observando tudo em sua volta.

- O-onde estou? Quem é você?



Notas Finais


Bom, esse foi o primeiro capítulo então, espero que tenham gostado, deixem sua opinião nos comentários, vou adorar saber a opinião de vcs. Um beijo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...