História Aquela noite.... - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Happy, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Lector, Levy McGarden, Loki, Lucy Heartfilia, Mavis Vermilion, Michelle Lobster, Minerva Orland, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Sting Eucliffe, Yukino Aguria, Zeref
Exibições 101
Palavras 1.169
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Mistério, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Self Inserction, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente!!! Me perdoem! Por favor me desculpem pelo atraso, por só ter postado um capítulo ontem, por esse ter saído tarde, mas é porque eu estava atolada até o pescoço com atividades da escola que é pra entregar hoje, e tive que me dedicar à elas. Mas, me desculpem, eu vou tentar compensar vcs com esse capítulo, também vou postar o próximo e mais um especial de meu professores ajudarem e não passarem nada. Sem demoras, espero que gostem, escrevi com muito carinho, então sem mais demoras, tenham uma boa leitura! 🤗

Capítulo 13 - Passado... -Parte 2


Fanfic / Fanfiction Aquela noite.... - Capítulo 13 - Passado... -Parte 2

- Apenas me escute, Ok? -eu apenas assenti quando ouvi, e esperei que ela começasse. 

- Eu nunca tive um relacionamento muito bom  com meu pai, ele nunca ligou pra mim e pro meu irmão. Ele só se importava, e ainda só se importa com o trabalho. Nosso único refúgio era nossa mãe, que morreu quando tínhamos 11 anos. O meu pai também não queria que eu e o Sting estivéssemos juntos, então ele mandava meu irmão pra casa de uma tia nossa, e ele só nos visitava aos finais de semana, porém quando minha mãe adoeceu ele não pôde ficar com ela, e mesmo depois disso ele não pôde ficar comigo. Ele nunca se perdoou por isso, ele não aproveitou o tempo com minha mãe, ele não recebia o carinho materno dela todos os dias, não me acompanhou crescendo, não pôde ficar do lado da mamãe nos seus últimos dias, nem ao meu lado quando eu estava triste. Tenho certeza de que ele sente um vazio imenso por ter pedido tudo isso, e ele deixa bem claro que nunca perdoou nosso pai. Depois que minha mãe morreu, ele parou de se importar totalmente com a gente, o Sting parou de ir lá em casa aos finais de semana também, eu não tinha ninguém, não podia sair de casa, não tinha amigos, e nem mesmo podia ver meu irmão. Minha única compania era minha empregada. 

Eu escutava tudo aquilo com um imenso aperto no coração... eles sempre foram solitários, e não consigo imaginar a dor que ele sente por não poder estar ao lado de sua mãe e da sua mãe quando elas precisaram. Ao menos eu consegui estar com a Myuuki até o fim.

- Três anos depois, meu pai mandou meu irmão para os Estados Unidos, pra que ele estudasse. Ele passou dois anos lá, e foi quando conheceu a Yukino e seus amigos, que também eram do Japão, e estavam lá pra estudar. Quando ele voltou, deixou bem claro pro meu pai que não ficaria mais naquela casa e também não seguiria as ordens dele. Ele deixou bem claro que iria embora e que me levaria junto, logicamente meu pai não deixou que eu fosse, porque eu estava namorando o Loki e isso seria ótimo pros negócios. Mas também não se importou com o fato do Sting estar indo embora, já que ele já tinha conseguido oque queria em cima dele. Apenas deixou claro que quando meu pai precisasse, ele voltaria pra assumir a empresa, não importando as medidas que preciasaria tomar.

Eu nem conhecia esse velho, mas já odiava ele, e isso eu tinha certeza! 

- Bom, meu irmão voltou pros Estados Unidos, e só veio pra cá de novo esse ano, trazendo a Yukino e seus amigos. Depois disso, oque aconteceu você já sabe. Eu tinha fugido da casa do meu pai, ido morar com o Loki, ele não ia atrás de mim, já que sabia onde eu estava e que o Loki estava do lado dele, coisa que eu não imaginava. Não sei oque ele está pensando agora, não sei se ele sabe que meu irmão voltou, não sei se ele sabe onde eu estou, e também não sei se ele se importa.

Ela sentia falta dele. Ela sentia raiva dele, não muito por ela, mas principalmente pelo oque ele fez seu irmão passar. Ela queria perdoar ele, mas sentia um enorme rancor também. Ela queria vê-lo, mas também tinha medo disso. Eram tantos sentimentos envolvidos naquela história, tanto amos e ódio misturado. Um vazio enorme, uma dor irredutível. Lágrimas escorriam por seu rosto sem que ela percebesse, ela tentava limpar, mas não dava mais pra controlar. Como ela fez comigo, eu a abracei, forte, não queria que ela parasse de chorar, queria que ela soubesse que quando ela precisasse desabar, eu estaria ali para apoia-lá, para ser seu suporte. Eu queria estar ao seu lado, agora mais do que nunca. 

Eu sabia que podia confiar nela. Tínhamos a mesma dor, o mesmo vazio, histórias diferentes, mas com os mesmos sentimentos envolvidos. E nesse momento, eu percebi que o fraco era eu. Eu que sempre tive pessoas que se importava comigo ao meu redor e mesmo assim me entreguei a dor, e ela mesmo estando sozinha, seguiu em frente, e avitava se preocupar com ela para pensar na dor do seu irmão. Me coloco no lugar dele e percebo que fraco sou eu por ter conseguido estar ao lado da minha mãe, e fazer parte dos seus últimos momentos e mesmo assim reclamar por querer te feito mais.

Eu sei que eu poderia ter me dedicado mais à ela, porém eu sei também que com tudo que eu fiz, eu consigo estar satisfeito. Ele com certeza não sente o mesmo. Fraco fui eu que ao contrário deles, que nem mesmo recebiam tanto carinho e amor, nunca deixaram de se importar com os outros, enquanto eu fui egoísta por muito tempo. Aqueles pensamentos me faziam refletir o quanto eu havia sido fraco, o quanto eu havia sido egoísta todo esse tempo. Mas graças à uma certa loira, eu agora posso dizer, que eu quero mudar isso, eu quero ser forte, encarar o mundo de frente, me divertir, ser feliz de verdade! Fazer as pessoas felizes e melhores assim como ela e meus amigos fizeram comigo. 

É verdade. Isso também me fez lembrar que eu nunca agradeci à eles por não terem desistido de mim. Nunca tive a oportunidade de dizer ao meu irmão e ao meu pai que eu não os culpo por tudo que aconteceu comigo. A Lucy me fez perceber, que a vida pode ser curta demais para pessoas que ficam presas ao passado, como eu tenho feito desde os 12 anos. Myuuki deve estar decepcionada comigo, mas eu vou mudar isso, e vou começar agora. 

- Lucy... -ela já havia parado de chorar, e agora me olhava com um olhar aliviado por ter me contado tudo aquilo -Muito Obrigado por me contar isso. Muito Obrigado por fazer de mim uma pessoa melhor, por me fazer perceber que eu sempre estive preso à uma dor que pra ninguém tem cura, e que só cabe ao tempo alivia-la, e por me fazer uma pessoa melhor. Eu quero mudar, quero sair, quero me divertir, fazer as pessoas felizes, quero agradecer aos meus amigos por eles estarem comigo, quero agradecer ao seu irmão por confiar em mim pra cuidar de você, e principalmente à você, por me mostrar tudo isso! 

- Você não precisa me agradecer Natsu! Você também me fez uma pessoa melhor, me deu novos amigos, novas oportunidades, me deu uma nova família! E você confiou em mim, isso vale muito. Até conhecer você, eu me sentia presa, pesada, triste, era como se minha vida fosse cinza. E foi só te encontrar que todas essas sensações foram embora. Eu me sinto livre, leve e minha vida ganhou cor! Muito Obrigado! 

- Eu também me sinto assim Luce!

- Natsu... Eu Te Amo, e eu não quero te perder!


Notas Finais


Gente!! Eles confiaram um no outro! Tadinho do Sting né? Eita! A Lucy se declarou! Oque será que o Natsu vai fazer? Bom, isso só saberemos mais tarde. Me digam oque acharam desses dois capítulos revelações, e também me digam de qual casal vcs querem o especial amanhã, Ok?

Eu sei que vai ficar muito longo, mas só quero fazer alguns esclarecimentos:

• O Sting e a Lucy são gêmeos, eu não me lembro se em algum capítulo eu citei que ele era mais velho, mas se eu fiz isso me perdoem, mas eles são gêmeos.
• O Natsu só fez acompanhamento psicológico quando era criança, e isso só durou alguns meses.
• Essa tia deles que cuidava do Sting vai aparecer mais tarde na fanfic, assim como o Loki e o Jude.
Bom, é isso então, ainda tem muitas coisas pra acontecer daqui pra frente, espero não decepcionar vcs. Então, não esqueçam de comentar o casal que vcs querem o especial, e oque acharam do capítulo. Beijão, Até a próxima.
🤗😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...