História Aquela noite.... - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Happy, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Lector, Levy McGarden, Loki, Lucy Heartfilia, Mavis Vermilion, Michelle Lobster, Minerva Orland, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Sting Eucliffe, Yukino Aguria, Zeref
Exibições 230
Palavras 1.367
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Mistério, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Self Inserction, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá fofuchentos!! Como vcs estão? Eu estou com sono! Mas trouxe mais um capítulo pra vcs! Será que a Lucy vai aceitar a proposta do Natsu? Será que ela vai se dar bem no emprego novo? Fiquem e descubram! Beijão, até as notas finais!!

Capítulo 7 - Seja bem vinda...


Fanfic / Fanfiction Aquela noite.... - Capítulo 7 - Seja bem vinda...

- Lucy... Você gostaria de trabalhar comigo na Dragon Cars? -perguntei com um sorriso, afinal, eu esperava que ela aceitasse, então tinha que ser convincente.

- É- É sério??? Tá mesmo falando sério? Eu? Trabalhar com você, na empresa do seu pai?

- S-sim, mas só se você quiser, sabe é que você disse que queria trabalhar, então eu pensei que você fosse gostar na ideia, então eu falei com meu pai e ele disse que-

- Muito Obrigado Natsu!!!! -fui interrompido por um abraço apertado dela, e vários beijos na bochecha. Oque me fez ficar sem reação e provavelmente corado.

- Ai, me desculpe! É que eu fiquei muito animada. -disse se afastando meio sem graça, oque me deixou um pouco desanimado.

- Não, tudo bem. Você só precisa ir comigo amanhã pra ele te conhecer, e se você quiser já pode ficar por lá mesmo. 

- Ai eu quero sim, quero começar o quanto antes. -disse dando pulinhos e batendo palmas.

Eu apenas ria com a cena, eu realmente estava ajudando uma pessoa e me importando com ela! Será que minha mãe está orgulhosa de mim?

- E com que tipo de roupa e tenho que ir? -perguntou agora um pouco mais séria e preocupada me tirando dos meus pensamentos. 

- Bom, a que você se sentir mais confortável. O Igneel nunca cobrou esse negócio de roupa não, então não se preocupe. 

- Ok então. Preciso avisar pro meu irmão, poderia me emprestar seu celular, Onegai? 


- Ah, sobre isso... aqui. -entreguei uma caixinha de celular pra ela.

- Natsu! Pra que isso?

- Ah Lucy, serve pra várias coisas, tipo mandar mensagem, fazer ligação- 

- Não criatura! Eu sei que é um celular e pra que serve. Mas, por que está me dando um?

- Bom, você não pode ficar sem celular né? Afinal, eu passo dia fora, vai que você precisa de alguma coisa, ou quer falar com seu irmão e vice versa.

- Natsu... não posso aceitar! 

- Ué, por que? Não gostou do modelo? Podemos trocar se quiser.

- Não é isso. Eu amei. Mas é que deve ter sido caro, e você já está fazendo tanto pra mim sabe? E não é todo mundo que sai por ai dando um celular pra uma estranha. 

- Lucy... sinceramente, eu não te considero mais uma estranha, afinal já vai fazer uma semana que eu convivo com você diariamente,  e se você tivesse que fazer alguma coisa comigo já teria feito, certo? Então apenas aceite como um agrado, ou presente de um amigo, Ok? Não vai fazer desfeita de um presente né? 

- ela riu docemente e disse - Certo, eu aceito então, Obrigado Natsu, por tudo que está fazendo por mim! -e voltou para oque estava fazendo na cozinha, mas antes me deu um beijo na bochecha, oque me deixou um tanto bobo, mas ela não percebeu já que logo em seguida eu subi para o meu quarto.

~~~~~~~~~~~~《》~~~~~~~~~~~LUCY ON

- Nem acredito que vou trabalhar naquela empresa!! O Natsu só pode ser um anjo de cabelos rosados! -pensava animada enquanto escolhia uma boa roupa, pronta para ir pro meu primeiro dia no emprego novo. Queria causar uma boa impressão. 

Desbloqueei o celular  vi que já estava ficando atrasada, então apenas vesti a que já estava separada, arrumei meu cabelo em um coque desajeitado e passei uma maquiagem bem natural. Desci para tomar café e ver se o Natsu já estava pronto. 

- Desculpe, eu demorei? -perguntei um pouco nervosa, já que ele estava deitado no sofá já vestido, assistindo Tom e Jerry e fazendo carinho no Happy.

- Ah! Bom Dia! Não, é que eu acordo muito ced- ele parou de falar do nada e ficou me olhando com uma cara de bobo...

- Oque? Oque foi? Está vulgar? Desajeitado?

- An? Ah, Não desculpe. É que você está muito... l-linda. Está ótimo. -ele disse um pouco nervoso, oque deixou ele muito fofo e corado.

- Obrigado! -agradeci dando- lhe um beijo na bochecha -você também está muito bonito. -restribui com um sorriso, e observei ele corar. 

- Bom, vamos? Eu te levo pra tomar café no caminho. 

- Ah, tudo bem então. Vamos! Estou muito animada. -disse dando pulinhos e observava ele rindo da minha empolgação. 

~~~~~~~~~~~《》~~~~~~~~~~~~

Já tínhamos tomado café e finalmente havíamos chegado na empresa Dragon Cars. Eu realmente estava muito animada para começar e conhecer tudo, mas também estava extremamente nervosa e insegura! E se o sr. Dragneel não gostar de mim? Para ai, é com ele que eu falar? Kami-Sama! E se eu estragar tudo?

- Luigi? -fui despertada das minhas paranóias pelo Natsu me chamando

- Sim? Pera, você me chamou como? Meu nome é Lucy, Natsu!

- Eu sei... Luigi! -disse soltando uma gargalhada -agora vamos, meu pai está nos esperando. 

Quanta ousadia! Ai Kami, é agora! Foca Lucy, você precisa agradar o chefe! Esqueça todo o resto Luig- LUCY! Ai Natsu! Vc me paga!

- Chegamos Lucy! 

- Ai meu Deus! Estou nervosa! Natsu me ajuda!

- Relaxa Lucy, não precisa desse nervosismo. -ele dizia tranquilamente enquanto sorria. Não está ajudando.

- Mas, e se ele não gostar de mim? E se eu acabar derrubando as coisas dele e estragar tudo? Eu sou um desastre!

- Lucy! Fica tranquila, assim que você encontrar meu pai toda essa sua preocupação vai sumir. Agora vamos entrar, não quer deixá -lo esperando, Não é mesmo?

- Ai, Ok. Vamos! -disse respirando fundo e tomando coragem para entrar naquela sala. Também estava tentando confiar nas palavras do Natsu, afinal era o pai dele.

Ele bateu na porta, e logo ouvimos um "pode entrar" lá de dentro.

- Com Licença Igneel.

- Fala Garoto! Como está? Já disse que pode me chamar de pai aqui moleque!

- Eu não gosto PAI, você sabe. -Ele disse enquanto seu pai apenas gargalhava. Realmente eu estou bem mais tranquila. Eles parecem ter uma boa relação!

- Mas enfim pai, queria te apresentar a Lucy. Pode entrar Luce. -É L-U-C-Y!! Qual a dificuldade? Abafa! Foca!

- Olá querida! Prazer, me chamo Igneel. Meu filho me falou muito sobre você. -falou? Oque será que ele disse?

- O-Olá! M-meu nome é Luig- LUCY! -Kami-Sama, me ajude. Ver o Natsu segurando a risada estava me deixando puta! Tudo culpa dele.

 -Também é um prazer conhecê-lo. -completei com um sorriso gentil.

- Sente- se Lucy. -disse mostrando- me a cadeira. 

- Com Licença! 

- Então Lucy, me fale mais sobre você. -naquele momento eu olhei pro Natsu que estava do meu lado, e seu olhar também estava direcionado ao meu, oque me passou confiança, então eu continuei.

- Meu nome é Lucy Heartfilia, eu tenho 19 anos, sou formada em jornalismo e tenho pós- graduação em advocacia, mas o meu pai também é empresário, então durante um tempo eu estive ao seu lado no controle dos negócios então posso dizer que tenho uma certa noção e experiência nessa área. 

- Interessante! A senhorita fala muito bem, vejo que fez bom proveito do jornalismo.

- Sim. Eu gosto muito de escrever, isso acaba me ajudando bastante. -completei sorrindo. 

- Empresas Heartfilia, certo? -assenti -Já ouvi falar muito. Porém, como é uma empresa de moda, nunca fizemos nenhum tipo de contato.

- Entendo... 

- Não teve interesse em trabalhar com seu pai? Me desculpe a intromissão. 

- Não, tudo bem. Na verdade, eu nunca tive uma boa relação com o meu pai. E muito menos sou chegada em moda, ou seja, nunca tive vontade de fazer parte das empresas da minha família. Provavelmente quem irá assumir os negócios será o meu irmão. 

-Huum... entendo! Bom, não tenho mais perguntas, então... -Não faça suspense...- Está contratada srta. Heartfilia. Na verdade, já estava. Pelo oque o Natsu me disse, eu já soube que a srta. eu já soube que era de confiança. -eu não podia estar mais feliz! 

- Muito Obrigado! -e claro que não pude deixar de sorrir. 

- Ele te explicará tudo melhor, então boa sorte! 

- Obrigado sr. Dragneel! -disse lhe estendendo a mão quando já estávamos na porta, em vão, afinal ele me puxou para um abraço apertado. E não tenho do que reclamar, eu estava me sentindo ótima ali, e mal havia chegado.

- Seja bem vinda à Dragon Cars querida! E bem vinda à família Dragneel! 


Notas Finais


Vish... será que estou indo rápido demais com a aproximação dele pessoal? Oque vcs acham? Igneel zueiro 😍
Lucy vai trabalhar juntinho do Natsu! Oque acharam do capítulo? Estão gostando da fanfic? Hoje mesmo já pretendo postar o outro Ok? Beijos de Luz! 😘🤗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...