História Aquele cabeça vermelha - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charli, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Violette
Tags Amor Doce
Exibições 36
Palavras 1.595
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Magia, Policial
Avisos: Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello Juregs, mais um capítulo pra vocês, perdoe-me pelos erros de português ^^
Kissus, nos vemos lá embaixo♡♡♡

Capítulo 2 - Capítulo 2


[Aylla on]


-Não temos nada pra conversar.Agora abre essa merda que eu não tô afim de ficar nesse inferno.


(Castiel): Ay, para com isso.Sei que não quer ser grossa, só esta fazendo isso por eu ser sempre assim com você. -disse com um sorriso sarcástico no rosto.


-Não me chama pelo meu apelido, você não é íntimo meu.E para de achar que tudo é por sua causa Castiel.O mundo gira em torno de todos e não em torno de você. -revirei os olhos e empurrei a mão dele da fechadura da porta, então destranquei e ia saindo quando ele puxa meu braço e me virou para ele, me escostando na parede


(Castiel): Olha, da pra parar de ser criança?Age normalmente como antes, que saco!


Ví uma pessoa se aproximar, virei meu rosto e vi Nathaniel.


-Ai, graças aos céus você chegou, já estava quase dando na cara de alguém .-disse empurrando Castiel e puxando meu braço, indo até Nathaniel. -Me diz que tem uma folha pro Castiel ficar uma semana em casa .-falei baixo.


(Nathaniel): Deu uma risada .-Não, infelizmente não tenho essa boa notícia .-sorriu, acariciando meu cabelo.


Sinceramente, aquele sorriso me fazia derreter, era tão fofo o jeito que ele me tratava e como as vezes pegava em meu rosto, levantava e me fazia o olhar, sinceramente ele sim é um homem de verdade.


-Hum, uma pena .-sorri, dando um beijo em sua bochecha e um abraço nele, o olhando e vendo ele "coradinho", dando uma risada .-Nos vemos por ai, Sr.Representante fofinho .-sai da sala, dando um suspiro aliviado por ele chegar naquela hora.


Fui em direção ao banheiro com um sorriso no rosto, quando entrei ví wue Rosalya já estava enchendo o rosto de base.


-Querida você não cansa de fazer isso? .-dei uma risada, ficando ao seu lado.


(Rosalya):Olha só, me deixe, já que você não gosta, eu gosto .-riu .-Mas me conte o por que do sorriso bobo.


-Ah sei lá...Nathaniel é um fofo, ele trata todas as garotas bem, já percebeu?Até a Melody que vive atrás dele, mas ele é tão carinhoso, diferente de certas pessoas.E a irmã dele é tão diferente, insuportável é a palavra que define o que ela é.


(Rosalya):E esse sorriso é por causa dele? .-riu.


-Não idiota, é por outro motivo.Mas vamos deixar isso em silêncio.


(Rosalya):É sério que vai me deixar curiosa?Sou sua melhor amiga.


-É sim minha melhor amiga .-rio, passando as mãos em meu cabelo .-Ok, eu vou te contar.


(Rosalya): Pode começar, temos 30 minutos pra isso ainda.


-Sabe aquele nosso amigo, que nos abandonou? .-Ela assentiu .-Bom, eu recebi um E-mail do azulado, que ele voltaria a estudar aqui, então...É melhor  não gastar seu preciso dinheiro porque ele disse que quando chegar, vamos ao shopping.


(Rosalya):Eu já sabia disso ^^ .-riu.


  -Você não me contou?Sua...Vaca.


(Rosalya): Você ficou lá com o tomate...Aliás, como ficou a história com ele?


-Ficou como estava, eu sem falar com ele.Até que o abençoando do Nathaniel chegou e me salvou daquela criatura chata .-digo saindo junto à ela do banheiro e indo para a sala.


(Rosalya):Bem que ele mereceu esse vácuo, pra parar de ser chato.


Ví que Castiel estava na porta da sala, dei um longo suspiro.Parando no meu armário e o abrindo.


-Eu acho que não tenho sorte em gostar de pessoas .-digo pegando meu livro de ciências.


(Rosalya):Você tem, o problema é que o Castiel...Bom, você sabe.


-Olha, não vamos falar em pessoas que não vale a pena .-digo indo em direção à sala.


                *        ~        *


Estavamos na aula de ciências e a professora resolveu formar duplas para um trabalho, eu estava torcendo pra ficar com alguém agradável.


(Delanay): Bom...As duplas são: Melody e Iris, Lysandre e Rosalya, Charlotte e Ambre, Peggy e Bia, Castiel e Kentin e por último e não mais importante, Nathaniel e Aylla.


Dei um sorriso e um suspiro aliviado, vendo Melody jogar um olhar mortal pra mim, fiz um coração com a mão para ela, dizendo "não se preocupe, ele é seu" baixinho.Ela revirou os olhos e riu.


Castiel, parecia que tinha fogo nos olhos, eu agradeci mentalmente a professora por ela ter me colocar com o Nathaniel e não com outra pessoa.


(Delanay):A experiência vai ser o seguinte:Eu vou colocar algumas coisas em quatro potes, A,B,C e D.Um de cada dupla, vai ficar vendado e o outro, vai aproximar o líquido do nariz da pessoa para que ela ou ele, sinta o cheiro.Vão fazer uma tabela com as letras "A,B,C e D" em vertical, na horizontal vão colocar o que a pessoa sentiu e depoia vou corrigir, pra vê se está certo.


Todoa concordaram e Nathaniel disse que queria ser vendado, eu o vendei assim que ela deu algo para vendar ele.


Nas outras duplas, Lysandre ficou vendado e Rosa com o líquido, Kentin vendado e infelizmente Castiel não, os outros não interessam muito.


Me sentei perto de Nathaniel, colocando o líquido perto de seu nariz.Ele sinceramente era bem esperto em ciências.


(Nathaniel):Eu acho que é Alcool .-me disse baixo e assim anotei.


Ela colocou o outro em minha frente ao rosto de Nathaniel, dei uma risada enquanto ele tentava coloca o cabelo que estava incomodando, pra cima, peguei em seu cabelo e coloquei pra cima.

-Melhorou? .-disse aproximando o líquido de seu nariz.


(Nathaniel):Sim, obrigada .-sorriu .-Acho que isso é...Água ;-;


-Tudo bem .-sorrio e anoto, o encarando por um tempo .-Nath, posso te fazer uma pergunta?


(Nathaniel):Claro, pode perguntar.


-Melody me perguntou, se aceitaria sair com ela neste sábado .-sorri, vendo ele corar, eu sabia que ele gostava dela, mas tinha vergonha de falar.


(Nathaniel):É...Se ela quiser mesmo, eu aceito .-sorriu.


               *          ~        *


Já tinhamos feito a experiência e como sempre, Nathaniela acertou tudo.


Eu estava saindo junto ao Nathaniel abraçados, dei um beijo em sua bochecha, ele agora iria para o grêmio.Então esperei a Melody sair da sala.


-Melody... .-disse assim que ví ela saindo.


(Melody): O que é?Vai me dizer que Nathaniel te pediu em namoro? .-disse e saiu andando.


Eu segurei o braço dela e revirei os olhos.


-Eu disse que você.queria sair com ele e ele disse sim, já fiz metade do trabalho.Agora faça o resto .-suspirei.


Ela abriu um sorrisão, dando um suspiro aliviado.


(Melody):Obrigada, eu nunca ia ter coragem .-saiu quase saltitando pelo corredor.


Dei um suspiro, entrando novamente na sala pra pegar minha mochila e vi Castiel vindo em minha direção e eu revirei os olhos, já não havia ninguém no laboratório e eu me arrependi de ter ido pegar minha mochila.Ele me puxou e me pegou no colo, me colocando sentada na bancada, foi um movimento tão rapido que eu nem consegui impedir.Ele apertou com força minha cintura, fazendo eu soltar um gemido de dor.


(Castiel):Você é minha, entendeu? .-apertou mais minha cintura.


-Castiel, está me machucando .-digo baixo, tentando tirar as mãos dele da minha cintura.

(Castiel):Você não respondeu minha pergunta .-disse com um olhar de ódio.


Senti alguém pegar no ombro do Castiel, fazendo ele soltar minha cintura.


(Castiel):O que está fazendo aqui Lysandre? .-disse o olhando.


(Lysandre):Você estava demorando e vim ver se estava tudo bem.Mas, isso não é jeito de tratar uma dama.

-Obrigado por chegar agora Lys, achei que ele iria quebrar minha cintura .-digo o empurrando, descendo da bancada e indo até o Lysandre, ficando atrás do próprio.


(Castiel):Só estava dizendo que ela é minha, que não deve sair abraçando o Nathaniel por ai.


(Lysandre):Vocês dois estão namorando .-disse me puxando pra sua frente, acariciando meu cabelo.


-Não, de jeito algum.


(Lysandre):Então ela não é sua Castiel, se vocês tivessem algum compromisso, do mesmo jeito, não poderia dizer que ela é sua.


Castiel saiu bufando da sala, indo pra algum lugar que eu nem quero saber, então me virei para o Lysandre e levantei a cabeça, o encarando.


 -Obrigada Lys.


(Lysandre):Não foi nada, mas não o trate como ele lhe trata, ele não quer ser magoado novamente pela garota que ele gosta.Ele pediu para eu não contar, mas, seria uma coisa inconveniente da minha parte, sabendo que você também gosta dele.


Arregalei os olhos e corei quando ele disse que eu gostava dele.Não sabia que ele sabia disso.


 -Mas...Ele gosta de mim? .-disse com um sorrisinho no rosto.


(Lysandre):Sim, ele gosta.Ok, eu vou indo, se cuide e fale com ele, talvez ele se acalme.


 -Não sei Lys, eu não prometo nada.Mas vou tentar falar com ele.


(Lysandre):Algumas pessoas merecem uma segunda chance .-deu um sorriso e saiu da sala.


Eu levantei um pouco minha blusa, vendo o hematoma que ele deixo e dei um suspiro, pegando minha mochila e saindo da sala


                          *         ~          *


As últimas aulas passaram voando e quando acabou, eu vim direto para casa, não queria falar com Castiel, ainda, ele ainda não aprendeu a tratar uma pessoa normalmente e não como um animal.


Sai dos meus pensamentos quando ouvi alguém bater na porta do meu quarto, provavelmente era meu pai, ele devia ter chegado de viagem.


(Rômulo): Querida, posso entrar? 


 -Pode sim, pai .-pausei a música que estava ouvindo e tirei os fones, me sentando na cama.


(Rômulo):Estou entrando .-abriu a porta e sorriu, vindo até mim .-Como está na escola?


 -Está regular .-dou de ombros.


(Rômulo):Como assim "regular"? .-disse se sentando ao meu lado.


 -As mesmas coisas, mesmas pessoas e...Mesmos idiotas.


(Rômulo):Algum garoto fez algo com você? .-levantou uma sobrancelha.


 -Não .-suspirei.


Eu não iria falar para meu pai que Castiel quase arrancou minha cintura fora, se não daria uma treta foda, então preferi guardar aquilo só pra mim, já que meu pai faria de tudo pra diretora expulsar Castiel de lá.


(Rômulo):Urum, sei.Sabe que se estiver mentindo pra mim, eu vou descobrir né?


 -Pai, não estou mentindo .-revirei os olhos.


Nós ficamos conversando por mais um tempo até ele sair do meu quarto, eu me deitei novamente e olhei o relógio, colocando o celular do lado e adormecendo.


Notas Finais


Hey Juregs ^^ Obrigado por lerem até o final e agredeço desde já aos favoritos.
Kissus, nos vemos no próximo capítulo♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...