História Aquele Garoto - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Exibições 71
Palavras 1.208
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Fantasia, Ficção, Josei, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem.... Eu quero pedir mais uma vez que deixem seus comentários falando o que acharam, sério gente isso é muito importante pra mim

Vou parar de enrolar e deixar vocês lerem

Capítulo 3 - A História de Theo


Fanfic / Fanfiction Aquele Garoto - Capítulo 3 - A História de Theo


Oito meses antes : 


- Graças a deus aqueles desgraçados dos meus pais saíram... Não agüentava mais eles aqui...


Theo estava em casa após a aula falando sozinho e agradecendo por seus pais não estarem em casa -a relação entre eles nunca fora boa - e três figuras estranhas e assustadoras usando máscaras entraram em sua casa. Quando o garoto viu aquilo começou a correr sem parar e se trancou no seu quarto, porém os três estranhos atravessaram a porta de alguma forma que Theo não conseguia entender, o garoto gritou, mas foi um esforço insuficiente, dois dos estranhos o seguraram e o terceiro injetou algo nele, tudo foi escurecendo mas Theo ainda escutou uma última frase vinda não só se um, mas sim dos três, e com uma voz estranha como um modulador de voz estragado : 


- Nós somos os Dread Doctors... - E então Theo apagou. 


Theo acordou em uma sala estranha que ele nunca havia visto. Ele estava amarrado em um tipo de maca cirúrgica, algo estava sendo injetado em suas veias e ele sentia algo estranho nas mãos porém não conseguia ver o que eram, os Dread Doctors apareceram novamente e o tiraram daquele lugar, o levaram até uma cela que tinha um garoto junto. Theo o olhou e perguntou :


- O que eles são ? O que fizeram comigo ? - E então olhou para suas mãos, agora sabia exatamente o que tinha nas suas mãos, eram garras.


O garoto olhou para ele e suspirou começando a falar : 


- Somos experimentos... Eu fui a primeira cobaia e você foi a segunda... Eles provavelmente virão aqui me pegar daqui a pouco para fazer algo comigo afinal eu fui rejeitado. 


Theo não estava entendendo mas quando foi perguntar algo o garoto começou a sangrar pelo nariz, mas não era sangue, aquilo era um tipo de metal líquido ou algo do tipo e pediu : 


- Me mata logo ! Por favor, eu imploro, você precis... - E então Theo cravou suas unhas diretamente no coração do garoto. 


Theo olhou para os olhos do garoto que há pouco havia conhecido, ele viu a luz se esvaindo dos olhos do garoto e aquilo foi uma sensação... Ótima para ele. Ele queria fazer aquilo denovo e denovo mas estava preso ali. 


Semanas Depois :
Theo foi solto pelos Drad Doctors que disseram que iriam usá-lo alguma hora e que ele sempre seria uma criação deles. Theo assentiu e foi para casa, a polícia estava à sua procura e quando ele chegou em casa dois policiais estavam na porta conversando com seus pais, Theo simplesmente passou por eles e sorriu falso. 


- Eu estou bem... Podem ir embora, se quiserem !

 
Os policiais fizeram algumas perguntas a mais para Theo que respondeu curto e grosso e subiu para o quarto. Com sua nova audição sobrenatural ele ouviu a porta sendo fechada e passos subindo a escada, sua mãe e seu pai entraram no quarto perguntando "preocupados" : 


- Onde você estava ? O que estava fazendo ? por que não... 


Theo riu e seus olhos brilharam. Durante as semanas na cela ele acabou praticando suas habilidades novas. Quando seus pais viram ficaram com medo e Theo apenas disse mostrando os dentes caninos : 


- Saiam agora ! 


Seus pais saíram mas logo voltaram, porém agora com facas e uma tesoura, seu pai foi para cima do garoto que apenas aparou o movimento e rasgou a garganta do pai, em seguida foi bem devagar até sua mãe e a sufocou até que todo o seu fôlego fosse embora. Theo depois de perceber aquilo que fez deu um sorriso e falou : 


- Finalmente fiz uma coisa que eu queria fazer há muito tempo... - E assim ficou claro, Theo havia matado seus pais e fugiu. 


Com o tempo Theo queria mais poder e descobriu que conseguiria roubar o poder de qualquer um causando dor e matando o portador do poder, porém o que ele conseguia era pouco e ele resolveu procurar algo mais. Theo encontrou um ancião que contou para ele que existia um jeito de ele conseguir o poder que procurava, ele deveria roubar o poder do garoto possuído pelo Nogitsune, se ele fizesse isso teria o poder que tanto sonhava. Com isso Theo matou o ancião e partiu para Beacon Hills atrás do tal garoto, ele não demorou para encontrar o garoto, era fácil perceber onde o Nogitsune havia passado e com isso ele encontrou o que precisava, a identidade do garoto possuído.


Naquele dia :


Chegando ao garoto ele percebeu que o Nogitsune havia sido banido do corpo daquele nerd idiota, havia chegado tarde demais. Porém Theo não era do tipo de pessoa que desistia fácil, ele resolveu tentar conhecer o garoto e ver se não conseguia algo sobre o Nogitsune, e conseguiu. Naquele momento que o garoto o socou ele percebeu que havia um traço do Nogitsune que ainda lutava para voltar, ou poderia também ser apenas um outro lobisomem, sendo ou não o Nogitsune ele iria descobrir e pegar aqueles poderes. Theo perseguiu Stiles até o corredor de entrada da escola então o garoto gritou com ele falando que ele era apenas um humano, Theo então tirou suas dúvidas, Stiles estava sim com um pedaço do Nogitsune querendo ser libertado e ele de algum jeito iria fazer isso. Theo precisava parecer uma pessoa preocupada e que queria ajudar Stiles, por isso o abraçou e logo foi interrompido pelo garoto :
 
-  Por que você me abraçou ? - Perguntou Stiles 


 Theo demorou um pouco para responder mas sorriu e o fez :


- Por que você parecia estar precisando.... 


Stiles deu um sorriso e eles foram interrompidos pelo sinal, muita gente saiu das salas em poucos segundos. Stiles olhou para Theo e suspirou, agradeceu com um sinal de cabeça e deixou Theo ali, sozinho mas sabendo que iria ter a confiança de Stiles com facilidade.... ou não ! 


Theo não era o tipo de pessoa amigável, ou que gostasse de alguém. Ele fazia de tudo para conseguir o que queria e não parava até conseguir, era tão bom ator que poderia chorar sem fazer esforço nenhum a hora que quisesse. Ele conseguia entrar na mente das pessoas de um jeito que elas mesmas achavam que estavam erradas e ele estivesse correto. Theo não desistiria de conquistar o poder do Nogitsune, ele precisava conhecer mais Stiles para conseguir seus pontos fracos e um jeito de conseguir fazer o Nogistune se libertar. No final da aula, Theo procurou Stiles, precisava de alguma desculpa para sair com ele e descobrir mais alguma coisa, ele procurou em todo o colégio até que foi até a biblioteca e Stiles estava lá pegando um livro. Theo foi até ele e falou :


- Você é bom em Química ? 
 
- Sou um pouco, por que ? - Respondeu o garoto


 - Poderia me ajudar com a matéria ? Eu não estava estudando até vir para essa escola desde o início do ano então perdi muita matéria... - Inventou Theo


- É... tá bom... Pode ser na minha casa amanhã depois da aula ?


- Claro, marcado então ! - Ele falou e saiu indo para fora do colégio.
 

 


Notas Finais


Ta aí, desculpa pela demora pra postar o capítulo, eu estava colocando as idéias em ordem pra poder postar o capítulo.

Obrigado por lerem, comentem por favor e até o próximo !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...