História Aquilo que Odiava - Capítulo 1


Escrita por: ß

Postado
Categorias Durarara!!
Personagens Izaya Orihara, Shizuo Heiwajima
Tags Shizaya, Stotch
Exibições 19
Palavras 368
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fluffy, Shonen-Ai, Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hiya! -como se faz notas do autor eu esqueci e-
Da série: Eu simplesmente cheguei em mim no espelho e falei: "Eu quero escrever uma fanfic shounen-ai" e eu me respondi tipo "beleza", olha no que deu.
Créditos para o dicionário antigo para caramba que só tem até a letra "s" que encontrei na minha estante. Eu falaria o nome dele mas tá sem a capa e as folhas da frente também (kkkkjk).
Pra finalizar, como eu sempre digo (eu acho):
— História inspirada numa coisa chamada "meus gostos", nem vem que não tem.
Enjooy~

Capítulo 1 - Capítulo Único


"Ódio, s.m. 1. Rancor que se sente por outrem; 2. aversão; repulsão; 3. antipatia; desprezo." 

Era isso, e muito mais, que Shizuo sentia em relação ao moreno de vestimentas pretas e sombrias, sempre destacando a plumagem no seu capuz e mangas.  

Izaya Orihara, apenas uma pulga cravada em sua pele, que tanto o incomodava. Bem pequena, mas podia causar um dos maiores estragos. 

Odiava o jeito de seu falar, cheio de provocações e sarcasmo. 

Odiava o seu jeito de andar, sempre dando quase impercebíveis saltinhos, movendo seus braços esparramados pelo ar com seu olhar orgulhoso. 

Odiava suas risadas desnecessariamente altas e irônicas, provavelmente tirando sarro de si, especificamente de sua paciência inexistente. 

Odiava quando o ouvia lhe chamar de nomes, daquilo que tentava tanto fugir, mas o moreno vivia e vivia o lembrando. 

Odiava estar em sua presença, seja sentindo contato, sentindo seu cheiro, sentindo o ar dos pulmões do rapaz bater em sua pele. 

E o que mais odiava, era que não estava conseguindo mais viver normalmente sem estar ao lado do rapaz, sem tudo isso que "tanto" odiava. 

Odiava saber que Izaya nunca se sentiria dessa forma com ele. 

Odiava saber que estava com um relacionamento não correspondido. Que o loiro estava com seu coração, antes de pedra, quebrado. 

Odiava ter medo do informante sentir nojo de si depois de se confessar a ele e se afastar, não aceitaria o fato de estar longe dele. 

Odiava não se sentir amado. 

"Amor, s.m. 1. Afeição acentuada de uma pessoa por outra; 2. grande amizade; 3. apego as coisas; 4. (sobrecomum) pessoa amada." 

Era isso, e muito mais, que Shizuo sentia em relação ao moreno de vestimentas pretas e sombrias, sempre destacando a plumagem no seu capuz e mangas. 

Izaya Orihara, apenas uma pulga cravada em sua pele, que era aquele que ia sempre esperar por. Bem pequena, mas mexia seu coração mais do que qualquer um. 

Ele sempre estaria em sua cabeça, seja quando estivesse trabalhando ou prestes a dormir. O esperaria, mesmo que só fosse para ficar com ele apenas em outra vida. 

Amava o fato de se encontrar frequentemente com ele nas ruas de Ikebukuro. 

Odiava o fato de não poder chegar mais perto dele. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...