História ARC V- O inicio - Capítulo 12


Escrita por: ~

Exibições 35
Palavras 1.713
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estou de volta pessoal! Meses depois eu voltei com mais um cap! Sem note não da pra escrever ne? Ficou muito difícil, mas consegui ele de volta! Agora vamos ao cap! Hoje conheceremos a irmã do protagonista!

Capítulo 12 - Amor e Odio


Fanfic / Fanfiction ARC V- O inicio - Capítulo 12 - Amor e Odio

Ajimu: Nataly?

Blue: quem é essa agora?

Yuzen: por mais que eu deteste admitir eu não sou a encarnação mais forte do Yuya, é a Nataly a encanação do amor.

Blue: amor e ódio, porque não estou surpresa? E logo no dia dos namorados.

Ajimu: não sei como cabe tanta gente aqui dentro, mas falando sério ela é mais poderosa que você?

Yuzen: tanto que ela uma vez me deu uma surra tão grande que me boto em coma por um mês inteiro, mas ela não costuma falar com o Yuya ela fica bancando a nômade e vive viajando aqui dentro.

Dawn: mas como vamos acha-la?                                            

Yuzen: do QG da pra achar ela.

Blue: QG?

Yuzen: sim! É onde fazíamos reuniões, tá pensando oque? Aqui temos regras!

Ajimu: aposto que quebrou todas.

Yuzen: regras existem para serem quebradas, vamos!

Quando eles saem, percebem que as portas que estavam em volta estavam mudando de cor.

Yuzen: tudo está sendo reescrevido! Temos que andar rápido!

As garotas começam a desaparecer.

Blue: o que está acontecendo com a gente?!

Yuzen: só encanações podem estar aqui dentro, ele está acordando sozinho! Lidem com ele lá fora enquanto eu cuido das coisas aqui dentro!

Elas desaparecem completamente.

Yuzen: porque será que ele só me dá trabalho?

Ele corre para o norte.

Do lado de fora.

Ajimu: voltamos!

Quando as três olham para a cama hospitalar, viram Nanomi dormindo do lado de Yuya mais uma vez.

Ajimu: essa aproveitadora.

Dawn: pelo menos só estão dormindo.

Ajimu: espero que ela tenha feito só isso mesmo.

Blue: vejam!

Yuya começa a abrir seus olhos aos poucos.

Ajimu: está se sentindo bem?

Yuya: sim estou, mas não deveriam ter se preocupado.

Diz ele secamente.

Ele olha para o lado e vê Nanomi dormindo.

Yuya: o que ela está fazendo aqui?

Blue: digamos que ela ti fez companhia enquanto estávamos na sua cabeça.

Yuya: não me enrole garota, o que fizeram aqui dentro?

Dawn, Ajimu e Blue se entreolham.

Dawn: foi seguinte...

Yuya: Dawn você me causa tanto problema garota estupida, o que exatamente tinha na sua cabeça pra interferir na memória?

Dawn: não sei, eu agi sem pensar.

Diz ela de cabeça baixa.

Yuya: que burrice, eu devia ter feito essa maldita viagem sozinho, mas e agora como eu vou me livrar desse problema em que me meteram?

Ajimu: de acordo com o Yuzen só a Nataly pode resolver isso agora.

Yuya: é melhor ele correr e bem rápido, porque se minhas memorias estão sendo reescrevidas as encarnações também sofreram as consequências.

Ajimu: ele disse pra cuidarmos de ti enquanto ele tenta encontrar a Nataly.

Yuya: vou andar um pouco, não venham atrás de mim.

Ele se levanta da cama, retira o acesso da sua veia e sai.

Ajimu: atrás dele!

Blue: mais e a Nanomi?

Ajimu: deixa ela ai, ela parece estar tendo um ótimo sonho. Tá até babando.

Dawn: eu vou ficar aqui, eu sou a culpada é melhor eu nem me meter mais.

Blue: a escolha é sua.

Elas saem correndo do quarto.

Ajimu: pra onde ele foi?!

???: se estão procurando por um garoto que parece uma arvore de natal ele saiu do hospital já faz um tempo.

Diz um senhor de sobre tudo que estava lendo um jornal, seu rosto não podia ser visto e sua voz era fraca.

Ajimu: obrigado!

Elas se retiram.

???: pessoas tão ingênuas, pensão que ajudam, mais atrapalham.

Ele retira sua roupa e se revela Yuya.

Yuya: tsk, eu avisei para não me seguirem garotas chatas.

Desaparece pouco tempo depois.

Dentro dele.

Yuzen: já posso ver o QG!

Yuzen estava a alguns metros de uma fortaleza enorme.

Quando ele chega ao portão do mesmo começa a procurar algo no seu bolso.

Yuzen: tem que estar aqui em algum lugar... Bingo!

Ele tira uma chave enferrujada.

Yuzen: espero que funcione.

Ele insere a chave num buraco no meio do portão e o meu abre lentamente.

Yuzen: isso!

Ele corre para dentro.

Do lado de fora.

Yuya: eu preciso ir logo para Kalos não posso mais perder tempo nessa viagem estupida, mas primeiro Cerulean.

Ele vai para a saída norte da cidade e se encontra na frente de uma caverna.

Yuya: o MT Moon, porque eu perderia meu tempo nessa caverna seu posso abrir um caminho?

Ele uma espada parecida com uma chave aparece na sua mão e ele corta a montanha ao meio numa onda de energia amarela.

Só que se podia ver era vários Zubat, Onix, Clefairy e Geodude fugindo morrendo de medo do monte de poeira e pedras caindo em todos os lugares.

Yuya: Pokémon... Ferramentas dos humanos, não passam disso, tão desprezíveis quanto seus mestres, deviam estar mortos.

Ele atravessa calmamente o cenário destruído.

Na cidade de Pewter.

Blue: droga não achamos ele em lugar nenhum!

Ajimu: pensando numa coisa, aquele senhor era bem suspeito, ele não estava lá quando entramos e ele só apareceu depois que o Yuya saiu.

Blue: aquele era o Yuya! Como eu pude me deixar enganar?! Eu sou uma mestra dos disfarces!

Ajimu: ele deve estar indo para Cerulean!

Elas correm para a saída mais ao norte da cidade.

Dentro da mente do Yuya.

Yuzen: esse lugar tá um lixo, faz muito tempo que não fazemos uma reunião, agora é só ir a sala de controle.

Ele avança mais e chega a uma sala cheia de computadores.

Yuzen: aqui estamos, mas será que ainda estão funcionado?

Ele vai ao computador que estava mais ao centro e aperta uma tecla aleatória.

As luzes da sala acendem.

Yuzen: ótimo agora só inserir alguns códigos e eu vou triangular a posição dela.

 Alguns segundos depois.

Yuzen: ti achei!

Do lado de fora.

Ajimu e Blue ficam abismadas com o estado do MT Moon.

Ajimu: foi ele que fez isso?

Blue: ele não está com muita paciência, está?

Elas seguem ele.

Voltando a Yuzen. Ele já estava muito longe do QG.

Yuzen: ela está a alguns minutos daqui.

Quanto mais longe ele ia, conseguia ver uma tenda, junto de vários equipamentos.

Quando Yuzen chega no acampamento é parado por uma figura encapuzada.

???: não tem nenhum assunto aqui vá embora.

Yuzen: preciso ver a Nataly!

???: como eu disse antes vá embora, não deveria estar aqui.

A figura se vira e anda.

Yuzen: mas é sobre o Yuya!

Ela para.

???: o que ouve?

Yuzen: a Dawn ela interferiu numa memoria base... Com a Rin.

???: porque não disse logo?!

A mesma retira o capuz.

Yuzen: Nataly?! Achei que fosse um daqueles seus robôs humanoides.

(imagem da capa)Nataly: Yuzen que desprazer em velo, sabia que aquela Dawn era meio imprudente, mas isso foi uma idiotice completa.

Yuzen: é, é, é! Todo mundo já chamou ela de burra hoje. Agora preciso que você resolva a confusão! Vai ajudar ou não?

Nataly: é claro que sim!

Yuzen: então o que tem ai pra reiniciar a mente do Yuya?

Nataly: a invenção de hoje, é um protótipo! Dê uma olhada!

Diz mostrando uma bomba de tamanho médio.

Yuzen: vai explodir a cabeça dele?!

Nataly: claro que não sua anta! Isso é uma bomba temporal! Vai fazer a memória voltar no tempo e impediremos a Dawn de interferir. 

Yuzen: isso vai funcionar?

Nataly: com quem pensa que está falando?! Eu sou Nataly! A maior super gênio que existe! É claro que vai funcionar!

Yuzen: você tá falando igual ao Cid.

Nataly: vamos subir na Enterprise versão 2.0!

Yuzen: plagiou até a invenção do Cid, mas eu estou curioso sobre o 2.0.

Nataly: agora vem com banheira de hidromassagem e Wi-fi pra ver Netflix!

Yuzen: banheira de hidromassagem e Wi-fi? E como isso ajuda a gente?! Sua maluca!

Nataly: maluca?! O maluco aqui é você me chamando de maluca!

Yuzen: um maluco reconhece o outro.

Nataly: se tá querendo apanhar oh arvore de natal mutante?!

Yuzen: me chamou de que?!  

Nataly: too morrendo de medo do berserk, pode vir que eu aguento.

Disse provocante, chamando ele com o seu dedo.

Yuzen: Haaaaaaaa!

Ele tenta acerta-la com um soco, porem ela passa por ele e quando ele olha para onde ela estava, a mesma segurava o seu coração.

Nataly: quanta vezes já lhe disse? Não tente me desafiar se não ás consequências serão graves.

Yuzen: desgraçada.

Ele cai no chão incapacitado.

Nataly: devia respeitar sua irmã mais velha.

Ela arrasta o corpo dele para a tenda.

Pouco tempo depois um terremoto toma conta do local, um buraco gigante se abre no chão e um barco enorme com hélices alça voo.

Nataly: Enterprise versão 2.0 operando! Zarpar!

Enterprise começa a ganhar velocidade, mas alguns segundos depois cai.

Nataly: droga! Cid me passou o projeto errado! Eu mato aquele velho!

Yuzen: que falha colossal irmãzinha.

Nataly: como foi que se levantou? E eu não cometo falhas! Só uns errinhos aqui e acola.

Yuzen: tsk, sabe que arrancar o meu coração não adianta de nada.

Nataly: alguém que só faz mal as pessoas realmente não precisa de coração, me leve a porta em que entraram agora.

Yuzen: tsk, você não manda em mim.

Yuzen sobe na Enterprise segura o braço da Nataly e os dois somem.

Do lado de fora.

Yuya já estava na entrada de Cerulean, mas escuta duas vozes de longe chamando seu nome.

Yuya: vocês duas!? Eu mandei não virem atrás de mim! Querem morrer?!

Ajimu: pare Yuya! Se continuar desse jeito pode acabar morrendo nas mãos do Mewtwo!

Blue: ela está certa seu idiota! Porque não volta a ser o que era?!

Yuya: e porque eu deveria?! A opinião de vocês não significa nada para mim! Humanos são seres corruptos que deveriam ser exterminados da existência! Quando menos se espera eles ti apunhalam pelas costas! E ti empurram direto pro desespero!

Diz irritado.

Ajimu: é como ouvir o Berserk falando, mas se era uma luta que está querendo eu vou te dar uma! Você sempre dizia pra mim que algumas pessoas só se entendem lutando, então pode vir!

Diz entrando em posição de luta e o encarando com um olhar desafiador.    

Blue: não pode estar falando sério! Nós somos amigos não deveríamos brigar!

Yuya: não quero ouvir suas baboseiras humana! Sé essa entidade quer me desafiar então que seja! Ninguém entra no meu caminho e sai vivo pra contar a história!

FIM DO CAPITULO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


espero que tenham gostado! E desculpe a demora!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...