História Are you afraid? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Mark
Tags Bambam, Jackbam, Jackson, Jaebum, Mark, Markson
Exibições 72
Palavras 845
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Shonen-Ai, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olha.... é realmente a primeira vez que faço uma historia desse tipo, espero que gostem
E sejam gentis nas criticas, sim?
Obrigada
e Boa leitura ♥

Capítulo 1 - A Aposta


Fanfic / Fanfiction Are you afraid? - Capítulo 1 - A Aposta

- Nunca mais faço aposta alguma com Jaebum! – Reclamei. - Se eu morrer faça-me o favor de mandar meu cadáver para aquele babaca.

- Chega de drama, Jackson. Só iremos dar uma volta e vamos embora. Aliás, quem propôs a aposta foi você! E me colocou no meio ainda por cima.

- Depois não diga que não avisei! – exclamei, irritado.

- Tão ingênuo, Jackson. – Falou, sem expressão alguma.

Já caminhávamos a algumas horas, com pequenas pausas para descanso. A cada passo que dávamos, a paisagem se tornava extremamente morta. Árvores secas, plantas murchas, nem o Sol aparecia, parecia aqueles cenários de cemitério em filmes de terror, até dava para ver ao longe as lápides.

- Jackson! – Bambam exclamou, fazendo-me olhar confuso para ele. – Chegamos, seu tapado!

Olhei à minha volta, estávamos em frente a um casarão antigo, com uma larga escada que levava até a grande porta-dupla de madeira. E sinceramente? O estado estava deplorável.

Os corrimãos estavam quebrados e empoeirados, a tinha descascada, várias janelas quebradas e um grande buraco na porta.

- Mas nem fudendo. – Exclamei, correndo para trás de Bambam.

- Seja homem, Jackson Wang! – Exclamou, bufando em seguida, começando a caminhar para a morte (opa, casarão).

- Nhé, nhé, nhé, “seja homem, Jackson Wang”, falou o machão. – Seguia atrás dele, praguejando baixo.

-Estou ouvindo, idiota. – Bufou novamente.

- Aposto que você vai ser o primeiro a morrer, babaca. – Assim que terminei a frase, um estrondo se fez presente.

Nem precisop dizer que Bambam quase pulou no meu colo, né? Só não pulou no meu colo pois eu já havia pulado em cima dele. Como minha mãe diria: O sujo falando  do mau lavado.

- Jackson, nunca mais fale aquilo, por favor. – falou, ainda se recuperando do susto.

- Jaebum deve estar aqui. – Acusei, novamente irritado.

- Relaxa, Jackie. Os cagões que sempre são os primeiros a morrer. – Falou novamente sem expressão alguma ou qualquer emoção em sua voz. Ele pode ser meu melhor amigo, mas ele me assusta.

- Bammie, desc...

Abruptamente, as luzes se apagaram, fui jogado de bruços no chão, enquanto ecoava o grito estridente de Bambam chamando por mim, cada vez mais longe, e por mais que tentasse levantar, algo me mantinha preso ao chão, como se me puxasse. Eu estava em pânico, precisa ir atrás de Bambam.

Assim que as luzes acenderam novamente e percebi que Bambam realmente tinha sumido e não era só uma brincadeira, comecei a correr pelo casarão, chamando por seu nome, até que uma porta em especial me chama a atenção, por que de todas, ela era a única com a luz acesa.

Estranhei, pois já tinha passado em frente àquela porta (sim, acho que eu estava andando em círculos) e antes estava apagada. Forcei-a, pois a mesma estava com as dobradiças enferrujadas. Quando entrei, antes de olhar à minha volta, a porta fechou com um baque alto. Nem tentei abri-la, já que provavelmente estaria trancada.

Me virei para frente e vi uma penteadeira com o espelho totalmente quebrado e uma poltrona rasgada.

- Eu ‘to tão ferrado e... PUTA QUE O PARIU!

Dei  um salto de 3 metros para trás quando olhei para o lado e em cima de uma cama (num estado tão deplorável quanto a casa inteira) havia um garoto ruivo, sentado no centro do móvel, com as pernas encolhidas contra si, com expressão alguma no rosto, LITERALMENTE, NENHUMA.

-Faz tempo que não vejo alguém. – Falou, sem emoção alguma na voz, fazendo-me prestar atenção no garoto. Qual é a dessas pessoas? Já não basta o Bambam me dar cagaço, agora um garoto com face angelical também me assusta, não deveria ser o contrario?

- Você está perdido? – Perguntei, desconfiado.

- Você está? – Rebateu, com o mesmo tom de voz de antes.

Pigarreei, envergonhado e fui direto ao assunto que importava.

- Olha...

- Mark.

- Mark? Oh, Mark. Meu amigo… Ele sumiu e…

- Muitas pessoas somem, todo dia.

- Quer parar? – Quando vi que o mesmo ficaria quieto, continuei. – Obrigado. Enfim, você me ajudaria a procurá-lo?

- Eu ajudo. – Falou com certo tom cabisbaixo.

Caramba. Ele me assusta.

-Certo, vamos.

E tenho certeza que antes de virar-me e abrir a porta (que abriu com uma enorme facilidade... Nunca pensei que seria otário, fui otário), juro que vi a sombra de um sorriso malicioso em seus lábios.

- Você sabe como morreram os antigos donos dessa casa? – Falou ele, enuqnato caminhávamos em direção à sala de estar. – Qual seu nome?

- Ah... Jackson?

- Jackson. – Falou como se provasse meu nome em seus lábios, como um delicioso vinho.

- Eu... Não, não sei.

- Quer que eu te mostre?

Olhei-o confuso, o mesmo me virou bruscamente para frente, E eu fiquei tão atônito que não consegui esboçar reação alguma.

Bambam estava ao chão da lareira com o peito despedaçado e o coração para fora da caixa toráxica, envolto numa poça escarlate. Olhei acima da lareira e havia uma pintura da antiga família. Eu tava ferrado. Eram os donos da casa, Era uma pintura de Mark.

- Acredita em fantasmas, Jackson?


Notas Finais


Ahhh digam se gostaram ou não, já aviso que n sei dizer coisas fofas, só mandar um monte de corações
ENFIM.
Espero de todo o coração que tenham gostado~~Ahh ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...