História Arma final de Atena - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Artemis, Atena, Percy Jackson
Visualizações 89
Palavras 1.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Luta, Romance e Novela, Shounen
Avisos: Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Décimo terceiro capítulo já, quase cem páginas de história hahaha. Nunca achei que chegaria a escrever tudo isso e penso em criar muito mais ainda. Boa leitura...

Capítulo 13 - Help Me


Percy caminhava devagar em direção a seu sofá, onde tentaria descansar pelo resto de madrugada que lhe sobrara. Ao se deitar, não foi necessário muito tempo para que caísse nos braços de Morfeu onde, felizmente, não teve que passar pelo mesmo corredor que o aterrorizava à alguns dias. As garotas, em torno de nove e meia da manhã, levantaram da cama sentindo as energias recuperadas e logo notaram que o menino continuava apagado no mesmo local em que deitara.

— Acordamos ele?... — Perguntou Phoebe, olhando para a mais velha.

— Não… deixe que durma mais um pouco… ele não conseguiu dormir por causa dos pesadelos… — Informou Zoe, surpreendendo a mais nova por saber do ocorrido. — Se falar algo eu corto sua língua… — Terminou, com o olhar feroz que não permitia que a mais nova dissesse nada a respeito.

Você é realmente interessante Percy… primeiro conseguiu sobreviver a uma conversa com Lady Ártemis… e agora está conseguindo a afeição da Tenente das Caçadoras… — Pensou com um sorriso, enquanto observava o pequeno.

— Sim senhora… — Falou de forma irônica, que não passou despercebido pela líder, que apenas bufou. — O que faremos agora?... Seguiremos em frente com a missão? —

— É perigoso simplesmente avançar… principalmente pelo estado que você ficou com essa batalha… seus machucados não melhoraram muito… não é? — Perguntou Zoe, enquanto que a menina somente acenou, em confirmação.

— Não tenho condições de ser a linha de frente… minha perna direita não deixa eu me mover direito… — Reclamou. — Mas se Percy ser a vanguarda e ficarmos na cobertura… é uma formação poderosa… —

— Realmente… ele demonstrou potencial e frieza na luta que tivemos… mas você também notou que em um primeiro momento ele ficou travado… lhe falta experiência de combate… —

    A afirmação da tenente demonstrava insegurança em relação ao garoto sobre suas capacidades em combate, que silenciosamente escutava a conversa das mesmas, enquanto elas acreditavam que ele dormia.

Que maravilha de líder eu sou… agora elas não tem confiança nenhuma em mim… talvez eu não devesse ter aceitado o cargo… — Pensou com tristeza.

    As meninas seguiram para o banheiro, enquanto mantinham uma conversa paralela ao assunto inicial e as palavras delas queimavam na mente de Percy, que já não tinha desejo algum de voltar a dormir. As palavras delas não deixariam de qualquer forma.

    Suspirando, ele se sentou no sofá com dores no corpo, originados pelas batalhas em sequência que ocorreram desde que se encontrou com Phoebe e Annabeth na floresta e as salvou do ciclope.

Parece que toda vez que termina a madrugada eu estou mais cansado do que quando ela começou…

— Finalmente acordou pirralho? — Ouviu a voz de Zoe, logo após ela abrir a porta do banheiro e as duas voltarem para o quarto.

— Toma Percy… uma toalha e roupas limpas… aproveite esse tempo e tome um banho… ok? —

— Sim senhora… —

    Ao entrar no banheiro, o garoto se lembrou do ocorrido na última noite e se perguntou se aquele sentimento bom que lhe acometera, voltaria a aparecer se entrasse na banheira novamente. Como na última noite, a água parecia trazer a cura para todo tipo de ferimento do semideus e reabastecia sua fonte de energia, restaurando suas forças para mais uma viagem, agora com destino à Roma, na Itália.

    Fazendo suas necessidades básicas ele saiu do cômodo, encontrando as meninas terminando de arrumar as malas para que fossem embora do Hotel e, ao se aproximar, viu que pela primeira vez não recebeu nenhum olhar frio por parte das caçadoras. É claro que elas ainda não interagiam com ele da mesma forma que faziam entre si, pois ainda pareciam ter um certo receio pela diferença de gênero.

Só de não sentir que querem minha morte ao me aproximar… já me sinto aliviado…  —

— Olha só… a Bela Adormecida não apagou no banheiro novamente… — Disse Zoe, com um sorriso irônico, provocando o garoto.

— Nem esqueci minhas roupas também… — Retrucou sorrindo, mesmo que corado por ter realmente dormido na banheira.

    Com a resposta do pequeno, Phoebe, que somente escutava a conversa em segundo plano, soltou um pequeno riso com a ousadia do mesmo, ao devolver a provocação da tenente, deixando ela ainda mais envergonhada pelo erro.

— Ora seu… — Falou, se aproximando de Percy com um olhar sádico, de que não deixaria barato.

— Socorro… — Gritou o garoto, se escondendo atrás das pernas de Phoebe que somente ria enquanto os dois a rodavam, com a mais velha no calço da criança.

    A mais nova puxou ele para perto de si, deixando ele fora do alcance da perseguidora, que somente olhou para ela com um olhar fingido de mágoa, enquanto o pequeno Campeão de Atena no auge da sua maturidade, mostrava a língua para a mais velha, sem que sua protetora pudesse ver.

— Deu sorte pirralho… que essa coração mole te protege… — Apontou para a menor, que deu um sorriso culpado. — Enfim… precisamos terminar de arrumar nossas malas para irmos comprar as passagens… —

— Sim… precisamos chegar o quanto antes em Roma… até porque nem sabemos exatamente onde Atena e o Pretor estão… — Adicionou Percy, trazendo a tona seu lado sério.

— Exatamente… pirralho ajude a terminar a minha junto de Phoebe… vou pegar informações com a recepcionista... —

    A garota então rumou até a porta, sem perder a oportunidade de aproveitar que o menino abaixou a guarda para dar um leve tapa na nuca do mesmo, que praguejou baixinho em resposta.

— Seu relacionamento com a Zoe parece ter melhorado bastante de ontem para hoje… andou aprontando enquanto eu dormia… Percy? — Disse sorrindo.

— Você diz na hora em que você fingiu que dormia pra eu ter que ajudar a Zoe com as roupas?... — Perguntou com uma pitada de ironia na voz.

— Achei que tinha fingido tão bem… — Suspirou falsamente, com um sorriso teimoso que entregava seu divertimento.

— Se eu não tivesse visto você dormido antes até poderia ter me enganado… mas você ronca Phoebe… esqueceu de fingir esse detalhe também… — Disse rindo da garota, que arregalou os olhos.

— Seu mentiroso… eu não ronco… — Disse totalmente envergonhada. — Se eu roncasse teriam me dito antes… não é? … —

    O menino somente riu alto ao perceber que havia pego a parceira na brincadeira, fato esse que não melhorou o estado emocional da garota, que já cogitava jogar ele novamente para Zoe, como castigo.

— Sua expressão envergonhada é engraçada… — Disse rindo levemente. — Mas só estou brincando … você não ronca… — Disse passando a mão no cabelo da mais velha, bagunçando levemente, enquanto que a coloração do rosto da mais velha voltava ao normal.

— Então até você tem um lado malvado… — Sorriu levemente.

— Acho que é a influência das caçadoras… — Falou olhando o horizonte, recebendo um soco no braço como resposta.

    O silêncio instaurou no local, enquanto os dois se concentravam em terminar o serviço, antes que Zoe brigasse com eles, por ficarem vadiando. O dia não podia ter começado de forma melhor para o pequeno, pois mesmo com a desconfiança das meninas com sua habilidade, ele conseguiu se aproximar das mesmas e até mesmo conseguir com que a mais velha brincasse por uns instantes com ele.

    A caçadora, por outro lado, estava satisfeita que o grupo estivesse se dando bem, após um começo difícil. Ela sabia que ainda estavam longe de terem aceitado o menino como igual, mas só o fato de conviverem sem ter a vontade de lhe fazer mal, já era uma conquista que ela não lembrava a última vez que acontecia.

Você é realmente interessante Percy… me pergunto se será somente nessa missão que o veremos… — Pensou olhando levemente para o companheiro. — Lady Ártemis não o aceitaria de qualquer forma… — Constatou tristemente

 


Notas Finais


E é isso pessoal, se puderem comentar eu vou ficar muito feliz, assim como aconteceu no último em que várias pessoas comentaram. Me deixa muito contente e faz com que eu queira trazer mais. É claro que eu vou trazer do mesmo jeito, mas anima bastante ver que as pessoas reconhecem o meu trabalho, então se puderem comentar mesmo que seja algo bem simples, saiba que vou gostar muito.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...