Hist√≥ria Armas de um anjo ūüĒę - Cap√≠tulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjo, Armas, Drama, Original, Romance
Exibi√ß√Ķes 19
Palavras 582
Terminada N√£o
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
G√™neros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Apresentação


Fanfic / Fanfiction Armas de um anjo 🔫 - Cap√≠tulo 1 - Apresentação

Sluts, troie, Schlampen, zorras, Midara, Vagabundas ! Como eu posso chamar você? Hahaha desculpe, você deve estar se perguntando "Quem é essa idiota que está me chamando de vagabunda em várias línguas?". Sinto muito, mas foi assim que me chamaram por anos e até hoje.
Meu nome é Verônica, Verônica Duff, tenho 18 anos e moro no centro da cidade de São Paulo, estudo em uma universidade federal (Infelizmente eu moro aqui), estudo enfermagem e bem sou ótima com agulhas...
Mas a minha história não começa aqui, ela começa em 2011, em um colégio da minha antiga cidade, eu tinha 13 anos e vivia até que bem, morava com minha tia, pois minha mãe havia morrido de câncer e meu pai me abandonou quando eu nasci, eu morava com a tia Mel, ela era uma mulher linda, magra, ex modelo, loira, dos olhos bem escuros, ela lembrava muito a minha mãe, apesar que só vejo minha mãe por fotos, Hesther Duff uma mulher baixa, com um olhar triste, cabelos curtos e negros, um pouco acima do peso, e bem...eu...infelizmente sou parecida com meu pai, Anthony Bell, um homem em uma estatura boa, cabelos negros, olhos verdes, e com um corpo de tirar fôlego pois ele é atleta (ele nem sabe que eu existo), eu sou uma garota magra, baixa, cabelos longos e lisos, bem negros e olhos verdes, mas eu nem sempre foi assim, nessa época eu pesava 70kg (pra uma criança é obesidade), cabelos curtos igual de menino e sempre com a cara fechada.

- Ve? Está na hora de acordar

-Tia Mel mais 5 minutos

- Nem 1 minuto, seu café está na mesa e vai se atrasar

Desci as escadas e a tia Mel estava tomando o seu típico café preto

-Bom dia jujuba

- Tia Mel, eu não quero ir

-Você precisa, se não estudar como vai ser alguém no futuro

- Eu não conheço ninguém lá

- Mas logo vai fazer grandes amizades

O transporte buzinou na porta de casa e eu fui, esse seria o primeiro dia na escola, o princípio dos meus pesadelos. Cheguei no colégio e todas aquelas garotas idênticas às Barbies, com roupas de grife.
Bem acho que não preciso detalhar tudo o que eu passei, mas vou resumir, todos os dias que passei naquele colégio até meus 15 Anos foram apanhar das garotas, ouvir xingamentos, zoação e entre outros, até eu conhecer Anabel...Ela era novata e já era popular, ruiva dos cabelos longos e cacheados, parecia uma modelo, ela se sentou ao meu lado naquele dia e durante todos os dias da minha vida

- Você tem um lápis? - disse ela com  um sorriso

- uhuum

- o que foi o gato comeu sua língua?

- Aah...não rsrs

- Anabel, Anabel Marques

- Verônica Duff, mas pode me chamar de Ve

- pode me chamar de Ana

- Legal...Ana...

- Quer tomar um lanche comigo no intervalo? (Durante todos esses anos eu tomei lanche sozinha, cara que alegria)

- Claro, eu adoraria

- Legal...Ve rsrs

Ana sempre foi muito simpática e se tornou minha melhor amiga, andamos juntas até hoje, mas foi ela quem me transformou nisso, eu emagreci e hoje peso 50 kg, me tornei o espelho de Ana, mas um espelho errado, me tornei uma garota fútil pois quis me vingar, e acabei fazendo as mesmas coisas que aquelas garotas faziam...ah mas quem liga? Se você não tiver um chacoalhao como vai mudar ? Eu mudei e para pior.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...