História Arranged Marriage - Capítulo 61


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Alfa, Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Kris, Lay, Luhan, Mpreg, Ômega, Sehun, Suho, Tao, Xiuchen
Exibições 1.519
Palavras 1.480
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


EU FALEI QUE VINHA BÔNUS NAS DATAS COMEMORATIVAS E O QUE COMBINA COM AM? DIA DAS CRIANÇAS, BOA LEITURA E DESCULPEM OS ERROS.

Capítulo 61 - Especial: dia das crianças


Capítulo: "Dia das Crianças, adulto também ganha presentes."











— TAEMIN SE EU ENTRAR NO SEU QUARTO E VOCÊ ESTIVER PELADO, VOCÊ NÃO VAI QUERER IMAGINAR O QUE VOU FAZER! — KyungSoo gritou do corredor e Hyerin que passava riu baixinho antes de ir até o irmão na sala. — TAEMIN!



— Como é legal chegar na casa dos outros e escutar gritos, está vendo que somos normais? —  Sehun disse alto o suficiente quando entrou na casa, Luhan e Yixing negaram.



— CALA A BOCA SEHUN! — KyungSoo gritou e foi para o quarto do filho, mal abriu a porta e Taemin estava ali todo arrumado sorrindo sem graça —  Eu não mandei você se arrumar assim que saísse do banho?



— Sim Omma, desculpa — O menor fez um bico e KyungSoo suspirou o pegando no colo, Taemin era magrinho e quase não era pesado. — O que eu vou ganhar Omma?



— Eu não sei, quem comprou seus presentes foi o seu Appa e o Junmyeon —  KyungSoo avisou andando com o filho para a sala. — Esse negócio de todos se reunirem para o dia das crianças não é uma boa ideia.




— Eu gosto — Taemin beijou o rosto de KyungSoo.



— Porque você gosta meu príncipe?




— Porque o tio Sehun, Luhan e Yixing vem pra cá, as vezes da saudades deles e do Yoongi também, aí vem o tio Chan e Baek com o Tae e o Jeon — Taemin disse contando nos dedos e KyungSoo riu — E o Myeon com o KiHyun bebê e ainda tem o Chimchim.





— Seu irmão se mudou faz um mês amor, nem dá para sentir tanta saudade — KyungSoo lembrou o filho, mas também lembrava do seu primogênito e sentia muita saudade.


Depois do dia dos pais Jimin se mudou para um apartamento que Jungkook comprou, KyungSoo ainda lembra de ter passado horas limpando o rosto de JongIn, pois o moreno não queria de jeito nenhum que o filho fosse embora, brigou com todos e Chanyeol se irritou ao ponto de bater no amigo, KyungSoo não o defendeu e quem teve que separar foi Minseok que tinha acabado de chegar de uma viagem que tinha feito com o marido e o filho. JongIn aprendeu da pior maneira -segundo KyungSoo- , que os filhos crescem e quando querem ir embora você só deve perguntar quando ele vem para visitar.



— Tio Sehun! — Taemin gritou quando KyungSoo o colocou no chão, o menor saiu correndo até Sehun que o abraçou. — Oi tio Lu e Xing.




— Achei que não ia falar com a gente — Luhan disse e sorriu. —  Oi Kyung.



— Oi Lu —  o ômega foi se sentar perto dos filhos e de seu genro. — Seus pais vem Jungkook?



— Acho que sim, falei com eles ontem. — Jungkook disse ao sogro. — Aonde está o senhor JongIn?



— Chama de tio mesmo, JongIn é um idiota que fica tentando ter moral — Sehun disse e Yixing bufou. — Posso dar meus presentes aos meus sobrinhos?



— A vontade —  KyungSoo deu de ombros e as crianças gritaram felizes — JongIn e Junmyeon estão demorando, falando nisso cadê o Yoongi?



— Na casa dos sogros —  Yixing murmurou e os alfas riram do marido. —  Fica de conversa com o Zitao, não gosto disso.




— Ainda com ciúmes do ômega? Achei que o passado tinha sido esquecido — KyungSoo disse rindo.



— Nem tanto assim, saber que Sehun já beijou ele ainda me irrita — Yixing disse e Sehun riu pegando as caixas e dando para os sobrinhos.



— Quando sai o casamento? — Luhan perguntou a Jimin e Jungkook.



— Duvido que o JongIn deixe eles casarem — Yixing disse rindo e KyungSoo assentiu enquanto observava os filhos e Sehun no chão da sala com os brinquedos. — Sehunnie, você parece uma criança.



— Ele é uma criança — Luhan disse.



— Tio Sehun não cresceu na mente, só em tamanho — Jimin disse e riu. — E respondendo a sua pergunta tio Lu, ainda não vamos casar.


— Estamos morando juntos por que fica mais perto da faculdade, e já é uma experiência para o futuro. — Jungkook disse por fim.




— CHEGUEI FAMÍLIA — Jungkook suspirou abaixando a cabeça enquanto KyungSoo ria. — FELIZ DIA DAS CRIANÇAS, TIO BAEK TROUXE PRESENTES.



— Ninguém é mais escandaloso que o Baek. — Luhan disse e acenou para Chanyeol que segurava algumas sacolas.



— Eu acho que o JongIn nem precisava comprar mais presentes, os dois estão ganhando tantos presentes — KyungSoo comentou.



— Mas os brinquedos que a gente ganhou ano passado, vamos doar pros amiguinhos daquele lugar, Omma — Hyerin disse e KyungSoo sorriu orgulhoso.



— SEHUN, VEM ME AJUDAR — Escutaram a voz de JongIn e Sehun se levantou.



Não demorou para o alfa entrar na sala com uma caixa grande e Junmyeon com outras sacolas nas mãos, Sehun ajudava o irmão com a caixa, por fim a deixando no chão.


— Kim JongIn, o que é isso? — KyungSoo perguntou e JongIn sorriu. — JongIn!



— Para você — O alfa disse e KyungSoo o encarou confuso.



— É dia das crianças e você que ganha presente — Chanyeol disse se sentando no chão puxando Hyerin para o seu colo, a menina sorriu e beijou o rosto do tio. — Baek, você não quer me dar uma menina?




— Eu te amo tanto Channie, mas não. — BaekHyun disse e sorriu — Já está ótimo o jungkook e o Taehyung.


— Cadê ele? — Sehun perguntou se referindo a taehyung.



— Saiu com o Hoseok. — Chanyeol respondeu. — Abre logo essa caixa KyungSoo.



— Você vai gostar Kyung —  Junmyeon disse — Appa comprou um mini terno para o KiHyun, a Omma dele quase teve um ataque de fofura.



— Retardado — Sehun disse ao irmão.


KyungSoo abriu a caixa enquanto os irmãos continuavam brigando e os outros rindo, o ômega colocou as mãos na boca por estar surpreso, amava quando JongIn o desenhava, e mais uma vez estava quase tendo um ataque ao ver uma obra do marido, era um quadro de KyungSoo com os filhos no dia do seu casamento com o alfa, JongIn preferiu colocar em uma caixa para que não houvesse algum problema para quebrar.



— É lindo Jonginnie — KyungSoo disse tentando tirar o quadro da caixa — Me ajuda aqui Jungkook, por favor —  o alfa ajudou o mais velho a tirar o quadro da caixa — Meu deus, é tão lindo.




— Ainda bem que mesmo velho ele ainda sabe fazer as coisas. — Sehun disse e levou um beliscão de Yixing.



— Adulto também ganha presente — Hyerin disse rindo brincando com sua boneca.



— Obrigado amor — KyungSoo abraçou o marido.


— De nada, vamos colocar aqui ja sala — JongIn disse e beijou a testa do ômega.


— Já que adultos também ganham presentes — Yixing começou — Luhan e Sehun também vão ganhar.



—  Opa, como assim? — Luhan perguntou e Sehun olhou para o marido sem entender nada.


— Vamos aumentar a família — Yixing disse e todos o encararam. — Estou grávido.



— Puta que pariu — Sehun soltou — Caralho!



— Sehun! Meus filhos estão aqui seu idiota — JongIn brigou.


— Shhh cala a boca que eu estou em momento de negação, depois aceitação e por último eu vou me sentir feliz, não atrapalha minha linha —  Sehun disse e os outros na sala riram.



— Vamos ser Appas de novo — Luhan disse feliz e selou os lábios do ômega — E eu nem senti o cheiro, nossa.



— Vamos ter mesmo uma outra criança? — Sehun perguntou e Yixing assentiu com receio da reação de Sehun. — Eu te amo tanto, obrigado. — o alfa beijou as mãos do ômega — Te prepara JongIn que um dia eu ainda te passo no número de filhos.



— Pelo amor de deus — JongIn reclamou e KyungSoo riu contra o peito do marido.



— Eu só acho que não — Yixing disse — Acabou nesse aqui.



— Estraga sonhos — Sehun reclamou.




— Omma, você não está grávido não né? — Jimin perguntou e KyungSoo olhou para o filho e negou —  Ah ta, achei que você ia aproveitar e dizer que está também.



— Chega de filhos — KyungSoo disse.


— O que? Por quê? Poxa Soo — JongIn murmurou — Eu queria tanto encher essa casa de crianças.



— VOCÊ PARA NESSE NÚMERO PORQUE SE NÃO EU NÃO CONSIGO TE PASSAR! — Sehun disse e JongIn o encarou, Sehun deu língua para o irmão e saiu correndo quando JongIn largou KyungSoo ameaçando ir bater no irmão.



— Amo visitar os Kim — BaekHyun disse a Chanyeol — É tão legal.


Notas Finais


até algum próximo bônus 💕 obrigada pelos favs e comentários que AM ainda recebe.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...