História Arranged Marriage - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster
Tags Bts, Castelo, Jimin, Jin, Jungkook, Lemon, Mpreg, Namjoon, Principe, Rap Monster, Yaoi
Exibições 895
Palavras 1.500
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - 10: Princesa Jin


Fanfic / Fanfiction Arranged Marriage - Capítulo 10 - 10: Princesa Jin

Capítulo passado

— Eu não vou te estuprar, baby. Só quero que você coloque minha camisa, assim não precisará ficar com essas roupas molhadas e pegar uma gripe. — Vendo que Jimin ainda o olhava desconfiado, o de cabelos pretos revirou os olhos. — Ou você tira por bem ou eu arranco essas roupas de você.

Agora

 

No mesmo momento Jimin pegou a peça de roupa das mãos do mais velho e correu até outro cômodo da casa para poder se trocar longe do olhar do mais velho. Demorou menos de cinco minutos para que o ruivo voltasse, agora usando somente a camisa do mais alto - esta ficava na metade de suas coxas fartas - e sua peça intima. As roupas molhadas estavam em uma mão e o par de sapatos na outra. Andando de cabeça baixa e com os ombros encolhidos, Park sentou-se ao lado do mais velho e encostou suas costas à parede enquanto deixava suas coisas ao seu lado. Jungkook soltou o ar que nem sequer percebeu ter prendido e mordeu seu lábio inferior numa tentativa de reprimir a vontade de foder Jimin com força ali mesmo. O ruivo estava irresistível aos olhos do de cabelos pretos, e no momento isso poderia ser muito bom ou muito ruim - depende do ponto de vista -.

 

Para de me olhar assim... É desconfortável. — Park sussurrou enquanto cruzava suas pernas para ficar sentado na posição de índio, acabando por não perceber que isso fizera a camisa mostrar um pouco mais de suas coxas. Jungkook acabou olhando por alguns segundos para as coxas do mais novo, porém não demorou a desviar o olhar para o rosto desse. Jimin estava com os olhos fechados, a cabeça levemente inclinada para a frente e os lábios entre abertos. O mais velho juntou as sobrancelhas um pouco confuso - era a primeira vez que ele via Jimin com a guarda abaixada, ainda mais perto de si -.

 

Você está bem? — Jungkook perguntou em um tom mais baixo que o de costume e logo após fizera uma leve careta ao perceber que em sua voz havia um pouco de preocupação.  Como o de cabelos pretos ainda olhava atentamente para Jimin, viu perfeitamente quando este assentiu e forçou um sorriso, ainda de olhos fechados. Jimin era um péssimo mentiroso. — Não mente, vai... — Jungkook revirou os olhos e colocou sua mão na testa do garoto, assustando-se quando percebeu que o mesmo estava com febre. — Idiota, viu o que aconteceu por você ter saído na chuva? Agora está com febre!

 

Me deixa em paz, Jungkook! — Jimin pediu irritado enquanto abria os olhos e tentava afastar-se do mais velho, e infelizmente - ou quem sabe felizmente? - Não teve sucesso nesse ato pois seu corpo foi puxado por Jungkook. Assustando-se levemente com aquele ato, Park só percebeu que estava sentado de lado no colo do mais velho quando virou o rosto e acabou ficando com seu nariz encostado ao nariz do de cabelos pretos. — M-Me solta! — Jimin disse - agora corado não somente pela febre, mas também pela vergonha - e quando tentou novamente se afastar do outro, sentiu as mãos fortes de Kim em sua cintura, impedido que saísse dali.

 

Fica quieto e aproveita. — Jungkook disse e logo depois fez com que Jimin deitasse a cabeça em um de seus ombros. O mais velho começara a fazer carinho nos cabelos ruivos e sorriu ao ouvir o mais novo resmungar algo incompreensível. A forma como a cabeça de Jimin estava deitada em seu ombro permitia que o nariz do mais novo passasse pelo pescoço de Jungkook algumas vezes, causando arrepios no mesmo quando isso acontecia de forma não intencional. E, somente com o barulhinho de chuva lá fora, som da respiração dos dois garotos, os pequenos sons que a Lila fazia durante seu sono profundo e o carinho bom do mais velho, o ruivo adormeceu tranquilamente.

 

◆♡◆ Algumas horas depois ◆♡◆

 

Com o cessar da densa chuva, o Kim de cabelos pretos percebeu que poderia finalmente voltar ao castelo. Ainda com Jimin em seus braços, colocou a mão na testa do ruivo ainda adormecido e viu que ele ainda tinha um pouco de febre. Jungkook colocou o mais novo deitado no chão, após isso colocou a cadelinha - a mesma ainda estava enrolada em seu casaco e também dormia - sobre a barriga do Park, afim de facilitar tudo. Pegando Jimin no estilo noiva enquanto tomava cuidado para não derrubar a cadela, o mais alto saiu da casa e fez uma nota mental para que ele mandasse alguém ir buscar as roupas do ruivo que ainda estavam ali, todas molhadas. E agora, após caminhar por alguns minutos Jungkook chegou ao castelo. Assim que passou pela porta ele foi bombardeado de perguntas, porem ignorou todas e levou o ruivo ao quarto do mesmo. Namjoon, que estava seguindo seu irmão desde que o mesmo passou pela porta do castelo, abriu a porta do quarto do ruivo para ajudar seu irmão.

 

Vai, pode começar. Sei que tem várias perguntas também. — Park pronunciou baixo para não acordar o mais novo e deitou Jimin em sua cama antes de cobrir o mesmo até um pouco acima da cintura, logo pegando a cadela em seus braços e olhando o loiro parado na porta. Namjoon fez sinal com a mão para que seu irmão o seguisse, e foi isso que o de cabelos pretos fez. Assim que fechou a porta do quarto do cunhado de seu irmão, Jungkook chamou uma empregada que passava por perto. — Chame o médico real e mande-o atender Jimin. — Ele disse e saiu junto ao irmão, não dando tempo para a mulher responder algo.

 

Os dois irmãos foram até o jardim do castelo - vendo que não chovia mais - e no caminho até lá o Kim mais novo deixou a cadela junto a sua mãe, seu pai e seus outros três irmãozinhos cachorros. Jungkook viu que Namjoon o olhava, e suspirou antes de fazer sinal para que ele falasse logo.

 

Onde estava? Porque saiu? Jimin está bem? Você está bem? — Namjoon lançou as perguntas de vez, fazendo o mais novo dos dois rir e colocar as mãos no bolso de sua calça, somente agora percebendo que ainda estava sem camisa. Namjoon estava sério, na esperança de que Jungkook entendesse o significado da última pergunta, o que não demorou a acontecer e no mesmo segundo Jungkook parou de sorrir. — Biscoito, eu e você sabemos que você está seco demais para quem estava numa floresta molhada e ainda mais chovendo. O único lugar onde você poderia ter se escondido da chuva é naquela casa, a casa-

 

Chega, Namjoon. — Jungkook atrapalhou a fala do irmão. Sua voz estava seria e até mesmo um pouco triste. O loiro suspirou antes se assentir e pedir desculpas. — Tudo bem. Você já sabe onde eu estava, então pularei a primeira pergunta. Eu sai para ir procurar a Lila. Jimin está com febre. Eu…eu estou ótimo. — O de cabelos pretos deu de ombros após responder todas as perguntas, e ao perceber que seu irmão iria fazer mais perguntas ainda, perguntou algo. — E porque me chamou de "Biscoito"? Eu não sou mais uma criança, sabia? — O Kim loiro sorriu ao lembrar-se de quando Jungkook era menor - por volta dos seis a doze anos - e vivia roubando (e comendo) os cookies antes do jantar e almoço, o que fazia a mãe de ambos ficar um pouco irritada.

 

◆♡◆ Por Volta das nove da noite, Na biblioteca do castelo ◆♡◆

 

Namjoon passou pelas portas de vidro da sala cheia de estantes com vários livros de diferentes gêneros e com capas de diferentes cores, logo vendo um sofá, duas poltronas e uma mesinha de centro em um dos cantos da enorme sala. Porém, o que chamou a atenção do loiro não fora o conjunto de moveis em tons claros - assim como toda a biblioteca que também tinha os papéis de parede, estantes, piso, tapete, teto e decorações em tons claros - e sim o garoto de cabelos castanhos que dormia no sofá, abraçado a um livro de capa vermelha. O Kim loiro sorriu ao rir anasalado, logo indo até Jin e cuidadosamente tirando o livro dos braços dele. Depois de colocar o livro sobre a mesinha de centro Namjoon carregou Jin de um jeito que cada perna do de cabelos castanhos ficasse de um lado da cintura do loiro, e os braços de Park rodeassem o pescoço do mais velho enquanto o mesmo segurava Jin firmemente pelas coxas.

 

Me deixa dormir…— o mais novo dos dois resmungou baixinho enquanto escondia seu rosto no pescoço do mais velho. Jin não estava dormindo, porém estava quase. Namjoon murmurou um "Estou te levando para seu quarto, princesa" enquanto saia da biblioteca com o mais novo nos braços. Felizmente, ao ser chamado no feminino por seu noivo, Jin não ficou chateado ou irritado. Na verdade, ele ficou feliz e abriu um pequeno sorriso por saber que havia carinho na voz do loiro.


Notas Finais


OIIIIIEEE
~animada demais? talvez e.e
como vocês estão? gostaram do cap? ainda acham que o Nam é o assassino? querem o lemon logo? :3

beeeeijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...