História Arranged Marriage - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster
Tags Bts, Castelo, Jimin, Jin, Jungkook, Lemon, Mpreg, Namjoon, Principe, Rap Monster, Yaoi
Exibições 950
Palavras 1.666
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - 9: Desconfiado!


Fanfic / Fanfiction Arranged Marriage - Capítulo 9 - 9: Desconfiado!

N-N-Não sou de ninguém! ... ei, olha aquela arvore! Que linda! — O mais novo disse numa tentativa - talvez falha - de mudar de assunto enquanto suas bochechas ficavam vermelhas e ele apontava para a enorme árvore que ficava no centro do parque. O loiro riu anasalado e tirou a mão da cintura do de cabelos castanhos, porem deixou a mão deles ainda junta e afastou seu rosto do rosto do mais baixo. "Não sou de ninguém..." Kim Namjoon repetiu a frase do outro em sua mente e olhou a árvore com um sorrisinho de canto. "Ainda te farei gemer bem alto que é só meu, Jin." Assim que o mais velho pensou isso, arregalou seus olhos levemente e teve que segurar o riso. Pelo visto o loiro estava passando tempo demais com seu irmãozinho Jungkook...

 

Príncipe? — Um dos guardas chamou sério. O loiro olhou para trás e suspirou pesadamente, sabendo que alguma coisa novamente havia atrapalhado a tarde perfeita com seu garoto. O Kim olhou para o guarda real como se somente com o olhar perguntasse "Meu pai, certo?" E o homem pareceu entender perfeitamente já que assentiu e depois deu um passo para trás, dando o espaço pessoal do príncipe e seu noivo.

 

Desculpe, anjo. Preciso ir... te vejo mais tarde, certo? Não fique até tarde na rua e não se afaste muito dos guardas reais. E lembre-se se esfriar, coloque o casaco. E não se esqueça de- — o loiro teve sua fala interrompida pelo riso do de cabelos castanhos. Namjoon franziu o cenho porem logo depois suavizou a expressão e riu baixo enquanto com a mão livre coçava sua nuca em sinal de vergonha. O Kim havia percebido que estava parecendo uma mãe cuidado de seu filhote, porém não era culpa dele se a preocupação com Park Seokjin era alta. Dando um último beijo na bochecha do garoto, Namjoon se despediu e voltou ao castelo.

 

◆♡◆

 

Mais três mortes e nenhum suspeito?! — O tom de Namjoon era alto e ele chegava a quase gritar enquanto olhava o homem de cabelos pretos à sua frente. Seu nome era Pool e ele era o chefe da guarda real, além de delegado do reino. Foi preciso o olhar severo dos dois reis para que Namjoon percebesse que estava quase gritando com uma pessoa que não tinha culpa de nada e que assim como ele e os outros presentes ali, tentava colocar o assassino atrás das grades. — Desculpe-me, Pool. Continue, não irei mais te interromper. — Namjoon jogou sua cabeça para trás e logo depois se ajeitou na poltrona de couro preto onde estava sentado. Jungkook estava ao lado direito do loiro, Pool ao esquerdo e na frente dos três, estavam os dois reis.

 

Como eu ia dizendo... no curto período de tempo entre semana passada e essa semana mais três pessoas morrem nas mãos do assassino. Não temos pistas já que ele é muito cuidado ou pelo menos aparenta ser, visto que nunca deixa digitais ou algum tipo de DNA. Porém, descobrimos algo muito importante. Todas as vítimas receberam uma rosa negra exatamente uma semana antes de serem mortas. A rosa sempre vem junto a um bilhete, que ao contrário do que pensamos não vem com "Irei te matar" e sim com alguma frase normal. Por exemplo, uma das mortes dessa semana foi uma mulher que havia dado à luz a uma menininha a menos de um mês. Em seu bilhete havia escrito "Parabéns pelo bebê"...— Pool fizera uma pausa, porem logo depois voltou a falar. — E também descobrimos que essa rosa negra vende somente em um lugar, pelo que sabemos: na maior floricultura de um reino próximo ao nosso. Menos de cinco dias de viagem. — Ele terminou e tomou um pequeno gole do whisky importado que estava no copo que sua mão direita segurava.

 

Ambos os reis suspiraram antes de se entreolharem e depois olharem para os mais novos, ou seja, Jungkook e Namjoon.

 

Jungkook fica encarregado da segurança de Jimin, e Namjoon da segurança de Jin. — O pai do loiro disse e recebeu um sinal positivo de Namjoon e um olhar confuso de Jungkook. — Não reclame, apenas obedeça. E você Pool: mande reforçarem a segurança em todo reino. E avise as rainhas que elas não devem sair desacompanhadas de pelo menos dois guardas, e se possível que elas nem sequer saiam e resolvam todas as coisas aqui mesmo dentro do castelo. — O pai de Jin e Jimin agradeceu mentalmente pelo outro rei ter falado tudo e ele não ter precisado falar nada. Sua cabeça doía, e algo lhe dizia que as coisas não seriam tão fáceis como parecia.

 

◆♡◆

 

Já haviam se passado algumas horas e o tempo havia se fechado completamente, indicando que logo cairia uma chuva forte. O ruivo andava lentamente pelo jardim, aproveitando a brisa boa e um tanto fria que tinha ali enquanto lia o livro de suspense que estava em suas mãos. Seus olhos atentos e brilhantes só se desviaram das páginas quando ouviu não muito longe alguém gritando "lila". Jimin não demorou a reconhecer a voz que identificou como sendo de Jungkook e suspirou antes de virar na intenção de voltar pelo caminho que viera, para não ter que ver o mais velho. Jimin pensou se sua ação estava sendo muito infantil, e mordeu o lábio inferior sem saber o que fazer. Olhou para trás e até mesmo pensou em ir até Jungkook, porem desistiu e correu para dentro do castelo. " Se ele estiver mesmo precisando de ajuda para algo, ele chamara um dos guardas ou uma das empregadas!" Jimin afirmou para si mesmo e rumou em direção a seu quarto enquanto voltava a ler o livro.

 

◆♡◆

 

Jimin? — O ruivo levantou o olhar ao ver seu irmão mais velho parado em sua frente após chamar por seu nome. Já estava quase de noite e uma chuva forte caia lá fora, fazendo com que um barulhinho - na opinião do Park mais novo - relaxante se formasse ao que a chuva batia contra as janelas de vidro. — Por acaso viu o Jungkook? Ele saiu mais cedo para procurar a lila, filhote da Mila e até agora não voltou. Estamos preocupados que ele tenha entrado na floresta que fica atrás do castelo... — Jin disse apreensivo e o ruivo franziu o cenho. Mila é a cadela que é 'esposa' da mascote do castelo, e havia dado à luz a quatro filhotinhos meses antes de Jimin e Jin irem para o castelo junto a seus pais.

 

O de cabelos castanhos assustou-se quando Jimin bufou irritado antes de deixar - na verdade jogar - na cama o livro que estava em suas mãos e logo depois passar correndo por Seokjin, saindo do quarto. O mais velho dos dois irmãos até tentou gritar, perguntando onde o ruivo iria, porém não obteve nenhuma resposta. Jimin estava ocupado demais correndo até o jardim enquanto xingava Jungkook mentalmente, irritado pelo idiota - como o próprio Jimin gosta de chamar - ter preocupado todo mundo por causa de um filhote de cachorro. "A droga de um filhote de cachorro!" Jimin pensou alto quando chegou ao jardim e olhou a floresta, não se importando que estava ficando todo molhado por causa da chuva.

 

Jungkook! — Jimin gritou várias e várias vezes esse nome enquanto entrava floresta a dentro, procurando o mais velho. A floresta parecia sombria, ainda mais agora que estava escurecendo e isso fazia o ruivo pensar se a qualquer momento um vampiro poderia aparecer e lhe matar. Isso era impossível? Com certeza! Mas não importava agora não é mesmo?

 

O ruivo já estava andando naquela floresta a aproximadamente trinta minutos, quando finalmente encontrou algo interessante. Era uma pequena casa de apenas um andar com as paredes em uma mistura de vidro e madeira. Era uma casa que realmente parecia aconchegante - apesar que pelos vidros era possível ver que não havia nenhum móvel lá dentro - e o Park não fazia nenhuma ideia de por que ela estava ali, no meio de uma floresta. Porém, o ruivo deixou um pequeno sorriso escapar quando viu Jungkook lá dentro, sentado no chão com as costas encostadas na parede enquanto um pequeno ser de cor preta estava em seu colo. E, assim como o sorriso apareceu ele sumiu e uma expressão irritada tomou conta do rosto do ruivo.

 

Marchando como um soldadinho, Jimin entrou na casa usando a porta da frente, fazendo Jungkook olha-lo assustado. O mais velho não esperava que Jimin ou qualquer outra pessoa achasse aquela casa. Park percebeu que - ao contrário de si - o outro estava completamente seco, e isso levou Jimin a pensar que provavelmente Jungkook se 'escondeu' naquela casa antes da chuva começar.

 

Então isso aí foi o motivo da preocupação de todo mundo?!— o ruivo perguntou indignado enquanto apontava para o pequeno filhote de cão que estava no colo do mais velho. A cachorrinha dormia tranquilamente enquanto recebia carinho de Jungkook em seus pelos pretos curtos e lisos. Jungkook riu e olhou Jimin de cima a baixo antes de suspirar. O de cabelos pretos tirou o casaco que usava e colocou no chão, logo colocando a cachorra ali e cobrindo a mesma com umas das pontas do casaco para que ela ficasse quentinha.

 

O Kim levantou-se, ficando frente a frente com Jimin enquanto sorria ladino.

 

Tire a roupa. — Jungkook ordenou enquanto tirava sua própria camisa, assim ficando somente com a calça jeans colada que tinha rasgos na coxa e com seus sapatos. Os olhos do ruivo se arregalaram e ele acabou engasgado com a própria saliva, fazendo o mais velho rir baixo. Jimin deu um passo para trás e Jungkook franziu o cenho porem logo entendeu a preocupação do mais novo. — Eu não vou te estuprar, baby. Só quero que você coloque minha camisa, assim não precisará ficar com essas roupas molhadas e pegar uma gripe. — Vendo que Jimin ainda o olhava desconfiado, o de cabelos pretos revirou os olhos. — Ou você tira por bem ou eu arranco essas roupas de você.


Notas Finais


Desculpem o atraso! ><
O que acharam do cap?
Jungkook safadinho hehe
Hoje é aniversario do nosso chimchim ;3 amo aquela coisinha fofa!

as meninas do NamJin Brasil fizeram o trailer da fic. Olha que amor que ficou: https://www.youtube.com/watch?v=uUwyiZQCfsM&feature=youtu.be
S2 obrigada Pink por fazer, e obrigada Mon por me matar de susto dias atrás >.<

beijos !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...