História Arrependimento por acaso - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7, K.A.R.D
Personagens BamBam, Jimin, Jiwoo, Kai, Personagens Originais, Rosé
Visualizações 13
Palavras 1.028
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi!!
Bom... essa é a minha primeira história
espero que gostem!!
Boa leitura *-*

Capítulo 1 - 1- Faculdade


É u pouco chato se apresentar, já que sou depressiva, tenho bulimia, anemia e me corto. Eu sei que sou um peso para a sociedade e um peso para meus pais. Ultimamente, sinto que eles não me aguentam mais, observando eles, eu sinto que realmente eles não me aguentam mais. É terrível viver desse jeito! Qualquer coisa me lembra meu "Passado Feliz" e meu "Passado Frustrante", lembranças dos meus pais biológicos, lembranças dos meus amigos, da minha vida!

Aposto que não entenderam nada, certo? Prazer, Ana tenho 19 anos e já perdi tudo na vida, só falta perder a mesma.

Desde que meus pais morreram naquele maldito naufrágio, minha vida perdeu todos os sentidos, um tempo depois de ter perdido meus pais, fui adotada por um casal coreano que não podia ter filhos, eles sempre foram maravilhosos comigo, sempre ouviram o que eu tinha à falar e sempre me deram atenção. Assim que cheguei na Coréia do Sul, passei um ano sem estudar, pois os meus pais estavam me ensinando o idioma do país, mas como eu sempre fui dois anos adiantados nos estudos, não me compliquei.

Anos se passaram, e a cada dia que se passava sem meus pais biológicos estava sendo uma tortura! Sofria de mais na escola, morávamos em Gangwon, e era um pouco difícil encontrar ocidentais por onde eu morava. Nunca contei nada o que passava na escola aos meus pais, sempre fui orgulhosa, e preferia resolver isso sozinha, meus pais já tinham feito de mais por mim me adotando, não queria que eles fizessem mais ainda.

Assim que me formei, meus pais decidiram que eu estudaria em uma das melhores faculdades da Coréia, e as melhores faculdades que eles encontraram, estavam localizadas em Daegu e em Seul. Sempre quis visitar Seul, que por sinal é perto daqui, meus pais sempre falavam bem de lá, e diziam que lá era cheio de ocidentais. E se lá tem muitos ocidentais, isso significa que eu não vou sofrer tanto como na escola. Mas meus pais querem muito que eu estude em Daegu... eles já moraram lá, e tem uma casa próxima a faculdade. Se eles decidirem que eu tenho que estudar em Daegu, terei que ir sem hesitar, eles já estão fazendo muito por mim pagando uma faculdade muito cara

Omma- Querida?! Você pode descer?

Appa- Tomamos uma decisão, e... eu acho que você vai adorar!!

Desci correndo já imaginando que fui matriculada na faculdade de Seul!! Não acredito!! Desci pulando de felicidade!

- Appa?! Omma?! Falem! O que houve?!

Appa- Decidimos que você vai para a faculdade de... - Já sabia, então os encontrei com um sorriso bem aberto

- Falem!! Por favor!!

Appa/Omma- Daegu!!!

-Quê?!!!!!! - Parei e olhei para eles, e logo em seguida abaixei o tom de voz - Obrigado, vou me esforçar para me tornar uma ótima médica - falei num nível baixíssimo de animação

Omma- Você não gostou? - Perguntou um tanto triste

- Não! Eu amei! Só não tenho palavras para agradecer tudo! Me deram uma família, moradia e agora uma formação, e eu nunca fiz nada por vocês

Appa- Seja feliz, e você irá nos agradar mais que o suficiente

Omma- Sim, se cuide também, afinal, você sabe que vai morar sozinha, certo querido?

Appa- Certíssimo!

- Morar sozinha?! Quê?! - Morar sozinha seria um terror! Eu vou me cortar mais que o normal, vou chorar mais que o normal, não vou querer comer, nem tomar meus remédios, talvez tente até mesmo suicídio! E tenho certeza que lá, vou passar o mesmo que na escola!

Omma- Sim amor!

Appa- Algum problema meu anjo?

- Sim appa, eu não vou conseguir ficar sem vocês, vou apodrecer de saudades - Era nescessário esconder isso, não queria preocupá-los

Omma- Aaaaaa meu anjinho! Sentiremos sua falta também

Appa- Claro filha! Nós te amamos, e nunca iríamos te esquecer, você foi muito desejada por nós, e se vai estudar longe, é porque sabemos que você nos dará orgulho

Omma- Em menos de 10 anos a minha vida se tornou a melhor do mundo! Graças à você! Mas, me faça um pequeno favor! Prometa que nunca irá me esquecer, e que sempre serei sua omma, pode prometer isso por favor? - Senti aquelas palavras pesarem de mais, mas acenti com a cabeça

- Mas quando vou para Daegu? - Perguntei para saber quanto tempo tinha para reverter a situação, ou melhor, os Estados

Appa- Bom... Você tem muita dificuldade para fazer amigos, e... decidimos que você vai amanhã às 05:00

- Tudo bem appa- Meus olhos marejaram-se, senti um aperto imenso no coração, não ha mais nada a ser feito que reverta essa situação, vou viver tudo de novo

Flash back on

"Por que na cadeira dela tem escrito "Ana"? Deveria ter escrito "Lixo Ocidental"

"Parem de olhar para ela! Aquilo é apenas gordura!"

"BamBam, não se misture com esse lixo ocidental"

"Olha que incrível! O sangue dela é vermelho, como o nosso!"

"Diz a lenda que se você andar com a Ana, seus pais irão morrer, e você será adotado por ocidentais!"

"Você é o primeiro animal que sente atração por mim"

"Acho que os pais dela morreram de fome após ela devorar tudo"

"Me escuta, você é como um porco pra mim, e eu não me relaciono com animais!"

"Quem diria! A ocidental que se corta acabou de se formar!"

"Galera! Presta a atenção! 

Ana, você é a garota mais ridícula que conheci, parece que... sei lá! Você é feia e insignificante!"

Flash back off

Já estou no avião, dormi e acordei pensando nisso, meus pais me desejaram boa sorte, e pediram que eu fosse feliz, hã... como se isso fosse fácil...

...- Atenção passageiros, chegamos ao nosso destino, coloquem seus sintos para um pouso seguro

Aish! Tinha acabado de chegar em Daegu e nem sabia o que fazer, então, assim que saí do avião, vi um taxi parado, e estendi a mão pedindo que o mesmo parasse. Entrei no taxi já com um receio de ser tratada mal, fiquei com mais medo ainda, vendo que o taxista era um garoto de mais ou menos 18 à 20 anos. Porém me surpreendi!

 


Notas Finais


Ah!! Prometo postar três capítulos por dia :3
(Espero que não falhe)
E... desculpa qualquer erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...