História As 3 assombrações - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Depressão, Ficção, Medo, Mistério, Morte, Romance, Sobrenatural, Terror
Exibições 11
Palavras 389
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Segundo cap. Pessoal!! Agora começou mesmo kkk, espero que gostem!

Capítulo 2 - A voz


Fanfic / Fanfiction As 3 assombrações - Capítulo 2 - A voz

Nós entramos até que não tinha teias de aranha por dentro, ainda bem! Odeio aranhas!

Mal nós entramos e eles, meus tais tios aparecem do nada.

-Olá! Sejam bem vindos!- Disse minha tia Anna, também toda animada.

-Bom dia.- Aquele devia ser meu tio Paul, tinha algo estranho nele…Ele colocava uma tensão sobre o lugar.

-Olá!- Disse minha mãe quase gritando!

Eles nós mostraram nossos quartos e por lá eu fiquei enquanto os outros conversavam.

Até que eu dormi e só acordei no dia seguinte; E quando eu saí lá fora, tudo que era maravilhoso estava horrível, assim como aquela casa!

A grama que era verde, agora estava seca , o céu que estava azul e sem nuvens, agora estava cinzento e com várias nuvens, e as árvores e flores, agora estavam murchas e secas, as árvores sem folhas, e as flores sem pétalas. Não tinha entendido o por que de isto ter acontecido…

-Mas o que aconteceu aqui?- Eu estava muito confusa.

Então eu comecei a ouvir vozes que pareciam vir da floresta, então comecei a andar em direção a ela, com passos lentos e com um pouco de medo. Ouvi um vulto atrás de mim, e quando olhei para trás vi uma sombra correndo pelas árvores.

Nessa hora comecei a correr entre o meio das árvores, não sabia oque era aquilo, mas não queria pagar para ver!

Até que percebi que a sombra havia parado de me perseguir, então eu também parei de correr. Então a voz começou a falar de novo.

-Cleir, Cleir, ooh Cleir.- Aquela voz estava mesmo sussurrando meu nome?

-Cleir…Por que parou de correr? Venha até mim…-Mas oque?

-Cleir, acorde, acorde.- Mas por que ela esta pedindo para mim acordar??

Depois eu comecei a ouvir gritos, gritos de terror, de medo, de dor, de morte, gritos agudos, parecia que eu iria ficar surda…Eu me agachei e comecei a chorar ali mesmo, o tempo passou e os gritos foram parando. Eu já não tinha mais lágrimas para chorar, minha garganta doía….Meu coração doía.

Comecei a ouvir gritos novamente, só que desta vez, estavam gritando meu nome.

-Cleir! Cleir! Onde está você?- Era meu pai!.

Eu sai correndo dali e o abracei o mais forte que podia.

-Cleir! V-você está bem?- Ele parecia muito preocupado.

-Estou, pai vamos embora, por favor.- Eu ainda estava apavorada.


Notas Finais


Obrigada por lerem, Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...