História As Aparências Enganam (Jico) - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Bia_For_Now

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Delfina, Gaston, Jazmin, Jim, Luna Valente, Matteo, Nico, Pedro, Personagens Originais, Ramiro, Simón, Tamara, Yam
Tags Jico
Exibições 88
Palavras 705
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Poesias, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Aqui e a SoyLunaForever. Bom gente, como somos doidinhas fizemos mais uma fic. Beijos e espero que gostem

Capítulo 1 - Prólogo


Mais um dia sofrido na vida de Jimena, que já se acostumara com a triste rotina, porém em alguns dias da semana era diferente, como hoje, acordou sozinha, não havia ninguém em sua casa e deu graças a Deus por isso, seus pais ainda estavam no bar, provavelmente fazendo "propaganda" de seu corpo, já havia se acostumado com isso. Era sempre assim, acordava, ia ao Roller escondida, desabafava com seus amigos, retornava a sua casa, apanhava por sair de casa e em algumas vezes, tinha que se deitar com alguns "clientes". Jim já era acostumada a sua rotina e aos comentários de todos, principalmente pela parte de Âmbar, Jazmin e Delfina, mas ela nem ligava pra elas, a única pessoa com quem sofria ser julgada era Nico, sua paixão, que vivia dando broncas na menina, ficava dando sermões de como ser uma "boa menina". Ao lembrar disso Jim deixa uma lágrima cair, mas logo se recompõe e se veste, para disfarçar seus mais recentes machucados coloca uma calça jeans e uma blusa de frio preta, para caso sangrasse não aparecesse, e lá ia ela, mais um dia de humilhações e desilusões. 
Caminhando em direção ao Roller viu seus pais conversando com um homem na porta de um bar. Mesmo sabendo do que se tratava resolveu escutar:
-Garanto que não vai se arrepender! Ela tem experiência, ela aceita todos os tipos de "carinhos"_ Jim parou de escutar nesse ponto da conversa, já sabia do que se tratava esses carinhos, eram tapas, mordidas, todos os tipos de coisas, resolveu seguir seu caminho, rezou para que não acontecessem mais imprevistos como aquele. 
Diminuiu seu ritmo normal para apreciar a bela paisagem a sua volta, mas logo se arrependeu pois viu o carro de Nico se aproximar dela, e ele não estava sozinho, estava com seus amigos Simon e Pedro, que a tratavam bem, não como seus amigos, mas não a julgavam. Jim voltou ao seu ritmo normal, mas foi em vão já que quem dirigia era Pedro, e parecia segui-la. Logo ele a gritou: 
-JIM!_ Jim parou de andar e se virou para trás rezando pra que ele não a ofereça carona igual a ultima vez_ Não quer uma carona?
-Não, não precisa, o Roller e aqui pertinho, eu consigo ir andando_ Dessa vez foi Nico quem se manifestou. 
- Pode vir Jimena, nos não somos seus clientes, não vamos fazer nada contra você_ Jim deixou uma lágrima escorrer, mesmo ouvindo isso todos os dias, nunca se acostumou a Nico falando assim dela. Só se virou e seguiu seu caminho, deu tempo de escutar Simon dando uma bronca em Nico, porém não deixou de ficar triste. 
Quando chegou ao Roller foi se sentar na mesa de sempre, afastada de tudo e de todos, principalmente do balcão da lanchonete e da pista, já que eram os lugares mais movimentados do Roller, se sentou e ouviu seu celular tocar, quando leu o nome e vou que era sua mãe não agüentou e deixou escapar a cachoeira de lágrimas que segurava. Somente desligou a chamada e olhou ao seu redor, e como se o seu dia não poderia ficar pior, Âmbar, Delfi e Jazmin vieram em sua direção.  Provavelmente a humilhar. 
-O que foi Jimena, o seu último cliente esqueceu a gorjeta foi?_ Delfina falou, e logo em seguida foi a vez de Jazmin
-Não, o cliente esqueceu as moedas e ela não tem dinheiro pra trocar as roupas, olha que fora de moda_ Disse Jazmin com seu puro tom de esnobarão. Quando Âmbar iria se pronunciar seus anjos chegaram. 
-Posso saber o que está acontecendo aqui?_ Disse Yam, com uma voz autoritária. 
-Nada, nos só estávamos comentando o quanto as roupas dela estão fora de moda_ Disse Jazmin focada em lixar suas unhas. 
-Obrigada, mas não precisamos de nada disso, agora se nós dão licença precisamos conversar_ Disse Ramiro tentando se livrar das patricinhas. O que funcionou, por um tempo já que logo depois chegou Simon e Pedro tentando se desculpar. 
-Não, tudo bem, eu entendo, não precisam se preocupar eu já me acostumei_ Disse Jim enxugando as lágrimas em seu rosto e tentando e tentando segurar as novas que já se formavam em seus pequenos olhos. 
Continuamos ou paramos?


Notas Finais


Gostaram? Odiaram? Deixem os comentários falando o que acharam.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...