História As Aparências Enganam (Jico) - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Bia_For_Now

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Delfina, Gaston, Jazmin, Jim, Luna Valente, Matteo, Nico, Pedro, Personagens Originais, Ramiro, Simón, Tamara, Yam
Tags Jico
Exibições 94
Palavras 845
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Poesias, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi genteee
Aqui e a SoyLunaForever, pra facilitar, aqui é a Duda. Espero que gostem. Beijos 😘😘

Capítulo 2 - Um FlashBack revelador.


-Não Jim, o Nico estava e está errado em relação a você. Ele não pode sair te julgando assim sem mais em menos._ Disse Simon tentando confortar a menina e tentar, de certa forma reverter o que Nico havia feito. 
-Não, sério esta tudo bem. Ele tem a sua opinião e tem o direito de expressá-la, já me acostumei_ De certa forma era verdade o que a menina dizia, ela já havia se conformado com as ofensas, menos com as de Nico_ Além do mais..._ Jim foi interrompida novamente pelo celular, que de novo era sua mãe. 
-Jim, me da esse telefone que eu mesmo falo com essa, essa... Ah me da logo o telefone_ Disse Ramiro com um ar autoritário e protetor, ele era o seu melhor amigo, seu irmão mais velho, seu protetor.
-Não precisa, eu atendo._ Disse Jim já indo pegar o celular, porém Ramiro foi mais rápido o pegou e o atendeu. 
-O QUE QUER?_ Perguntou Ramiro a mãe de Jim. 
-Cadê a Jimena?_ perguntou a mãe de Jim impaciente. 
-O que você quer falar com ela?_ perguntou Ramiro em tom impaciente. 
-Aí garoto, passa a porra do celular para aquela vadia_ disse a mãe de Jim impacientemente brava. 
-Eu já te falei pra não falar assim dela._ Disse Ramiro tentando defender a amiga
-Eu chamo ela do que eu quiser, agora da pra falar para aquela putinha de esquina vir pra casa? Ela tem um serviço. E avisa pra ela que a casinha do cachorro a espera._ disse a mãe de Jim com desprezo. 
-Ela não vai pra casa. Porra, e difícil de entender que a SUA FILHA, não é um objeto comercial?_ disse Ramiro iniciando uma confusão com a mãe de Jim. 
-E claro que eu sei que ela não é um objeto comercial. Ela e a nossa fonte de dinheiro, só isso! Algum problema em querer comer?_ disse a mãe de Jim como se fosse algo simples de se explicar. 
-VAI SE FUDER E DEIXA A JIM EM PAZ CARALHO!_ disse Ramiro já explodindo. 
Simon e Pedro já estavam de volta a seus postos na lanchonete e Nico apenas observava de longe. "Deve ser um cliente apegado" pensou Nico, mais uma vez duvidando do caráter de Jim. 
Jim apenas observava Ramiro com um sorriso no rosto, estava muito agradecida por ele sempre a defender, principalmente de seu pai, que era quem mais a maltratava. 
-Não fica assim amiga! Por que vcs não vai dormir lá em casa hoje?_ disse Yam tentando confortar a amiga. 
-Não vai dar, provavelmente minha mãe ligou pra me avisar que hoje é o dia da casinha de cachorro e que tem alguém me esperando. Não e Ramiro?_ disse Jim tentando parecer forte, mas por dentro estava desabando por ter plena consciência de que seu corpo seria vendido novamente a alguém desconhecido. 
-Mas você não vai pra casa, eu não vou deixar, ou melhor, nos não vamos deixar._ disse Ramiro "mandando" na amiga. 
-Eu tenho que ir, tchau e obrigada. Nós vemos amanhã._ disse Jim pegando suas coisas. 
- Então eu te levo!_ disse Ramiro. 
-Não precisa eu sei o caminho_ disse Jim tentando fazer graça, o que foi em vão. 
-Eu não perguntei se precisava ou não, eu vou e ponto!_ disse Ramiro em um tom autoritário. 
-E nos também!_ disse uma voz masculina surgindo detrás de Ramiro. 
-Matteo, Gastón?_ Jim perguntou surpresa. 
- Nos mesmos, Nina e Luna nós contaram o que fazem com você._ Disse Matteo, Jim logo fuzilou Luna e Nina com o olhar, mas logo gargalhou fazendo as duas suspeitarem aliviadas. 
-Obrigada, mas não precisam de incomodar, eu posso ir sozinha. Eu sei lidar com eles._ era mentira, Jim apanhava e depois era obrigada a se deitar com estranhos. 
-Nos vamos e ponto!_ disseram os três em uníssono. 
- Ok, Ok, vocês venceram._ disse Jim levantando as mãos em sinal de rendição. 
Os quatro saíram do Roller ouvindo as sofridas histórias de Jim e se comovendo a cada nova história, Jim não sabia como mas contou como foi sua "primeira vez" aos 11 anos. 
*FlashBack On*
Jim havia acabado de chegar da escola e entrou em sua casa, se deparou com um homem com um sorriso malicioso no rosto, pensou não ser pra ela, mas logo ele veio em sua direção e seus pais saíram de sala, deixando no local apenas o "casal" um colchão e diversos aparelhos destinados ao prazer do homem, Jim, a princípio ficou assustada, não esperava por isso, foi pega novamente de surpresa quando o mesmo homem a beijou, tirando seu BV também, começou a acariciar seu corpo, Jim logo se afastou e começou a correr pela sala procurando a porta, porém foi em vão já que as portas estavam trancadas, o homem, tomado pela raiva, pegou um dos objetos de tortura e a bateu, Jim resolveu não fazer mais nada, apenas ficou quieta, tentando suportar a sua dor externa em quanto as estocadas agressivas e sem cuidado do homem e a sua dor interna quanto a seus pais lhe sujeitarem a isso...
*FlashBack Off*


Notas Finais


Desculpem pelo capítulo ruim.
O próximo aí ser da Biazinha (ouviu? Kk) beijos e até o próximo 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...