História As Apimentadas - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Visualizações 17
Palavras 1.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oie
Sasuke: pq ainda da oi pra esse povo que nao te responde?
Pq não é da sua conta.
Sakura: toma UCHIHA sbdvdhd
Sasuke: Educação mandou lembrança tá.
Manda bjos pra ela.
Sasuke: *revira os olhos e sai*
Sakura: oprimio o garoto. Shauahau
Sasuke: *volta e joga água gelada em Sakura e sai correndo*
Sakura: AHHH UCHIHA DESGRAÇADO MELHOR CORRER MESMO.

Gente vamos para por aqui né... Ah gente perdoe-me os erros tá
Bora ler....

Capítulo 14 - Chega de Cu Doce


Sasuke on

Eu avia chegado na Faculdade e simplesmente ignorei a existência de Sakura e fui para o meu curso. É de la fomos para o auditório, não To fingindo que ela nao existe so ignorando mesmo, sabiam que deve ela teve a audácia de trocar a minha música favorita no rádio aquela boneca de vodu do cabelo cor de rosa - olha um novo apelido - minha diva do pop tava catando humilhando as inimigas - soou meio afeminado ignorem - "Love me link you dou" - sim minha música favorita amo pra k7 - E o pior não foi ter mudado sem eu ter deixado, ela tocou no meu som do carro pra mudar e ainda botou uma música do capeta - aquelas músicas que grudam na sua cabeça feito chiclete - despacito, porra tantas músicas logo uma modinha chata que cola na cabeça.  Passito passito salve salvesito, CARALHO SAI DESSA MENTE QUE NAO TE PERTENCE. LINGUEM PRO MANICÔMIO E PRENDAM A SAKURA POR POLUIÇÃO SOBORA -vocês devem estar tipo; "Não deveria sr pra Polícia não?" NÃO simplesmente não é pro manicômio mesmo e lá que é lugar de loucos que nem ela. 

Entrei no auditório e dei-me de cara com o capeta-cor-de-rosa - apelidinho meigo que dei a ela - Fingi que ela não estava ali e passei por ela até ouvir aquela voz chata. 

- Sasuke. 

De tantas desgraças logo essa. Girei meus caucanhares e voltei-me a olhar para à porta e la estava a enviada do capeta Shion. 

- Shion. Falei com desgosto 

- Sasukinho, a quanto tempo? 

- Muito e por mim seriam mais. 

- Nossa Sasu, é um prazer te rever e tu diz assim.

- Pra mim isso é um enorme desprazer. Falei 

- Nossa. Deu uma de ofendida. 

VADIA é VADIA porque é vadia. - essa é a frase da Sakura e admito que concordo com ela. - É simplesmente uma vadia, ela tava de namorico com o Naruto e ficando comigo e eu quase matei o meu melhor amigo na verdade até brigamos por culpa dela se não fosse pelo Sai eu e o Naruto estávamos brigados ou até mesmo um de nos teria morrido por conta dessa vadia. 

- Sasuke meu bem. 

Opa da onde Sakura surgiu? 

- Oi. 

- VadiShion. Ela disse forçado um sorriso

- Saputa. Disse com um sorriso cínico 

- Horas sua VADIA!  Sakura ia avança pra cima dela mas a segurei e a olhei com o olhar "ignora é puta."

-  Vocês já se conhecem, não preciso gasta saliva apresentando vocês. Falei com um forçado sorriso de canto. 

- Sasuke eu vim te chamar. Vamos. Sakura disse me puxando - Ah! Shion foi uma tremendo Grande desprazer vadia. Sakura falou e nem deixou Shion responder e saiu me puxando. Já estávamos um pouco longe nas primeiras poltronas Sakura me soltou parou em minha frente cruzandonos braços na frente do corpo e me olhou nos fundo dos olhos e deu um sorrisinho de canto que só ela sabe fazer Ai tem ai vem essa capeta não perdoa. 

- Você me deve uma Uchiha. Afirmou

- Devo é? Questionou arqueado uma das sombracelhas 

- Não se finja de idiota Sasuke, ah esqueci não dar pra para de fingir uma coisa que você é. Disse rindo

- Diaba. Bufei - Sakura o que quer? 

- Que você pague meu almoço de amanhã é me der uma carona pra cá por três dias vinda e ida. 

- O que. Falei indignado - Nem morto. 

- Olha a e lei do retorno Sasuke. Falou saindo indo se sentar. 

O que ela quis dizer comisso?  Deus é  mais. Fiz o sinal da cruz rapidamente e dei uma leve estremecia no corpo e fui me sentar perto de Gaara que estava ali. 

Sasuke off

Ino on 

Que o Sai pensa que é?  Pra falar daquela forma comigo e fazer aquelas perguntas? Oxi não sou as negas dele. Não vou me arrasta e beijar os pés dele. Não mesmo. Já achei de mais eu ter ido dar explicações a ele é ele me trata daquela forma meu cu pro Sai. A maldita da desgraçada da campainha tocou e eu fui atender a passos firmes. E abri a porta com brusquidão. 

- Calma ai loirinha. 

- Sai. Falei sem paciência 

- Parvil curto você em. Falou

Revireis os olhos.

- Diga logo o que você quer. Fui direta

- Pedi desculpas. 

- Oi? Como?  É o Sai mesmo? 

- Para de brincadeira Ino. Desculpas ta eu fui meio que paranoico. 

- Meio? 

- Mediano. 

-  Agora falou quase minha língua. 

- Me desculpa? 

- Tá Sai, desculpo. 

- Beleza. Deu uma comemorada e me beijou. Eu podia ter parado o beijo mas ele beija bem pra caralho e eu aprofundei o beijo. Era ferroz quente e começou a pegar fogo. Sai me ergueu e eu entrelacei minhas pernas em volta da cintura dele, entramos no meu apartamento e ele trancou a porta com dificuldade. Caminhou até o sofá e me deitou la tirou a camisa e voltou a me beija eu posso sentir o membro rígido dele rosando em mim.  Arfei e sorri em questão de segundos eu já estava apenas de lingerie e Sai apenas de cueca box azul. Virei ficando em cima do mesmo e depositei beijos do pescoço até sua pélvis e tirei lentamente sua cueca o deixando maluco. Toquei delicadamente o seu amigo já grande e Sai soltou um gemido rouco não pude deixar de sorri, comessei a masturba-ló em um vai e vem lento com a mão esquerda arranjei seu abdômen chapado e ele arrepiou em seguida apertei suas bolas enquanto masturbo. Modisquei a cabecinha rosada de seu membro e passei a lingua.O mesmo soltou outro gemido rouco e entrelaço seus dedos em meu cabelo passei a língua em todo o seu membro e o abocanhei. Chupei fazendo vai e vem e quando vi que ele estava prestise a gozar parei e limpei o pré gozo e tampei o buraco. 

- Ino. Resmugou

Não liguei e me levantei ele ne olhou e eu recolhi as roupas dele do chão abri a porta e as joguei no corredor. 

- SUMA FAQUI SAI AGORA! Gritei e o ecpussei do meu apartamento. 

Fechei a porta com força e a tranquei. 

-  SUA MALUCA. LARGA DE CU DOCE.  Pude ouvi-ló grita apenas ri e sair pegando meu vestido do chão e fui para o meu quarto. Bem Sai prove o gostinho de ter que acabar na bronha.




Notas Finais


Espero q tenham gostado 😚😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...