História As aventuras de " " - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~LannaLima

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizades, Colegial, Comedia, Loucura, Melhores Amigas, Novela, Romance
Exibições 6
Palavras 518
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Finalmente Molly toma uma atitude!
Hoje... É hoje... É hoooojeeee!
Hoje o Jace não escapa! Ou será que escapa?

Capítulo 7 - É hoje!


No meu fone estava passando uma rádio brasileira, a música " É hoje" da Ludmila começou a tocar.

Puxei Jace mais pra perto e cantei um pedaço da música no seu ouvido:

-- Hoje você não escapa, hoje vai ser meu brinquedo, hoje tô querendo te pegar, GOSTOSO.-- pisquei e saí, bom, tentei sair, mas ele segurou meu braço e me puxou pra sala do zelador. Sério, esse zelador vai nos odiar pra sempre. Na sala estava escuro, mas dava pra ver o rosto de Jace, seus olhos azuis e seus cabelos negros jogados de lado. Tirei o fone e trancamos a porta. Ele começou a me beijar ferozmente, mas eu o interrompi e disse:

-- Acho que você não entendeu meu recado, hoje quem tá no controle sou eu-- falei me virando de costas pra ele.

-- Molly, melhor você não me provocar.

-- Sinto muito.-- disse eu, rebolando em seu quadril, com as costas coladas nele, e as dele na parede. Fui rebolando num ritmo um pouco mais rápido, senti a ereção começar, era isso que eu queria.

-- Ariel, Ariel-- disse ofegante-- você não tá fazendo isso.

-- Eu estou, e pelo jeito você está gostando.-- disse, sentindo sua ereção ficar maior, parei e me virei de frente pra ele.

-- Molly, eu já disse, não me provoca.

-- Calma, eu nem comecei-- falei passando a mão em sua barriga tanquinho por baixo da blusa. 

Em seguida fui passando as unhas até ficar de joelhos em sua frente, segurei dos dois lados de sua calça e olhei pra cima, provocando.

-- Molly, você não me conhece, não faz isso.-- ele disse ofegante. Não vou mentir, eu também estava quase gozando, mas queria manter o controle.

-- Não fazer o que? Isso?-- disse ao puxar sua calça junto com a cueca.-- E eu achando que não dava pra ficar melhor.

-- Vai ter castigo senhorita Karter, você será severamente punida.

Coloquei seu pau já muito ereto na boca, e comecei a chupar devagar.

-- Vou jogar seu joguinho Jace, pede.

-- Pedir o que?

-- O que você quer que eu faça?-- falei passando a mão devagar em seu pau.

-- Chupa Molly, por favor.

-- Chupar o que Jace? Esse bacon aqui?

-- Molly anda, mete a boca nisso e Chupa.-- ele falou empurrando minha cabeça em seu pau.

Chupei freneticamente e ele disse:

-- Molly vou gozar.

-- A é?-- aumentei o ritmo e quando ele estava quase gozando eu parei.

-- Molly, caralho! Não faz isso! Eu não acredito que você está fazendo isso.

-- Está rápido de mais?-- perguntei com um tom de voz mais provocante-- Se quiser eu posso parar-- falei acariciando aquele pênis gigante-- mas seria uma pena, pois eu estava prestes a acelerar...eu poderia até deixar você gozar nessa boquinha esfomeada aqui-- apontei pra minha boca-- imagina esse seu delicioso pau entrando e saindo da minha boca, imagina Jace, eu chupando essa ereção freneticamente até você ficar...

-- Molly depois eu vou te punir, mas mete esse pau na sua boca logo e chupa, tá doendo de tão ereto!

-- Jace...

-- Chupa caralho!-- ele disse segurando minha cabeça e empurrando-a contra seu pau. Enquanto eu chupava ele gemia, e depois ele gozou na minha boca.


Notas Finais


E aí gente, como foi? Fraco? Bom?Ruim?
Bem só sei que agora as coisas vão acelerar entre eles...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...