História As aventuras de um Jovem - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Romance, Sexo
Exibições 15
Palavras 1.823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem :)

Quanto aos erros de ortografia, voces ja sabem, né?

Curtam o capítulo....

Capítulo 22 - Felicidade?


Felicidade?

Ela me olha com furor. Seus olhos parecem queimar e tenho a impressão de que ela está prestes a surtar de vez. Carolyne se levanta e vem pro meu lado. Ela me abraça e diz:
- Isso aí! Eu e o Sammy estamos juntos - Vejo o ódio no rosto de Melissa. Eu acho que se ela visse uma faca, a pegaria e mataria eu e Carolyne. Ela olha bem pra nøs e diz:
- Quer dizer, que vocês estavam trepando? Juntos? Estavam me enganando? Me traindo? Quem vocês pensam que são? - Melissa se acha a certinha dessa história toda. Gostaria de poder enchê-la de xingamentos, mas não vou fazer isso, sou um garoto educado. Olho pra ela e digo:
- Você também está me traindo! Você não pode culpá-la e nem a mim!
- Ah, não posso? - Grita Melissa, fervendo de raiva - Ela roubou meu homem, você! E bem embaixo do meu nariz! Você acha que uma mulher tolera esse tipo de coisa?
- Espera um pouco - digo - O seu amante também te roubou de mim! Você que homem costuma tolerar esse tipo de coisa? Pois eu tolerei e, como você pode ver, eu não estou nem um pouco bravo!  - Grito.
- Agora sei o motivo pelo qual você não queria mais transar comigo - diz Melissa, cruzando os braços. Ela acaba de me culpar por tudo! Ela que não quis transar e não eu - Você passou muito tempo fudendo a buceta dessa vadiazinha aí, e perdeu o tesão em mim!
- Espera aí, pare de me culpar, porque foi você que disse não quando eu pedi pra transarmos ontem à noite!
- Eu? EU? - grita Melissa. Ela está vermelha de raiva. Ela quer que eu me considere culpado, mas eu não vou fazer isso. Eu respondo:
- Sim, Melissa, você! Você que disse que estava cansada do trabalho e não queria transar, mas se masturbou durante uma hora! - Melissa fica sem fala:
- Sammy, eu....eu não...
- Melissa, escolha: ou eu ou o seu amantezinho de merda!
- Tenho escolha?
- Tem! - grito - Vamos resolver isso numa boa, Mel. Você me ama?
- Claro que amo! - Diz ela.
- Mas, com toda sinceridade, você o ama mais, certo?
- Bom, na verdade.....Sim! - Era pra eu ficar sem chão, mas eu já esperava essa resposta, então eu proponho:
- Então, vamos fazer o seguinte: convide seu namoradinho pra jantar com a gente!
- Sammy, eu não sei se....
- Chame ele, e nós resolvemos tudo numa boa! Eu fico com a Carolyne e você com o...Como é o nome do idiota?
- Lyan - ela responde - o nome dele é Lyan. E ele não é um idiota, vou ligar pra ele.
Ela sai da sala e vai para o quarto. Eu, particularmente, estou ansioso para conhecer esse Lyan. Quero saber o que a Mel viu de bom nele. Carolyne me olha e sorri. Finalmente vamos ficar juntos. Finalmente vou ter uma vida normal, longe de mais traições e segredos. Carolyne  e eu agora podemos nos assumir namorados. Eu estou muito feliz. Vou até Carolyne e a beijo. Ela retribui, eu coloco minha mão por trás da sua cabeça e começo a mexer em seus cabelos. O ar se faz necessário e nós separamos os lábios.
- Eu te amo - diz ela. Sorri e me abraça. Eu, suavemente dito em seu ouvido:
- Eu te amo muitão, meu bebezinho loiro! - ela se arrepia e aperta minha cabeça. Eu me afasto dela e sorrio. Melissa entra na sala:
- Vou comprar as coisas para o jantar. O Lyan disse que vai vir.
- Yes! - grito. Melissa me olha e Carolyne cai na risada. Melissa também começa a rir e diz:
- Droga! Não dá pra ficar com raiva de vocês dois! - Nós vamos até ela e nos unimos num abraço coletivo. Passamos por tanta coisa juntos, que aprendemos a ser como crianças: não guardar mágoas no coração. Apesar de termos traído um ao outro, nós nos perdoamos porque, acima de tudo, somos amigos!
Nos separamos do abraço, e Melissa sai para comprar as coisas paea o jantar com a Carolyne. Eu ligo a TV. Está passando Bob Esponja, e como um fã de desenhos animados, senro no sofá pra assistir. Quase uma hora depois, Melissa chega e começamos a abrir as sacolas. Somos interrompidos por um toque e ouvimos o telefone de Melissa tocar. Ela pega e atende. Conversa  com uma pessoa que, pela fala dela parece ser um homem. Ela desliga. Vai para a cozinha colocar o frango assado do forno. Eu ligo o som. Encaixo o cd, dou play. Enquanto o frango assa e Carolyne e Melissa fazem o resto do jantar, eu aproveito pra mexer o esqueleto e dançar. Começa a tocar uma das minhas músicas favoritas, um clássico, Gilbert O' Sullivan e a música Alone Again (Naturally). Começo a dançar no embalo da música, mas sou interrompido pelo barulho do interfone. Parece que o tal Lyan chegou. Vou até a porta e a abro. Dou de cara com um garoto que parece ter a minha idade, cabelo ondulado e um topete que lembrava o Elvis Presley.
- Oi, eu sou Lyan - diz ele - e você é?
- Sammy - Respondo - Ex namorado da Melissa - Ele levanta as sobrancelhas, como que surpreso - Quer entrar? - pergunto. A resposta vem rápido:
- Claro! Adoraria! - Diz ele. Eu o conduzo pela varanda e o levo pra sala onde a música está tocando. Ele olha o som, ouve a música e balança a cabeça algumas vezes. Pergunto:
- Gosta de Gilbert O' Sullivan? - Petgunto. Ele faz que sim com a cabeça.
- Gosto sim. Também gosto de Aerosmith, The Smiths, Skaters e Queens...
- Of The Stone Age - completo. Eu estou completamente empolgado por conhecer esse cara. Agora eu dei o que Melissa viu de bom nele. Ele tem um bom gosto pra música. Tiro o cd e coloco um outro com músicas do QOTSA (Queens Of The Stone Age). A primeira música vem com tudo: No one Knows. Eu entro no embalo e começo a dançar. Lyan me segue e começamos a cantar juntos:

We get some rules to follow
That and this, these and those
No one knows
We get these pills to swallow
How they stick in your throat
Taste like gold
Oh, what you do to me
No one knows

I realize you're mine
Indeed a fool am I
I realize you're mine
Indeed a fool am I

I journey through the desert
Of the mind with no hope
I follow
I drift along the ocean
Dead lifeboat in the sun
And come undone
Pleasantly caving in
I come undone

I realize you're mine
Indeed a fool am I
I realize you're mine
Indeed a fool am I

Heaven smiles above me
What a gift here below
But no one knows
The gift that you give to me
No one knows

- NO ONE KNOWS - Gritamos e caímos na risada. Quando a música acaba, começamos a dançar outra musica muito foda: Go With The Flow. Nós cantamos essa também. Quando a euforia acaba, percebemos que não estamos sozinhos na sala. Olhamos pra porta da cozinha e vemos Melissa e Carolyne rindo da nossa cara.
- Vocês são dois loucos - diz Melissa, rindo. Lyan olha pra camisa dele e diz:
- Puta que pariu - diz Lyan - Estou todo suado!
- É - respondo - Eu também estou. Mas bora comer que é melhor. O jantar já está pronto, garotas? - Pergunto. Elas respondem que sim e eu conduzo todo mundo até a cozinha.
Novamente, troco o cd e coloco algo mais romântico pra tocar: House of Cards do Scorpions. Comemos lasanha, macarrão com queijo e rocambole. Nada especial, nem caro. Só um jantar normal de amigos. Conversamos sobre livros, filmes, séries, música, sexo e etc. Ao som da música, bebemos vinho. Eu abro a boca pra dizer:
- Isso está muito bom - desligo a música com o controle remoto do som - Mas agora temos outros assuntos pra tratar. Melissa e Lyan, vocês vão ficar juntos?
- Sim - eles respondem em uníssono. Eu pego a mão de Carolyne e continuo:
- Vocês tem certeza? - E mais uma vez eles respondem:
- É claro!
Puxo Carolyne pra mim e a beijo. Eles fazem o mesmo. Não sei qual é o significado disso, mas é divertido. Encerramos o beijo, batemos palmas e nos abraçamos. Esse sim é um ótimo jeito de se terminar uma relação: com paz, amor...E música!
Ligo novamente o som, e dessa vez, Remy zero e a música Save Me, vem nos fazer dançar. A noite vai passando rápido. Nós dançamos até não poder mais!
- Eu não aguento mais - grita Mrlissa e puxa todos nós pra cima dela e caímos no tapete - Hoje é o melhor dia da minha vida!
Ficamos ali, caídos por um bom tempo, até que Lyan se levanta. Melissa sobe pro quarto dela com ele, e eu e Carolyne vamos sozinhos pra varanda.
- Então - puxo assunto - Agora, acho que nós podemos nos assumir, Certo?
- É, agora sim está tudo bem! - Responde. Antes que ela fale mais alguma coisa, eu a beijo. Um beijo doce, comemorativo, com sabor de pudim. Coloco minha mão atrás de sua cabeça e começo a mexer no seu cabelo. Ela agarra meu rosto, suaa mãos estão quentes e paertam meu rosto. O ar se faz necessário. Paramos. Ela olha pra mim e sorri. Eu olho, bem no fundo dos olhos dela e digo:
- Carolyne? - Ela olha pra mim e levanta as sobrancelhas - Eu te amo, Carolyne! Eu te Amo!
- Eu também te amo, Sammy - diz ela. Eu a abraço. Ela retribui. Separo nossos corpos, ajeito a cabeça dela no meu ombro, e ficamos ali, olhando a linda e maravilhosa lua cheia da nossa varanda, sentados num banco de madeira. Eu disse muitas vezes que estava feliz, mas só agora, eu estava realmente feliz, feliz, feliz....
Mas parece que a minha felicidade tem pouca duração. Meu telefone toca e eu atendo.
- Alô? - Pergunto. Uma voz feminina responde:
- Seu amigo Harry vai morrer se você não estiver em Bervely Hills em uma hora - e desliga. O telefone toca. Outra voz feminina diz:
- Boa noite, pombinhos apaixonados - CABUM!! Uma bomba explode o carro de Lyan, que está estacionado na esquina. Carolyne e eu nos esquivamos de alguns pedaços de ferro, e vemos o carro queimar. Lyan e Melissa descem. Lyan olha a cena e grita:
- O QUE ACONTECEU COM MEU CARRO???
- Não devia ter vindo aqui hoje, Lyan - digo. Melissa olha pra mim e diz:
- Megan de novo!


Notas Finais


Link da música do QOTSA pra vcs ouvirem: http://www.youtube.com/watch?v=s88r_q7oufE&feature=youtube_gdata_player

Espero que tenham gostado ;)

Se quiser deixar seu elogio, crítica, xingamento etc. comente!

E aí? Nos vemos no próximo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...