História As aventuras de uma Docete Ciclope - Capítulo 140


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Kentin, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Alexy, Amor Doce, Armin, Castiel, Ciclope, Dajan, Dake, Dakelicia, Docete, Jade, Kazumi Takashi, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Sangue
Visualizações 651
Palavras 5.111
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mecha, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Sobrenatural, Steampunk, Super Power, Super Sentai, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Postando uns minutos antecipados porque to MORREEEEEEEEEENDO de dor de cabeça
revisei e fiz a imagens com BASTANTE antecedência . . . enfim

espero que gostem de saber mais sobre personagens que não estavam com tanto foco
é meus queridos, chegou a vez do Ken e do Lysandre de brilhar feito vagalume aqui na fic \o/

aproveitem :}

P.S.: teve atualização no ask tumblr e tem sempre coisa nova no amino o/~

Capítulo 140 - Capítulo 135


Fanfic / Fanfiction As aventuras de uma Docete Ciclope - Capítulo 140 - Capítulo 135

O dia hoje causou umas discussões intensas sobre assuntos complicados.

 

O tempo tem passado até bem rápido desde que comecei a estudar na Sweet Amoris, digo, recomecei.

Eu tenho escrito com grande espaçamento entre os dias justamente por não ter muito o que escrever. Meus dias estão bem normais, fora de casa e dentro de casa.

Em casa basicamente converso com meu pai, brinco com meus cachorros (ou/e pai . . . isso é confuso) e interajo com o Armin.

Eu confesso que é um pouco estranho o fato do meu pai estar em casa . . . 

Eu acostumei com ele ausente sabe ? 

Mais de meio ano sem ter ele por perto, só convivendo com o Armin, me fez acostumar com essa vida de "casado" sem os pais por perto . . . 

Até porque eu sempre soube que ele estava bem enquanto estava trabalhando, então não era como se eu fosse ficar realmente mal por ele estar distante, afinal, é bem comum famílias depois que se casam e arrumam sua própria família, se afastarem e aparecerem na casa dos pais só em festividades realmente importantes.

Enfim, é um pouco estranho pra mim sim, confesso, mas eu gosto de ter meu pai por perto ao mesmo tempo e ter certeza que ele está bem.

. . . A parte irritante é só minha falta de liberdade com o Armin . . . Se é que me entende. . . 

 

Ele não falou ainda onde está trabalhando, na verdade ele tem resolvido muitos assuntos burocráticos a respeito.

Aquela coisa de fazer exames, ir pra testes e afins . . . 

Eu nunca trabalhei, a noção que tenho é em base do que me foi contado então sei que depois que você passa tem que fazer inúmeras coisas, teste . . . É algo assim.

Inclusive ele e o Charlie tem se dado bem, não acontece mais como antes.

Charlie dificilmente rosna pro meu pai hoje em dia. Algo bom no fim das contas.

 

Alexy como toda manhã passa aqui em casa pra irmos todos juntos.

Inclusive ele chiou um pouco que sente falta do Armin.

Confesso que eu acho muito fofa a relação deles.

Eles vivem se matando, xingando, batendo, mas eles são muito unidos e fazem de tudo um pelo outro.

Armin também demonstra sentir um pouco de falta do Alexy, mas . . . Pelo que conheço dele acho que ele prefere estar vivendo aqui em casa.

Ele tem total liberdade, afinal, ele tem controle sobre as coisas, ele come o que da na telha . . . Acho que até eu me acostumei com essa liberdade toda.

 

Hoje, no caminho eu estava entretida no celular, estava lendo um comic.

Alexy parou próximo a mim e viu o que estava no celular.

"Hmm . . . Dois homens se beijando. Você lê essas coisas Boreal ? É tipo meu irmão com menininhas de animação japonesa ?" ele dizia me assustando.

Eu guardei o celular desesperada. Estava tão entretida que nem notei ele se aproximar.

"Cara, a Boreal é fujoshi." Armin falou já levando um soco meu.

"Sério que você é fujoshi ?!" Alexy perguntava espantado.

"NÃO SOU NÃO ! Eu . . . Eu leio yaoi, e só. E nem é sempre . . . " eu estava com uma mistura de raiva e vergonha . . . Eu realmente não me sinto como fujoshi.

"As únicas palavras "geeks" que vi no seu diário quando li foram relacionadas a yaoi.

Você parecia não conhecer nada sobre mundo de jogos e animes, entretanto, sabia muito bem chamar o Nathaniel de "uke loiro" por exemplo. . . Se você era tão leiga com tudo, porque sabia o que era um uke ?" Armin questionava me olhando fixamente.

"E. . . . Eu só li alguns yaois tá ?! Eu não sou fujoshi !" gritei empurrando o rosto dele pra longe do meu enquanto explodia de vergonha.

"Que bom. Odeio fujoshi." Alexy dizia.

Armin olhou pra ele espantado nesse momento, confesso que também choquei pelo mesmo motivo do Armin.

"Tá . . . Isso é novidade pra mim . . . Como assim você odeia fujoshi ?! Tipo, justo você ?! Alexy, você é gay ! Elas estão do seu lado !"

"Você lembra do nosso ultimo colégio antes de Sweet Amoris que tinha uma menina fujoshi na nossa turma ?" Alexy parou de caminhar e falava olhando para Armin.

"Lembro, o que tem ?"

"Ela shippava tudo que era macho da turma, aquilo me irritava MUITO. Sinceramente, quando me shippam com mulher me irrita bastante, na realidade eu odeio essa ideia de shippar coisas, ficar forçando uma coisa que não existe quando as pessoas tem compromisso piorou, então ver a menina shippar menino hétero com outro me da raiva porque eu me colocava no lugar e era muito desagradável. Eu nem tinha intimidade com aquela garota na realidade, mas ela vivia colada em mim principalmente quando soube que eu era gay.

 Inclusive, eu ainda aguentava ela, eu comecei a ficar puto com ela quando ela veio de incesto shippando nós dois. Nossa . . . A vontade de virar a mão na cara dela era tanta." podia notar a raiva do Alexy em seu olhar e seus gestos.

". . . Ela shippava a gente . . . ?" Armin falou incrédulo e com o rosto meio repuxado como quem sentia nojo.

"QUERIDO ! VOCÊ REALMENTE NÃO OUVIA NADA QUE ELA FALAVA NE ?! Ela até sugeriu pra fazermos cosplay de uns carinhas ai de anime que são gêmeos e ficam insinuando yaoi. Nossa, aquilo foi a gota d'água pra mim.

Explodi, xinguei e ela nunca mais falou comigo. Que nojo ! Eu contigo ! Sério . . . 

QUE

NOJO

Preferia ser shippado com mulher do que ser shippado contigo."

" . . . Alexy . . . Foi você quem falou que queria ficar com o Armin do futuro" nesse momento Alexy ficou com um olhar distante e pensativo.

"Vai tomar no cu." foi sua resposta antes de virar as costas e sair de cena.

. . . Eu não entendo . . . Sério.

 

Chegamos bem cedo, aliás, temos chegado sempre desde que o Alexy decidiu brotar lá em casa.

Alexy não tem paciência com o Armin, mas diferente de mim que simplesmente deixo pra lá e passo a ignorar quando perco a paciência, ele explode, e com isso, Armin levanta sempre no horário certo.

Na noite anterior, Armin e eu tivemos alguns contratempos . . . 

Fazia algum tempo que não conseguíramos ficar sozinhos devidamente, ou quando ficamos temos que nos "conter", e bem, acontece que ontem, era tarde da noite quando meu pai ligou falando que estava preso no trânsito.

O que pensamos ? Vamos aproveitar ! Claro !

E foi o que fizemos.

Nós tentamos aproveitar ao máximo o "nosso momento" mas infelizmente . . . Não rolou nada. . . . Ou pelo menos não como devia . . .

A louca da Agatha brotou aqui em casa e não parava de bater na porta compulsivamente "no melhor momento".

Inicialmente ignoramos ela, mas ela é a palavra "sem noção" personificada.

Armin ficou MUITO irritado, como era de se esperar, e eu não fui muito diferente.

A diferença é que eu me irritei calada, Armin já é cabeça quente, e bem . . . Ele desceu pra reclamar.

Os dois começaram a ter uma discussão compulsiva, ela levou COMIDA e jogou nele, e por fim meu pai chegou e a discussão ficou maior ainda.

Eu não me meti, desci, olhei e voltei pro quarto.

Não sei quando acabou nem como, só sei que peguei no sono.

 

Eu comentei que o Armin atendeu a porta de cueca ? Pois bem, comento agora.

Acho isso importante de ser lembrado porque tornou a situação mais bizarra e foi um dos tópicos da discussão.

"Falta de respeito com a tia de sua namorada."

Aliás, ela me chama de Boreal porque minha mãe me apresentava assim . . .descobri isso pelo meu pai.

 

Enfim, Armin que já é atacado por natureza, estava pior após os acontecimentos do dia anterior, e fazia algum tempo que não cometíamos certas loucuras.

Por termos chego cedo ele decidiu que seria boa ideia aproveitar as horas antes da entrada, porém, ao arredores do colégio, não dentro já que o colégio está mais "normal" ultimamente.

Eu fui de contra porque sempre faço doce, já faz parte de mim.

No fim, surgiu o Armin do futuro e olhando pro Armin me abraçando ele falou "a sala de aula B não vai ter o primeiro tempo nem aluno nenhum vai usar ela." em seguida ele entrou como se fosse nada, como se tivesse dito nada de mais.

. . . Eu confesso que foi estranho, bizarro e bem, não preciso dizer que o Armin insistiu muito para que fossemos pra lá.

"Eu estou começando a me simpatizar com meu eu do futuro." ele dizia rindo.

Fomos pra sala e logo fechamos a porta, não seria a primeira vez que algo do gênero acontecia na escola entre Armin e eu.

Nossas caricias estavam mais e mais intensas, como de costume.

Entretanto, descobrimos algo peculiar na sala. . . Lysandre estava lá, escrevendo em silêncio em um canto.

Ele levantou calmamente e se retirou sem falar nada.

Aquilo me deixou com tanta vergonha, mas tanta vergonha que eu não conseguia me imaginar saindo da sala o dia todo.

Após finalmente tomar coragem pra sair, Armin foi direto no Armin do futuro gritando.

"VOCÊ SABIA DO LYSANDRE NÃO É ?!" 

"Claro que eu sabia. Eu sou você, eu lembro de ter vivido isso." e assim o Armin começou a dar MUITO rage e gritar.

. . .  Mais um dia normal. . . 

 

Acho que ver essa gritaria dos dois, se o pessoal já não desconfia de viagem temporal e do Armin e o Armin serem a mesma pessoa, com essas brigas diárias as chances de descobrirem diminuem.

Até porque quase ninguém conhece o Armin de verdade.

Ele é muito calado, fechado e antissocial no colégio.

Ele só conversa mesmo com quem considera amigo dele e olhe lá.

Por mais que ele seja bonito, ele é considerado estranho demais entre os alunos por conta de seus gostos e jeito.

 

De qualquer forma,não é frequente o número de vezes que professores faltam em escola nenhuma, entretanto, em sweet amoris sempre foi frequente.

Ultimamente está parecendo mais uma escola normal, raramente tem falta de professores. Hoje foi um dia que teve falta . . .  

Aparentemente não foi só o professor da turma do Ken que faltou, inclusive, Ken não foi pra escola aquele dia.

 

Nos sentamos ao lado do Castiel que estava fumando, como velhos hábitos nunca mudam, eu cheguei tomando o cigarro dele e jogando no chão.

"PORRA ! NÃO COMEÇA !" ele gritava enquanto eu sorria de maneira sínica.

Alexy se aproximou enquanto se sentava ao lado de um Armin emburrado com a discussão que havia tido com seu eu do futuro mais cedo.

"Sabe, tava pensando na conversa de mais cedo, e até que vocês são shippáveis mesmo." falei repentinamente só pra provocar.

"Boreal, não me faça pegar antipatia por você igual peguei pela Lety. Quero continuar te tendo como cunhada. Não vem bancar a fujoshi pro meu lado que eu vou meter a mão na sua fuça." Alexy dizia irritado.

"Do que estão falando ?" Azriel falava se aproximando sorridente.

"De como você e o Lysandre formam um casal lindo." Armin respondia.

"Para de falar merda. Esse corpo tem a minha aparência ! É bizarro pensar em mim mesmo com o Lysandre." Castiel falava.

". . . Se eu ficasse com o Lysandre iria te ofender por ser seu corpo Castiel ?" Azriel questionou com um olhar um tanto quanto confuso. Sua pergunta parecia sincera.

Castiel ficou pensativo.

"Cara . . . Ia ser estranho pra caralho. . . Eu tento separar você de mim, mas não dá pra evitar de notar que somos iguais fisicamente." Castiel completou.

Azriel parecia bem pensativo.

"Mas porque ? Vai falar que você tem interesse no Lysandre ?" Castiel falou rindo de maneira debochada enquanto Azriel abaixava a cabeça timidamente.

". . . Sério que você nunca notou ?" falei.

". . . Pera . . . É SÉRIO ?!" Castiel que já estava com outro cigarro na boca deixou cair espantado.

"Cara, tá escrito na testa dele." Armin dizia.

"Eu pensava que era brincadeira !!" ele realmente não sabia . . . É incrível.

Sério que eu já fui apaixonada e já me envolvi com ele um dia ? 

Que decepção comigo mesma . . . 

"Mas e a Bia ?!" ele questionava.

"A Bia . . . Eu também gosto dela . . .Da mesma forma . . . " Azriel parecia bem tímido enquanto falava.

" Dos dois ?! Tá tipo a Boreal quando ficou comigo ?!" ele falou.

"A diferença é que ela gostava só do Nathaniel. Você ela usava como vibrador Castiel." Armin falou sem mais nem menos com aquele olhar apático dele.

Castiel só deu um empurrão no Armin enquanto xingava e logo todos estavam rindo.

Bem . . . Ele não mentiu.

De fato eu só gostava do Nath . . . 

 

Iris e Melody repentinamente foram até nós avisando que poderíamos ir embora pois o colégio estava tendo reuniões pra resolver certas coisas burocráticas.

Castiel pediu para que esperássemos com ele a Ambre, Lysandre e o Nathaniel, e bem, estava bem cedo, apesar de Armin naquele momento ter um fogo pra ir pra casa logo por conta de seu fogo com "casa vazia", ainda assim ele aceitou esperar.

Começamos a conversar mais um pouco enquanto aguardávamos.

Armin, "sociável" como sempre, puxou seu PSVita e se silenciou.

É sempre assim, ele só interage ser for um assunto REALMENTE de seu interesse, fora isso, ele ignora completamente (ou finge que ignora).

 

A conversa passou por vários pontos.

Iris ficou lá conosco conversando.

Houve uma hora que o Armin do futuro veio pra perto de nós . . . Pude ver na postura da Iris que assim como todas as meninas do colégio ela parece ter atração pelo "professor Armin" . . . 

Inclusive, houve um momento que enquanto ele ria, seu cachecol desceu um pouco.

 "Tem uma palavra escrita no seu pescoço . . . ?" Iris dizia se aproximando do Armin do futuro que puxava mais pra cima o cachecol.  

Armin puxou de uma vez e se retirou.

Ele provavelmente usa cachecol sempre pra esconder a tatuagem que fiz nele.

 

"O professor Armin é tão legal . . . E bonito." ela falava tímida.

Por mais que o Armin tenha raiva do Armin do futuro, eu podia ver um sorriso se formar em seu rosto. Eu fiquei enciumada, confesso.

"Ele deve esconder uma tatuagem no pescoço por conta do trabalho né ? Me pergunto o que será que tem ali . . .  Só deu pra ver uma linha." Iris falava sozinha.

"Deve ser alguma coisa relacionada a matéria dele . . . " falei desviando o assunto.

"Ou algo que ele goste" Armin respondeu me olhando, inconscientemente eu pude sentir meu rosto esquentar de vergonha.

"Armin, você vai ter sorte !  Você tem uns traços similares aos do professor ! Se você continuar crescendo da forma como está, tem chances de ficar parecido com ele." Iris dizia gentilmente.

"É mesmo ? Nunca notei." Armin  falava naturalmente, Iris não notou, mas eu notei bem o tom irônico em sua voz e acabei rindo o que deixou ela bem confusa.

É engraçado ver que ninguém além da Iris até agora nunca comparou os dois Armins. . . 

 

Ela parecia bem tristonha . . . 

"Iris, o Lysandre vai demorar ?" Castiel perguntou.

"Eu não sei. Ele falou que estava resolvendo algo com a Bia." ali pude ouvir a respiração profunda do Azriel, bem, todos nós sabíamos o que ele queria resolver afinal . . . 

Exceto Iris que não tinha envolvimento algum com nada,  e Castiel que era uma ameba.

"Iris, você parece desanimada." Questionei.

". . . Desculpa gente . . . É que tem sido bem difícil desde que o Kentin parou de falar comigo . . . 

Muita pressão caindo sobre mim . . . 

Ele acredita com toda força que eu falei absurdos a respeito dele ! Mas não me deixa explicar nada . . . " Iris falava.

"Porque ele é um babaca, eu sempre digo isso." Armin só abriu a boca pra isso e voltou sua atenção ao PSVita novamente.

"Ignora o Armin. 

Ken está bem chateado . . . É normal.

Até porque estão acusando ele de coisas graves e debochando dele por isso . . . " eu falei.

". . . A Lety falou que ele foi forçado . . . O problema é que ela discutiu comigo . . . 

Ela falou que eu sabia disso e falei aquelas coisas pra todo mundo, mas eu não sabia !

E tudo que eu falei é que eu não queria me aproximar dele porque me traria problemas ! Mas por conta da minha mãe . . . 

Pois se os boatos caem em cima dele de tal forma que saem do colégio, imagine se minha mãe descobre que eu e o Kentin somos amigos ?!

Seria terrível . . . Pior que ele ouviu tudo . . . " Iris parecia muito frustrada.

"É, eu ouvi falar que você deu toco nele porque ele era boqueteiro. Tá geral comentando.

Fora que tão comentando muito sobre você e o Lysandre desde que a Lety espalhou sobre as ameaças dele pro Ken. Como ninguém sabe da relação de vocês dois, só gente contada, tá geral falando que vocês são namorados e tão pegando mais ainda no pé do Ken." Castiel dizia.

". . . Minha mãe está vindo me buscar, mas eu preciso falar com meu irmão sobre isso . . . Pedir pra ele reverter tudo de alguma forma.

Eu vou tentar falar com ele lá dentro . . . Com licença." Iris falou virando as costas e apressadamente saindo do local.

 

A diretora passou na hora e perguntou com olhar desconfiado se não íamos embora, Azriel sorridente apressadamente falou que estávamos esperando uns amigos.

O sorriso do Azriel foi tão sincero que provavelmente a velha nem desconfiou de nada.

Menino falso meu Deus.

A diretora logo se retirou.

"O bom de estudarmos aqui sabendo de tudo é que eles também estão nas nossas mãos agora." Azriel falava.

"O lado bom é que eles nem desconfiam do Lysandre. Acham que ele tá com a memória ruim até hoje." eu dizia rindo.

"Que bom que temos ele do nosso lado . . . Por enquanto." Azriel dizia.

"Por enquanto ?" questionei.

"Lysandre é o tipo que faz o que ele acha que vai dar vantagem pra ele. Ele não tá perdendo nada nos ajudando, enquanto ele não perder nada, ele vai ajudar. Mas se algo der vantagem pra ele, ele vai facilmente nos trocar por esse algo. Certo Castiel ?" Azriel questionou Castiel que só balançou a cabeça afirmativamente.

"Isso é muito frio . . . " eu sentia calafrios só de pensar. E imaginar que eu era apaixonada por ele . . . 

"Pois é. Esse é o Lysandre." Castiel falava tranquilamente enquanto levava o cigarro até a boca.

"Como ele falou pro Ken: sem escrúpulos" Azriel falou apressadamente.

 

Enquanto todos conversavam normalmente, a mãe da Iris apareceu.

Aparentemente ela tinha ido buscar a Iris como sempre e entrou para procura-la.

"Bom dia crianças. Você é da mesma turma que ela não é ?" ela falava direcionada ao Azriel, mas estava claramente bem fria.

"S-Sim senhora !" ele respondeu apressadamente.

"Sabe onde ela está ?" ela perguntou.

"Ela está resolvendo algo lá dentro !" a mãe da Iris, Isabelle, pareceu MUITO impaciente.

Ela sempre olha pros meninos com bastante desprezo, e isso eu já havia notado, entretanto, naquele momento parecia pior.

Ela estava com Thomas, o irmão mais novo de Iris e puxava ele de maneira bruta pra dentro do colégio.

Na mesma hora o Armin levantou de uma vez.

"Iris tá conversando com o Lysandre !!" ele falava desesperado.

Na hora todos se tocaram: Ia dar merda.

Por alguns segundos todos nós nos distraímos e esquecemos completamente que ela entrou pra falar com o Lysandre.

Desesperadamente, todos nós fomos atrás de Isabelle . . . Porém . . . Era tarde demais.

Assim que chegamos no corredor Isabelle já estava de frente para Lysandre e Iris.

Lysandre estava meio que abraçado com Iris que estava com um olhar tristonho e assustado em direção a Isabelle.

Lysandre parecia não se importar com a situação, só encarava a Isabelle e as vezes o Thomas.

"SAIA DE PERTO DA IRIS AGORA !" ela gritava.

Lysandre olhou fixamente pros olhos de Iris e puxando ela pra perto de forma carinhosa ele falou "eu vou fazer o que me pediu." em seguida soltou ela delicadamente em direção a Isabelle.

Isabelle puxou a Iris de uma vez que soltou um som de dor baixo, enquanto Lysandre mantinha sua postura séria.

"Porque se aproximou da minha filha seu LIXO ?!" ela gritava.

Haviam poucos alunos no local, afinal, maior parte já tinha ido embora, Iris era uma das poucas que esperava sua mãe buscar.

"Mãe para de falar com ele ass--"

"CALADA ! VOCÊ ME DESOBEDECEU AO SE APROXIMAR DELE !" ela gritava.

"Fique tranquila Isabelle. Eu só estava fazendo o seu trabalho." Lysandre falava calmamente.

"É o que ?!"

"Cuidar da Iris. Algo que a pessoa que se diz mãe dela não sabe como fazer não é mesmo ?

Vamos ser realistas, você não sabe como ser mãe." Lysandre não mudava seu tom de voz nem sua postura. Ele era tranquilo o tempo todo.

O fato dele ser muito inexpressivo dificultava a entender o que ele realmente sentia na situação, mas eu poderia deduzir que era muita raiva.

"E quem você pensa que é pra tomar essa postura sobre a minha filha ?!"

"SOU IRMÃO DELA !" foi a primeira vez que vi ele gritar com tamanha intensidade.

A Isabelle ficou muda por uns segundos, e os poucos alunos que estavam no local começaram a comentar a respeito na mesma hora.

"Você pode negar o quanto for, mas eu sou irmão dela e INFELIZMENTE seu filho."

"Não ouse falar isso novamente !" Isabelle gritava se aproximando do Lysandre.

"Eu não queria falar isso, sinceramente.

Ter a Iris como irmã é maravilhoso, mas saber que saí de um ser imundo feito você me frustra.

Mas, é a verdade, então vamos jogar a verdade para o mundo." Lysandre então se virou para os poucos alunos que tinham no local.

"Podem espalhar pro colégio todo. Lysandre é irmão da Iris.

A mãe da Iris jogou seu filho no lixo porque alguém contou para ela que seu filho seria um anti-cristo e em meio ao seu fanatismo religioso ela acreditou.

Adivinhem só ! O filho dela do qual foi jogado no lixo sou eu !

O mistério está resolvido ! 

Vocês conspiravam tanto quanto Iris e eu esse tempo todo achando que eramos um casal, tá ai a resposta de vocês ! Somos irmãos !" nessa hora a Isabelle levantou a mão para Lysandre em um ataque de fúria, ela estava pronta pra bater nele, porém, Lysandre segurou sua mão no ar e olhando friamente para ela ele falou em tom ameaçador,

"Se eu fosse você não me tocaria, afinal, pode se infectar." ele olhava de maneira tão fria, mas tão fria para Isabelle que eu acredito que se ele tivesse como teria matado ela ali mesmo.

Claramente ele odeia ela com todas as forças.

Lysandre virou as costas para Isabelle e se retirou de uma vez só vindo pro nosso lado.

 

". . . Ela é louca ?" Azriel falou se desculpando em seguida ao notar que estava falando da mãe do Lysandre.

"Não precisa se desculpar, ela é louca mesmo." Lysandre dizia friamente.

"Os encontros com ela são sempre assim ?" questionei.

"Já teve piores. Ela já cuspiu no Lysandre, já chegou a bater nele MESMO. . . Sendo que eu comecei a me meter também, ai ela começou a se por um pouco mais no lugar dela.

Ela acha que pode tratar ele como bem quiser." Castiel respondia.

"Por ela, Iris não estudaria aqui, mas sim em uma escola de freiras.

Ela odeia homens, principalmente se esse homem foi eu." Lysandre respondia.

"Como ela ainda não se livrou do Thomas ?" Armin questionou.

"Acho que ela acredita que ele pode ser diferente pro ter sido criado por ela e por não ser o tal anti-cristo feito eu. Tanto faz. Não me importa seus motivos." Lysandre dizia.

"Eu sei que estava me esperando pois tínhamos algo pra fazer juntos Castiel, mas, eu gostaria de ir pra casa sozinho.

Eu prometo que amanhã te levo no sitio." Lysandre logo se apressou pra sair do local . . . Pude er ele se afastando lentamente do portão do colégio.

 

Então me aproximei de Castiel e perguntei algo que sempre tive curiosidade: "Afinal, como Lysandre sabe que a Iris é sua irmã ?"

"A mãe da Iris proibiu os dois de se falarem sem dar justificativas. Sendo que até então a Iris não tinha interesse nenhum em falar com o Lysandre, mal conhecia ele. Iris procurou saber o porque já que foi do nada que a velha deu esse surto.

Ela quando soube que os pais do Lysandre pegaram ele pediram pra eles afastarem o Lysandre da Iris, e Lysandre sempre foi avisado desde novo pra não se meter com a Isabelle sem questionar o porque.

Então ela descobriu que o Lysandre era irmão dela e contou pra ele.

Os dois passaram a se encontrar escondidos e a Iris sempre gostou muito da companhia do Lysandre, ele a mesma coisa.

Eu acho que ela é a única pessoa que eu vejo o Lysandre ficar realmente feliz com a presença.

Tipo, ele é meu melhor amigo e tudo mais, faz altas coisas por mim, mas . . . É diferente.

Ele não tem muito carinho nem com os pais dele ou o Leigh, já com a Iris é diferente." Castiel falava vendo o Lysandre se afastando cada vez mais ao longe.

". . . Ele realmente é muito fechado e eu já notei isso . . . 

Além de ser uma pessoa bem difícil de se alcançar. Se ele não permite você de chegar perto, você não vai chegar perto e ponto. 

Mas quando ele deixa chegar perto, ele trata com grande respeito e é muito fiel também." Azriel dizia.

"Sim . . . O problema é que ele facilmente descarta a pessoa se ele achar alguém melhor . . . " Castiel completou.

"Ele já fez isso contigo ?" Armin questionou.

"Sim." 

"Quando ? Ele te trocou por alguém ?! Pensei que sempre tivessem sido amigos." falei espantada.

"E somos amigos, mas ele me trocou pelo Azriel.

Demorou, mas eu sabia que minha hora chegaria." quando o Castiel falou isso eu fiquei bem confusa, e o Azriel parecia ainda mais confuso.

"Como assim ele te trocou por mim ?!" Azriel questionou.

"Não é como se ele fosse me matar ou me trair. Ele ainda me vê como o melhor amigo dele e eu sei disso . . . 

Mas se alguma prioridade do Azriel precisar de um sacrifício meu, o Lysandre vai me sacrificar sem peso na consciência. É isso que eu quero dizer.

Sempre a pessoa que ele coloca no topo da piramide mental dele vai ter prioridade sob o resto da piramide.

No topo está sempre a Iris, e depois vinha eu, eu sempre soube disso.

Ele agora me desceu um degrau e colocou o Azriel no meu lugar. Acho que eu ter começado a namorar a Ambre piorou as coisas.

Ele meio que gostava da minha dependência a ele.

Ele gosta de sentir que as pessoas que ele tem apego precisam dele e se sentem gratas a ele.

Provavelmente se um dia ele tirar a Iris do topo, ele vai por o Azriel no lugar atualmente, não eu.

Mas acho difícil . . . " Castiel falava.

"Eu já havia notado isso. Ele sempre parece gostar de se aproximar de pessoas frágeis.

Você era debilitado e precisava dele pra se manter vivo. Lysandre gostava dessa sua dependência.

Agora ele sabe que o Azriel é apaixonado por ele e se aproveita disso." Armin completou.

"Eu não sabia que o Azriel era realmente apaixonado, nunca entendi bem porque ele era assim com o Azriel, mas agora faz mais sentido.

Ele meio que se amolece fácil por quem se apaixona por ele.

Mesmo se ele não quiser nada com a pessoa ele usa a pessoa por saber que ela gosta dele.

Foi meio que o que ele tentou fazer com a Boreal.

Mesmo gostando da Boreal também na época, eu aceitei rapidamente a proposta dele de ficar com a Boreal no lugar dele porque eu sabia que o Lysandre iria manipular a Boreal." Castiel parecia bem sério.

É raro ver ele falar sério desse jeito.

"Mas afinal, ele gostava mesmo dela ?" Azriel questionou.

"Eu acho que sim . . . 

Como amanhã não temos aula, vou na casa dele tentar conversar com ele e passar o dia com ele . . . Até porque ele deve estar abalado após tudo que aconteceu hoje. . ." Castiel parecia bem triste.

". . . Eu vou falar com a Bia agora, eles ficaram muito tempo conversando, quero saber o que ele queria com ela.

Sabendo que ele me vê dessa forma me responde algumas atitudes extremistas dele . . . 

Acha que seria ruim ir na casa dele mais tarde ?" Azriel perguntou pro Castiel.

"Acho que seria bom. Ele ia se sentir importante.

Ele guarda muito rancor de todo mundo por causa da mãe dele. . . "

Após esse dialogo, cada um seguiu sem caminho.

Azriel voltou pra dentro da escola pra falar com Bia, Castiel continuou esperando Nath e a Ambre e Armin e eu fomos embora.

Não esperamos o Alexy pois o Alexy já havia avisado mais cedo que ia embora com o Pierre.

 

. . . Por mais que os problemas sejam mais "normais" ultimamente . . . Eu senti um peso hoje que não sentia a muito tempo . . . 

A forma como a mãe do Lysandre trata ele doeu não só nele, mas doeu muito em mim também . . . 

 

 


Notas Finais


Style do social [Boreal]: http://socialspir.it/8764501
Style do social [Armin]: http://socialspir.it/8804126

Amino: http://aminoapps.com/c/as-aventuras-da-docete-ciclope/

Grupo de discussão no Discord: https://discord.gg/KzEj485

Askblog: http://askdoceteciclope.kazumitakashi.com/

Grupo da fic no facebook
https://www.facebook.com/groups/338241216529957/

Webcomic do Planet Boy:
https://tapastic.com/series/Planetboy
E NO WEBTOONS !!
https://goo.gl/KPZDjh

[fanfic spinoff do Armin]
Link direto: http://socialspir.it/7479230

[post com toda as fics baseadas na fic e reações]
http://asaventurasdeumadoceteciclope.kazumitakashi.com/post/155224108653/fanfics

Processo de como é feita as imagens da fic:
https://youtu.be/NIwbgsfiLG4

Faça sua pergunta referente a fic ou leia perguntas frequentes com suas devidas respostas no link abaixo:
http://asaventurasdeumadoceteciclope.kazumitakashi.com/pergunta

Video Bonus: https://youtu.be/4kEMGSWb8qU

Fic no tumblr + todas as imagens bonus:
http://asaventurasdeumadoceteciclope.kazumitakashi.com

Style baseado na fic: http://socialspir.it/4814905

Youtube: http://youtube.com/kazumitakashi

informações de ultima hora no twitter
http://twitter.com/kazumitakashi

Blog (possui coisas relacionadas a fic)
http://blog.kazumitakashi.com

Tumblr
http://kazumitakashi.com
--------------------------------------------------------------------------------------

Essa historia é postada somente no facebook, nyah, wattpad, tumblr e aqui.
Por favor ! Se vir em outro lugar me avise !

Álbum da historia no facebook:
http://tinyurl.com/knbb8mn
No Nyah:
http://fanfiction.com.br/historia/600249/As_aventuras_de_uma_Docete_Ciclope/
Wattpad:
https://embed.wattpad.com/story/65603520-as-aventuras-de-uma-docete-ciclope

Minha conta no amor doce:
http://amordoce.com/profil/KazumiTakashi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...