História As Aventuras Dos Yokais - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Piece
Personagens Buggy, o Palhaço Estrela, Dracule Mihawk, Eustass "Captain" Kid, Monkey D. Dragon, Monkey D. Luffy, Nico Robin, Portgas D. Ace, Roronoa Zoro, Sabo, Sanji, Shanks, Trafalgar Law
Tags Lawlu, One Piece, Yokais, Zosan
Exibições 32
Palavras 2.394
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi, desculpa a demora pra terminar a história sei que foi muito tempo, mas finalmente temos o capítulo, boa leitura

Capítulo 21 - Epílogo


Epílogo

O moreno calou a boca do loiro e jogou na sua cama com tudo, o beijo ia profundamente sem pausa, retirou a camisa dos olhos azuis e chupos seus mamilos
- Se seus pais chegarem
- Ele é de boa
- Um é, o outro vai nós matar
- Relaxa Arry eu te protejo
Disse o Lúcio, enquanto desabotoava o short do outro, deixando o menor apenas de cueca branca, lambeu por cima do tecido provocando o mais novo
- Ahhh Lúcio
- Que foi Arry
- Vai logo
- O que você quer? - Disse lambendo e mordendo por cima do fino tecido
- Me chupa
- Claro, meu amor
Retirou o resto do tecido que cobria o menino loiro dos olhos azuis, e se pôs a chupar a glade dele, depois colocava tudo na boca e com a mão brincava com as bolas, ora chupava  ora beijava a glade, logo o loiro veio na sua boca, amava o gosto do seu ômega, desceu a língua pro anus do menor, chupava e lambuza muito, evitando a dor do outro, depois inseriu um dedo e depois o outro, no terceiro viu que o parceiro já está preparado
- Arry eu te amo - disse enquanto afundava no corpo do menor
- Também Lúcio desde nossa infância ahhh
As estocadas se tornavam mais intensas, e o sexo mais selvagem, entre uma estocada o loiro veio e logo eu vim.

Três meses depois

- Tem certeza
- Absoluta
- Eu vou morrer
- Você me quer
- Que medo bobo eu te amo Arry
- Você vai assumir essa criança
- Se o Zoro não me mata e claro
- Meu pai não teria coragem
- Então se eu morrer diga ao nosso filho que o pai o amava muito e morreu com muita coragem contando ao avó que engravidou o filho dele
- Rsrs só você
- Eu to falando sério
Fui pra casa eu morava em um palácio já que meu pai e o rei, na verdade meu outro pai é, tá confuso eu sei, bem meu pai alfa recebeu o cargo de rei, o problema e que ele é pouco atrapalhado, distraído, sem juízo e vai piorando, eu sei a ideia foi loucura, e pro nosso mundo não entra em colapso o meu pai ômega assumiu o cargo não oficialmente, mas todo mundo sabe que ele que manda, quem eu sou Lúcio D Monkey filho de Law e Luffy, subo as escadas, infelizmente o Law recusou meu pedido pra colocar o elevador, mas o Luffy vai deixar vou te que conversar com ele, não aguento mais subir esses lances de escada, de eu achar que como morto poderei flutuar eu espero ter essa vantagem
- Lúcio a onde você estava?
- Com Miha
- Hum tá, hoje e aniversário do seu pai você se lembra né?
- Claro, tá tudo pronto pra supresa
- Sim o Zoro está distraído ele
- Se acha uma boa ideia conhecendo a alga, vai leva ele pro outro lado do mundo
-  Arry vai com eles
Eu preferi ficar quieto que Arry não tinha ido, se eu contasse a minha mentira iria pro lixo, ahh Miha e filha da Perona com Mihawk, com cabelos rosas a única coisa que praticamente puxou da mãe fora o pessimismo, cabelos cacheados, olhos iguais ao do pai, alta pele branca parece uma mine Mihawk, até espadas ela gosta, eu era mais do punho puxei muito o Luffy nisso.
Eu tomei um banho, vesti uma roupa elegante teria que contar ao meus pais sobre a gravidez e pra um Marimo, eu vou morrer tô vendo, a festa séria realizada no jardim dos fundos a minha irmã amava cuidar dele junto com minha avó, meus pais tiveram três filhos, dois alfas eu é alakuna, o mais novo e o ômega Gaby, o xodó da família.
Como eu previ, meu pai está atrasado a festa era pra começar as 21h, agora marca meia noite, Sanji está ligando pro Zoro pra saber onde os dois estão, se Arry estivesse aqui acho que já poderia dar a notícia, assim poderia fugir com o loiro pro outro lado do país
- Que foi papa - e forma que chamo Law de pai
- Então Zoro meio que se esqueceu que tinha que avisar seu filho de ir com ele, e foi apenas os dois, que estão em algum lugar do mapa
- Eu disse
- Lúcio você quer ficar de castigo
- Não
- Então e melhor cala a boca, agora vai ajudar a arrumar tudo
- Como vamos achar os dois
- Vou falar com do trabalho do Zoro
Zoro e um policial, meu pai está afastado da polícia já que no momento está reinando, ou era pra está, a minha família e pobre de rico porque o meu pai Law trabalha com as bolsa de valores, no caso do Arry seu pai Sanji tem uma enorme foturna do pai "perdido", e Zoro como Luffy são ricos por parte da família.
Meu pai foi achado cinco dias depois no North Blu, isso fica há dez dias de viagem de carro, como Zoro fez essa façanha eu me pergunto, papa está com muita raiva já que toda supresa foi estragado pelo verdinho.
- Vamos ter que conta pra eles
- Eu sei
- Então
- Eu estou esperando abaixar a poeira do sumisso de meu pai, Zoro já está extremamente bravo por sua "causa ter ido para em Vegas"
- Eu tenho medo de você não me querer
- Arry eu te amo desde a nossa infância mesmo que eu não demonstrasse muito
- Você vivia implicando comigo.
- Eu não era melhor pra desmontar sentimentos
- Seu idiota
- Somente seu
Arry riu e me beijou, posso estar com medo ferrado do seu pai, mas jamais o deixaria eu amo, como se ama apenas uma vez
- Tsctsctsc
- Fudeu - sussurrou arry
- Garotos a alga sabe disso
- Isso não é do seu interesse Nami - Disse Lúcio
- E claro que é eu quero muito a cara do Zoro quando souber de vocês dois, vai ser impagável
- E melhor você não contar nada - Disse com meu famoso olhar, que puxei do papa
- Ela não vai contar nada relaxa meninos - disse a morena
- Robim deixa eu chantagear as crianças
- Claro que não vamos Nami, ahh cuidado meninos se Zoro ver pode acabar cortando uma cabeça e
- Robim se eu não posso ganhar dinheiro você não vai ficar imaginando cenas macabras
- Rsrs essas duas são uma comédia
- Aiai minha cabeça - A ruiva bateu na minha cabeça -
- Bem vou indo fiquem espertos, Ahh e quando forem contar me chamem adoraria assistir a cena de camarote - Disse a Alfa se afastado da praça
- Relaxa lúcio eu não vou deixar ele matá ta
- Arry vamos estar juntos pelo que vier
Eu beijei sua boca, eu o amava, com toda força do universo.

Sanji

Descia as escadas era final de ano, seria na casa do dragon, todos iriam pra lá, eu vestia minha camisa social branca com detalhes em preto e uma calça social preta e um sobretudo também preto, Marimo descias as escadas usando um quimono verde com roxo a única coisa mais apresentável que ele usava em festas sociais e olha que tentei fazer ele usar terno, no nosso casamento eu tive que chantagear ele, ou usava terno ou cancelava tudo e ele jamais me veria na sua vida, dramático? Sim, mas com Zoro e difícil
- Vamos os dois, estamos atrasados
Temos dois filhos, dois ômegas, eu tenho dó das crianças Zoro e muito protetor e ciumento imagino que vai morrer do coração quando começarem a namorar, e olha que Arry anda demais com Lúcio, suspeito que vai dar algo entre eles, o outro é hicáro, um adorável bebê de três anos, por sorte hoje minha mãe tá cuidando dele junto com o Gaby
- Vamos pai tô atrasado - Arry disse pra mim
- Tudo bem vamos
Como eu sempre dirijo já que meu marido tem um senso de direção de uma bússola quebrada, eu não nego que foi isso que nos uniu, mas convenhamos se toda semana ele se perde umas três vezes porque pegou o caminho errado pra casa e difícil, foi a dois meses que ele foi pra Vegas com Luffy, quase Law o matou.
Chegamos rápido, descemos do carro
- Eu te amo - Disse me predando, com as costas pro carro e ele com seu corpo sobre o meu
- Também meu amor
Nós beijamos, como dois apaixonados não importava que fazia vinte anos que tudo aconteceu sempre seria a mesma coisa, eu o amaria eternamente.
- Vem vamos - Ele disse me puxando em direção a entrada, a casa era de três andares branca, com a entrada com duas colunas de madeira e uma laje que combinavam em tudo, era extremamente lindo, e bom gosto que veio tudo de Rouger, vamos dizer que Luffy tinha alguém pra puxar o estilo, a festa estava calma, mas estávamos atrasados praticamente todos estavam lá eu odiava estar atrasado, e acabei casado com o homem mais atrasado do mundo
- Oiiiii SANJIIIIII
Esse grito veio da pessoa mais imperativa que eu conhecia
- Oi luffy, não precisa gritar
Nem sei porque me importo, todos aqui conhecem o moreno muito bem, e isso é uma coisa comum
- Oi Sanji
- Oi Law
Meu irmão continuava a mesma coisa, tá algumas coisas tinham mudado primeiro ele deu uma engordada, não tanto, contudo agora ele tinha algumas curvas não é mais uma tábua reta, mas a principal característica era seu olhar, não era de um garoto e sim de um homem, ele amadureceu muito, nos todos, tá o Luffy e uma excessão e sempre será
- Torão, eu tô com fome
Seus olhos brilhavam e biquinho davam um charme irresistível, se Luffy tivesse sido um ômega, teria tido todos aos seus pés.
- Não Luffy não faz nem meia hora que você comeu, vamos nos entreter
- Mas torão
Logo Zoro me puxava pra outro canto, aquilo duraria a festa inteira, passamos brevemente pela Nami e Robim ficava extremamente feliz em saber que as duas estavam juntas, principalmente pela Robim, que agora beirava os 40, o tempo cobrou seu preço continuava linda, mas agora o rosto começava surgi rugas, os cabelos davam sinais de fios brancos, no fim ela é humana ela envelhecera e morrerá penso na Nami nesse momento, como seria minha vida sem o Zoro, nesse segundo olho pro seu rosto, e percebo que não existirá vida sem ele
- Oi Sanji
- Olá Mihawk
Os anos nos fizeram amigos, ele é Zoro voltaram também a ser amigos, e sobre a perona bem eu aceito de boa sua convivência com o Zoro, mas no fundo eu me sinto estranho, fico me lembrando que eles já namoraram ele tocou ela como me tocou, não não eu me recuso imaginar essa cena
- Papá olha
Hicáro estava segurando uma tartaruga na sua mão, com seus longos cabelos verdes e minhas sombrancelhas, ficava extremamente fofo
- Na onde você achou?
- No quintal
- Devolve ela
- Mas eu quero
- Hicáro
- Mas e minha - Disse abraçando o animal ao seu corpo
- Pede pro Law guarda lá em cima até a gente ir
- Tá - Só vi ele correndo
- Perdi muita coisa
- A onde se tava
- Fui buscar uns drinques - Ele me ofereceu um vinho
- Hum nada de interessante

Law

23;59;55

Só cinco segundos

Segurei a mão dele

23;59;56

Só quatro segundos

23;59;57

Só três segundos

23;59;58

Só dois segundos

23;59;59

Só um segundo

00;00

Puxei meu Alfa, e beijei ele, luffy mordeu minha boca, ao mesmo tempo passou a mão na minha cintura grudando ao seu corpo, deslizando ela pra aperta minha bunda, passei meus braços em seu pescoço, ele chupou minha língua, nossas bocas começaram uma feroz briga
- Vão pro quarto
- Acho que Gaby não vai ser o mais novo da família
- Uhhh
- Eu não liguei o filme pornográfico
Varios gritaram, coisas diferentes, todas me deixaram constrangido, esse era o efeito Luffy, me fazia esquecer de tudo
- Hshshs, vejo que é uma bom alfa filho, agora todos prestem atenção aqui - Disse Dragon indo até um mine palco onde se encontrava a caixa de som e um notebook conectado a ela
- Essa e uma data muito importante e fico feliz em ter reunidos todos aqui e espero encontar vocês novamente ano que vem, só estou aqui pra dizer uma pequena frase

Amigos são o maior tesouro

- Vocês são meus amigos, eu já tenho meu tesouro meu one piece - Disse levantando a taça e todos blindados aquele simples frase

- Vô posso também dar um comunicado
- Claro
- Então oi, queria dizer que já encontrei meu grande amigo - olhou diretamente pro filho mais velho do Sanji- E amor - Lúcio se ajoelhou - Arry casa se comigo
Nesse segundo as coisas viraram uma locura Zoro partiu pra cima de Lúcio pra literalmente matar ele, eu pulei na frente do meu filho não podia deixar ele se machucar se Luffy não tivesse entrado na minha  frente  e parado Zoro, eu teria saído muito machucado, nesse momento fiquei feliz meu marido adorar lutar
- Eu proíbo esse casamento - Disse a alga enquanto e prensado na parede pelo meu marido, pra não atacar ninguém, ou melhor Lúcio
- Pai
- Quieto Arry
- Eu aceito
- Arry não faz isso comigo
- Pai eu estou grávido
- E só por isso Arry - Disse Lúcio que continuava ajoelhado, a dor em sua voz me cortou, eu simplesmente odiava que meus pequenos sentissem dor
- Não eu aceito por te amar, desde de sempre
Caiu o loiro ao lado do amigo, namorado e futuro esposo, chorando
Eu fiquei simplesmente estático, quando essa cena descoreu na minha frente…..


- Ela e linda
- Igual ao pai
Riu igual a um menino, o menino que ele aprendeu a amar
- Te amo Arry
- Também - Disse enquanto segurava o sua pequena pela primeira vez, de cabelos grossos e escuros e olhos azuis….

                   Fim………..………………………


Notas Finais


Queria agradecer a todos que acompanharam essa fic, comentando, favoritando e até os fantamas, vocês são responsáveis pra mim poder terminar essa fanfic sempre me apoiando e mostrando que o esforço tinha recompensas, não foi a fic mais comentada ou com favoritos, mas valeu a pena por todos vocês que chegaram até aqui e leram, eu sei como é ruim ver algo pelo meio sem ter um fim, e por vocês esse último capítulo espero que gostem,
Kisus de chocolate pra todos vocês e espero reencontrar vocês ou lendo suas fics ou vocês lendo outra fic minha ou por mensagem, obrigado por essa caminhada que tivéssemos nessa estória.....
😍😁💓 "Que seja apenas o início"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...