História As Before - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren Norminah Vercy
Exibições 24
Palavras 1.308
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá!Bom dia,boa tarde,boa noite!
Essa é a minha primeira Fic!Então POR FAVOR!Tenham um pouco de paciência comigo!Ainda estou pegando o jeito!Rs...
Espero que gostem!
Vamos lá?

Capítulo 1 - De volta ao passado


Fanfic / Fanfiction As Before - Capítulo 1 - De volta ao passado

4:30 pm...

- Senhora,Jauregui? Chegamos!

A voz do motorista de Lauren a chamou,lhe desviando dos pensamentos,que a atormentavam desde o instante em que tomara a difícil decisão de voltar a cidade que viveu (ao lado do amigos) por muitos e muitos anos.

Ali havia começado suas histórias...

Ali,de uma forma inesperada.Havia terminado a mais importante delas:

- Coragem,Laur! - Pensou antes de descer.

Dias antes,tinha pensado seriamente se queria mesmo fazer aquilo.Mas o momento não era pra reflexão e sim pra atitude.

Assim que recebeu a ligação de Vero,informando sobre o que estava acontecendo com a mãe de Camila;não quis saber mais de nada,largando a empresa,a família...tudo o que viera a construir em Londres durante os últimos seis anos!

Agora se encontrava em Miame.

A mulher prestes a realizar uma delicada cirurgia cardíaca(com chances mínimas de sucesso),ocupava uma vaga muito peculiar em seu coração.

Sinue Cabello;tal qual o restante de seus familiares,era especial.

Independente de seus passos,ou das consequências deles.Sempre seria!Nunca os esqueceria.Nunca esqueceria a figura materna,que muitas vezes estivera a seu lado;enxugando suas lágrimas.Enquanto a maioria apenas optara em rejeitá-la e acusá-la de abandono.

Por ela,enfrentaria seus fantasmas.

Por ela,superaria seus medos.

Só Deus sabia o quanto havia sofrido com a distancia das pessoas que amava!

Só Deus entendia seus reais motivos.

- Coragem!

Quando estacionou em frente ao South Miame Hospital,Lauren tinha certeza que não seria fácil.E como  prova,ou,ironia do destino,a primeira pessoa que viu (e impossivelmente não reconheceria) foi a Camila.

Sim,a própria!

Jesus!Ela continuava linda!

Após quase uma década,nada tinha mudado:

 Seu jeito de pentear o cabelo, seu jeito de se vestir... Seu jeito de andar... Quantas saudades havia sentido de sua Camz,sem em nenhum momento pode entrar em contato;poder falar com ela... Como reagiria ao vê-la ? Será que a  a ignoraria? Será que ainda a odiava? 

- Nãoooo acreditoooooo! – Um gritinho agudo conhecido a surpreendeu antes que saísse do carro.  Era a Ally. Outra que continuava igualzinha.

- Oi... – Lauren gaguejou meio que tímida.

Será que Camila a  tinha percebido após o escândalo?

- Vai vir me dar um abraço ou vai ficar ai posando pra foto?  - Brincou a pequena, que pelo visto tinha sido uma das únicas à perdoá-la.O que não era de se estranhar!Já que possuía um coração gigante:Nunca julgava,procurava nunca guardar raiva, mágoa de nada ou ninguém...pregaria a paz mundial se pudesse.

- Claro que sim!É que me assustei... – Lauren soltou um riso nervoso,saindo do veículo para abraçar a amiga.

- Que abraço gostoso! – Suspirou:

- Senti saudades AllyCat!

- Também senti! – O olhar da garota,transmitia  alegria e receios. 

Como que lendo sua mente,Lauren já foi dizendo:

- Eu sei o que está se passando na sua cabeça Ally, mas eu não poderia deixar de vir aqui. Você sabe disso. Independente de qualquer coisa, eu amo a Senhora Cabello e não iria deixar coisas me fazerem não estar aqui quando ela mais precisa de mim.

- Te entendo Laur! - Foi a resposta:

- E estou orgulhosa que tenha  vindo ...

- Mas eu não... – Uma voz bem áspera surgiu atrás delas. Era a Dinah em seus um metro e setenta e três de fúria:

.– O que faz aqui? Não acha que há sofrimento suficiente para ainda vim causar mais?

- Dinah... – Ally a reprendeu, segurando a mão da Lauren.

- Também senti saudades de você Dinah... – Lauren soltou um risinho irônico.

- Não se aproxime da Camila, ou eu vou fazer você voltar para Londres mais rápido do que possa imaginar.- A loira a ameaçava,mostrando que o rancor se mantinha intacto.

- Quem vai me impedir? Você? Fala sério Dinah, não acha que já passou do tempo colegial para pagar de protetorazinha? - As duas se encararam:

- Pelo que vi a Camila cresceu, pode bem encarar a vida sem ninguém a escoltando o tempo todo! 

 Lauren não iria se deixar ser atingida.

- Isso é o que fazemos quando amamos alguém... Como você saberia disso? Nunca amou... Nem sabe o que é isso. Se afaste daqui, não vá... Só a gente sabe o que a Camila passou, sofreu por sua causa. Não é justo você chegar achando que tudo será como antes e será tratada como se nada aconteceu...

- Dinah... Não é você que tem que decidir isso... Ela veio ver a mãe da Camila, e você sabe que a Senhora. Cabello mesmo pediu para que ela viesse. E até a Camila, não foi contra. Acho que você tem que respeitar isso. – Ally se meteu, tentando acalmar a situação.

- Eu só lhe digo uma coisa,Jauregui... Se fizer algo a Camila, não irá sair ilesa!Escreve isso.

Ao mais uma vez ameaçar Lauren, Dinah lhe deu as costas indo em direção ao seu carro, porque acabará de sair do hospital.

- Desculpe-a,Lauren. É um  momento de misturas de sentimentos, você sabe.

- Ally... Não se preocupe, quando eu decidi vir pra,já previa o que me esperava.Mas o motivo pelo qual estou aqui é bem maior do que isso. Ou qualquer raiva ressentimento que tenham de mim.

- Que bom. O que acha de subirmos? Eu entro com você. A Senhora Cabello ficará muito feliz.

- Espero! – Lauren  soltou um riso forçado:

 - Será que a Camila está lá? Eu a vi agora pouco.

- Mas, ela a viu? – Quis saber Ally assustada.

- Não... Não...

- Ela não sai do hospital. Apenas alguns minutos no final da tarde, quando alguém fica aqui para ir em casa, tomar banho. Mal está se alimentando Lauren.

- E os irmãos dela?

- Com o Jacob, não se deve contar. A Sophie tenta ajudar, mas a Camila assumiu toda responsabilidade, você a conhece.

- Sim! - Lauren sorriu sem querer:

- Er...Então... Vamos? – Disfarçou,tentando mostrar que não tinha interesse em saber muito sobre o assunto.(Quando na verdade sempre se mantivera informada através de Vero e Lucy).

Entraram.

Ao chegar no saguão do hospital, Lauren era a atenção dali, muitos  a conheciam porque estudaram juntos, outros por seu trabalho com a música. Total atenção naquele hospital se voltara para ela. Continuou sendo acompanhada pela Ally até a porta do quarto da Senhora. Cabello, onde estava internada. Lauren, sentiu um frio na barriga, um nervosismo. Sentia medo... Um medo inexplicável. Rever a mãe da Camila que ela amava muito, mas a hipótese de encontrar a Camila ao mesmo tempo a deixava tensa.

Quando Ally foi abrir a porta, ela já estava sendo aberta por alguém que saia do quarto. Lauren ficou travada achando que poderia ser a própria Camila... Quando a porta foi aberta , Lauren soltou uma respiração de alivio:

- Mani.

- Lauren!

As duas se abraçaram com muito amor e saudades.

- Que bom que veio. Mas, achei que fosse chegar daqui a uma semana. Por causa do mal tempo que estão anunciando na televisão.

- Eu sei. Dei um jeito. Tinha uma boa causa, não podia esperar uma semana.

- A Senhora. Cabello vai amar te ver. Mas, acho melhor avisar aos médicos, por que ela pode se emocionar e...

- Eu não quero fazer nada que possa atrapalhar sua recuperação!Eu espero para que falem com os médicos e...

- Não precisa.Pode entrar, ela já sabe que você está aqui Lauren.

De novo foi pega de surpresa com uma voz atrás de si no corredor. Aquele dia tinha sido escrito para que ela morresse aos poucos? Só podia. Porque toda vez estava sendo surpreendida com alguém vindo atrás dela. Mas, aquela voz era doce, era meiga, era a voz irresistível de...

- Camila?

 Como se virar?

Como olhar para ela?

Suas pernas tremiam. Seus batimentos haviam descompassado. Olhou para Ally e a viu fazer sinal para que se movesse. Respirou fundo.

 Lutando pra não transparecer seu estado(de pânico) se virou,encontrando  o par de olhos,que costumava fazê-la  suar:

- Oi... – Lauren pronunciou sussurrando sem forças.

- Oi Lauren. 


Notas Finais


Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...