História As Cinco Lições do Prazer (Adaptação) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 184
Palavras 429
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Capítulo 3



Ele aumentou o ritmo da masturbação, eu já o ajudava com os meus quadris, mas os seus dedos não pressionavam o suficiente. Ele tirou a mão de lá e eu grunhi. 

- Shhhh, calma vadia. Tira a minha cueca, vai...  Eu fiz o que ele mandou.

Peguei nas bordas de sua cueca e abaixei até seus joelhos, deixando ele terminar.Estávamos os dois completamente nus. Eu peguei em seu p..au molhadinho de tesão, a minha tara e a dele se misturando. Era definitivamente uma tora.

Eu me sentei novamente em cima dele e ele começou a me provocar com o seu p..au, passando aquela dureza toda na minha entradinha, sem me penetrar. Eu fiquei roçando meu gre..linho por toda aquela extensão e gemia descontroladamente.

Meu professor urrava comigo e gemia sem parar. 

- Isso, delícia... Vai... Uh...

Carlos beijou meu pescoço, e falou contra minha pele: 
- Deita no chão, vai Delícia. E abre suas perninhas. 

Saí de cima dele, e me deitei no tapete. Ele se ajoelhou na minha frente e colocou minhas pernas em seus ombros.

- Eu quero ver sua carinha de pu..tinha quando go..zar. - Ele disse, sério. 

- Quer é? Eu provoquei, apertando meus peitos um contra o outro.

- Quero... Você vai gemer pra mim não vai?  Ele apertou seu p..au e soltou um rosnado alto. - UUUUUUUUUUUUUUH! 

- Vou.  Eu respondi baixinho. 

- Então geme vadizinha.  Ele disse isso e começou a massagear minha bu..ceta com força e velocidade. 

- Oh, ISSO! Vai, assim... Não para! - Eu falava, descontroladamente. Ele continuou aquela massagem e eu já estava revirando os olhos de tanto prazer, e logo explodi no que seria o meu primeiro orgasmo, aos gritos. - OMG, CARLOS...!

Meu corpo se tremeu batendo violentamente no chão, forrado apenas com um fino tapete e ele me olhava vadio com um sorriso cínico nos lábios.

Eu fui me acalmando, a respiração voltando ao normal e ele sorriu. 
- Estamos na metade da primeira lição. -Ele disse, com satisfação.

- Quando você vai me comer? - Implorei. 

- Quando chegarmos na lição certa. Agora, Isabela, eu quero que você bata uma pu..nheta pra mim, vai... 

- Sim professor Santana.  Eu respondi sarcasticamente já colocando a mão naquela tora dura.

Passei minhas mãos pela extensão de seu membro, levemente, apenas para testar Carlos. Comecei a esfregá-lo, com uma mão somente, e com outra fui de encontro com suas bolas, massageando-as. 

- Isabela... Uhm... Que mãozinha gostosa...- Carlos gemeu. Aquilo me deixou completamente excitada. Mais do que eu já estava. 

Comecei a passar minha mão por sua extensão, forte e rápido, e Carlos urrava de prazer, o que me dava uma sensação incrível. Poderosa.


Notas Finais


Gostaram? 🙈 primeiro de hj ❤. Comente e favoritem. Espero que tenham gostado. ❤👏


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...