História As Coisas São Assim - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Rin, Sesshoumaru
Tags Rin, Sesshoumaru
Exibições 81
Palavras 1.973
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Harem, Hentai, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Leitores, excluir o capitulo anterior e organizei o mesmo para que vocês pudessem entende-lo melhor, pois alguns leitores não entenderam a minha proposta. Desde já agradeço a compreensão de todos, até a próxima!


OBS: As mudanças ocorreram , após Rin apertar a joia.

Capítulo 7 - Ultimo Dia


Fanfic / Fanfiction As Coisas São Assim - Capítulo 7 - Ultimo Dia


_ O que aconteceu com os meus filhos? Os olhando assustada.

 

Sesshoumaru caminha até ela  e a fita sério.

 

_Eles sumiram Rin.

 

_Não pode ser Sesshoumaru! O Oragen, disse que eles não seriam envolvidos... _Com os olhos marejados.

 

_Rin se acalme por favo, tem um jeito de recupera-los. _Fala Inu-kimi.

 

Está vai até Rin e a puxa para sentar no sofá. Rin não se aguenta e começa a chorar.

 

_Isso é minha culpa! Eu devo ter feito alguma coisa...Mas ele me prometeu que não afetaria as crianças. _Chorando.

 

_Rin, se acalme. Temos que pensar em um modo de traze-los de volta. _Fala Sesshoumaru tentando acama-la.

 

Rin não ouve nenhum dos dois e se levanta rapidamente, correndo até a porta.

 

_Eu vou traze-los de volta, nem que para isso eu tenha que dá a minha vida! _Chorando

 

Quando Sesshoumaru iria até ela, esta aperta a joia do colar e desaparece, deixando Sesshoumaru e Inu-Kimi sem ação.

 

_Para onde ela foi? _Sem ação.

 

_Foi atrás da única pessoa que pode os trazer de volta. |

 

_Oragen... _Sério.

 

Com Rin...

 

Está entra irada em uma mansão sombria.

 

_Seu imundo! Onde estão os meus filhos? _Irada.

 

 

O belo homem que estava sentado fumando em sua poltrona a olha e sorrir.

 

_Seja bem vinda, querida Rin. _Sorrindo.

 

_Seu nojento! Mentiroso! _Gritando.

 

Oragen rir e se levanta indo até Rin.

 

_Se seus filhos sumirão foi a sua culpa! Os seus atos os fizeram sumirem! Não me culpe, pelas suas idiotices! Frio.

 

Ao ouvir aquelas palavras Rin cai em si. Realmente ele tinha razão, ela era a culpada, algo que ela fez no passado modificou o futuro das crianças.

 

Rin cai ao chão e volta a chorar ainda mais.

 

_Não tem nada que eu possa fazer para reverter essa situação? _Chorando.

 

Oragen a olha com uma cara de malicioso e se ajoelha. Este puxa o rosto dela pra si e a beija a força, mas Rin o empurra e este toca os seus lábios.

 

_Não me toque! _Se afastando dele.

 

_Eu sempre te amei Rin. Tão doce, tão meiga e tão frágil, mas por outro lado, forte, decidia e ambiciosa. Mas vi que na linha do destino nós nunca poderíamos ficar juntos, você estava destinada a outro homem. _Sério.

 

 

_Oragen... _Enxugando as lagrimas.

 

Este a olha e sorrir de canto.

 

_Por isso e só por isso, eu vou te dar duas opções.

 

 

_Quais são elas? _ O olhando.

 

_Primeira, desista do que você fez no passado e viva a sua realidade no presente. Segunda, Desista dos seus poderes, da sua longevidade e de ficar com Sesshoumaru. _Frio.

 

_Se eu escolher a segunda opção eu nunca irei ter ficado com Sesshoumaru e meus filhos não vão nascer. _O olhando assustada.

 

 

_Sim. Eles vão nascer, isso eu prometo, porém com outra mãe a Sara. Escolhe logo Rin, se não eu não seria bonzinho assim com você. _Frio.

 

_Por que você está fazendo isso Oragen? Desde o começo foi uma armadilha? _Com os olhos marejados.

 

_Claro que não foi. A questão é simples se eu não posso viver com você ele também não vai, claro que isso apenas vai acontecer se você aceitar a segunda opção. _Sorrindo.

 

 

Rin fica sem ação...

 

_Tudo bem, te darei um dia. Quando tiver certeza do que deseja aperte a joia e a opção escolhida ira se realizar. _Sorrindo.

 

 

Este vai até Rin e toca seus cabelos...

 

_Mas tem outra opção, se passar a noite comigo eu posso reconsiderar tudo e você vai viver um lindo futuro com o seu youkai. _Malicioso.

 

_Nunca! Eu posso viver sem o Sesshoumaru, mas eu nunca iria me deitar com você! Fria.

 

_Você complica tanto as coisas Rin. Mas tudo bem você quem sabe, lembre-se se decida até amanhã. Sério.

 

Este senta em sua poltrona e Rin vira as costas e já iria sair quando.

 

_ Não se preocupe Rin, eu não quero o seu mal. _Sério.

 

Ela o olha séria e vai embora.

 

 

O dia amanhece em Tóquio. Rin caminhava pelas ruas sem rumo até ver um casal fazendo um piquenique no parque, ela se aproxima mais e sorrir ao ver que era Sesshoumaru e a sua Rin atual.

Aquele Sesshoumaru estava bem extrovertido, fazia Rin rir feito criança, os dois realmente estavam se dando bem.

 

_Você está tão diferente, tão feliz... Sorrindo.

 

Nesse momento Sara chega acompanhada pelo restante da sala de aula. Todos sorriem e se apresentam a Rin, ela fica meio envergonhada no começo, mas depois sorrir e se solta.

 

_ Logo agora quando tudo estava indo bem... Se levantando.

 

Ela se levanta e volta a caminhar com um olhar perdido, até...

 

 

_O que essa linda mulher faz há essa hora na rua? _Sorrindo galanteador.

 

Rin olha aquele lindo homem e se jogar em seus braços.

 

_Amor me leva pra casa e me faz sua mais uma vez. _Carinhosa.

 

Sesshoumaru sorrir e a pega no colo, em seguida vira uma bola de luz e segue para a casa de Inu-kimi, os dois se trancam no quarto e passam amanhã fazendo amor. Ao entardecer Rin o beija com carinho e se retira de fininho da aquele quarto, assim saindo da aquela casa.

 

Ela para de frente ao portão e sorrir.

 

_Ainda lembro-me de quando cheguei aqui pela primeira vez, essa casa tinha um aspecto sombrio e isolado. Hoje ela está tão alegre e diferente que não posso destruir isso, me desculpe meu amor, me desculpe Rin, o Sesshoumaru merece ser feliz. _Com os olhos marejados.

 

Em seguida ela aperta a joia e desaparece.

Oragen estava em sua mansão quando sorrir e ....

 

_Muito bem Rin, você fez a escolha certa.

 

25-11-2016 Futuro.

 

Uma morena acorda em um quarto imenso, está caminha meio sonolenta até o banheiro, onde faz suas higienes matinais e após toma um longo banho. Em seguida coloca um vestido florido e sorrir ao se olhar no espelho.

 

_Bom dia Kami-sama! Vamos lá Rin, mais um dia se inicia. _Sorrindo confiante.

 

Ela termina de se arruma e pega uma cesta em cima da mesa, após ler um bilhete.

 

Estamos na floresta. Sara está aqui, ela trouxe Yuuki, Sansa e Naoki, o marido chato dela também veio... Quando vier trás a cesta que está em cima da mesa te amo”

Sesshoumaru..

 

 

Rin sorrir e joga fora aquele bilhete.

 

Ela corre por uma pequena vila, cumprimentado todos, ela para em frente a um templo e sorrir.

 

_Bom dia vovó Kaede! Gritando.

 

Kaede que cuidava deste sorrir e acena para ela.

 

_ Bom dia Rin-chan, diga aos outros que daqui a pouco eu chego. _Gritando.

 

 

Rin acena confirmando e volta a corre, ela mais parecia uma criança. Ela para pela ultima vez ao ver um menino de seis anos correndo ao seu encontro.

 

_Mamãe! Correndo até ela.

 

Os dois se abraçam forte...

 

_Bom dia, meu amor. Obrigada por preparar essa cesta maravilhosa. _Sorrindo.

 

_Não foi nada mamãe. _Corado.

 

 

Ela olha aquele menino de cabelos negros e olhos âmbares e sorrir.

 

_Vamos Kohaku, a tia Sara e seus irmãos devem está morrendo de fome. _Rindo.

 

_Não só eles, o tio Inu, tia Kah e tio Oragen também. _Pulando de alegria.

 

 

_E a Sango e o Miroku? _O fitando.

 

_Vão vir mais tarde com o vovô Inu. _Sorrindo.

 

Ela sorrir e os dois caminham até aqueles que os esperavam. Um lindo Youkai de longos cabelos prateados e olhos âmbares, caminha até Rin e a beija.

 

_Bom dia meu amor. _Sorrindo.

 

_Bom dia meu amor. _Sorrindo.

 

Os dois se beijam mais uma vez e Sara grita...

 

_Eiiiii casal já chega! Venham vamos comer, nos dois estamos morrendo de fome! _Tocando no ventre, que já destacava uma barriguinha de dois meses.

 

_Nós três! _Fala Oragen beijando a bochecha de Sara.

 

_Isso mesmo meu amor nós três. _Sorrindo.

 

Rin caminha até eles e o piquenique se inicia.

 

_Obrigado Sara por cuidar desses três travessos ontem, o kohaku não estava se sentindo muito bem, achamos melhor levar ele ao médico. _Fala Sesshoumaru sorrindo.

 

_Por nada, assim já vamos nós acostumando não é amor? _Olhando para Oragen.

 

_Esses seus filhos são uns demônios Sesshoumaru! _Fazendo cara de cansado.

 

Todos sorriem e Yuuki, Naoki e Sansa que tinham três anos correm para o colo dos pais e que é uma briga, pois o irmão mais velho Kohaku lutava pelo colo da mãe.

 

“ Rin escolheu se sacrificar pelo seu amor, escolhendo a segunda opção, porém era apenas um teste de Oragen. Ela não  se separou de Sesshoumaru, tão pouco este casou com Sara.  As únicas consequências de Rin, foi que ela perdeu seus poderes de youkai e se tornou uma youkai comum, assim dando seus poderes a Oragen como sacrifício para ter seus filhos de volta.  Após isto a Rin do passado juntamente com a do futuro se tornaram uma só, o mesmo aconteceu com Sesshoumaru, a partir da aquele ponto eles iriam reconstruir uma nova história, um novo futuro.  Rin ganhou como a garota mais bonita da escola no festival cultural, na aquele ano a turma deles haviam ganhado todos os prêmios. Ela e Sesshoumaru começaram a namorar uma semana depois do festival cultural. Depois de seis meses ela foi morar com ele e Inu-Kimi na mansão desta.

 

Kaede permaneceu viva, o colar a protegeu no dia que ela deveria morrer. Um ano depois especificamente na formatura, Sesshoumaru pediu Rin em casamento, e este foi anunciado para dois meses após o anuncio. Os dois passaram na prova da faculdade que ficava ao lado da vila onde Rin cresceu, os dois compraram uma casa nesta perto da floresta, onde um ano depois Kohaku seu filho mais velho nasceu, como Rin havia adiantado um ano de sua ida a Tóquio o destino dela mudou, ela seria mãe mais cedo, por isso Naoki, Yuuki e Sansa haviam desaparecido, mas eles voltariam no futuro. Inu-Kimi juntamente com Kaede foram morar com eles para assim ajudar a  cuidar do pequeno, já que os dois estudavam pela manhã. Após três anos como prometido Yuuki, Sansa e Naoki nasceram para aumentar a alegria da família. Sesshoumaru e Rin haviam criado uma clinica psiquiátrica na cidade ao lado, onde Sesshoumaru administrava e Rin prestava seu serviço de Psicóloga. Sara, após se formar ,conheceu Oragen por acaso e os dois começaram a namorar depois de muitas brigas...”

 

 

 

 

O restante da família chega, juntamente com Inuyasha e Kagome que foram compra as bebidas.

 

 

_Bom dia a todos. _Fala Inu-Kimi feliz.

 

_Bom dia vovó! Gritam os quatro em coro.

 

Logo após correm para os braços da avó e ela sorrir. Neste momento Sesshoumaru fita Rin.

 

_ Um dia, eu disse que iria mudar a sua vida, mas foi você que mudou a minha vida, a minha razão de existir. O meu sorriso pertence unicamente e exclusivamente a você, eu te amo Rin No Taishou. _Sorrindo todo carinhoso.

 

_Obrigada você por existir na minha vida, meu amor. Eu vou te amar por toda eternidade, nessa vida e em outras. _Com os olhos marejados.

 

Os dois se beijam, após Sesshoumaru se levanta abraça Izayoi, após da um abraço forte e carinhoso em sua mãe, fazendo todos os olharem sorrindo.

 

_Que bom que você está comigo mãe, te amo. _Carinhoso.

 

Neste momento lagrimas de felicidade escorrem dos olhos de Inu-Kimi e ela sorrir.

 

_Eu também te amo, meu filho...

 

As crianças correm para abraça-los também, em seguida Sesshoumaru abre os braços para Rin e ela os braça também.

 

_Obrigado, por me fazer o homem mais feliz do mundo Rin. _Feliz.

 

_Obrigada, por me devolver meu filho Rin. _Sorrindo com os olhos marejados.

 

_Eu amo vocês. _Chorando.

 

Eles se abraçam forte e aproveitam aquela manhã com toda família, felizes eternamente...

 

 

“Não sei o que nós espera no futuro, mas sei que quero construir ele com você. Mesmo que seja com brigas e birras, mas quero estar ao seu lado e te fazer feliz a cada final de dia.” 

 

Rin No Taishou...

 

                                                     Fim...


Notas Finais


Espero que tenham gostado! E quem gostou e quiser acompanhar mais uma das minhas histórias, aqui em baixo se encontra o link de uma delas! Beijos a todos e até a próxima.

https://spiritfanfics.com/historia/um-ato-de-amor-ai-no-koi-6959921


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...