História As cômicas aventuras de Laxus . - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Gray Fullbuster, Laxus Dreyar, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel
Tags Comedia, Fairy Tail, Miraxus, Romance
Exibições 29
Palavras 1.774
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Colegial, Comédia, Ecchi, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiie, gente... Culpa da netflix eu não tê postado na quarta... How i met your mother e viciante de mais, então... Não vou me surpreender se vocês não entenderem nada desse capítulo *risos * pois ele so fará sentido um pouco mais la na frente.
Então é isso...

~~~~~~~~~~~~ Boa Leitura ~~~~~~~~~~

Capítulo 8 - A Festa


Fanfic / Fanfiction As cômicas aventuras de Laxus . - Capítulo 8 - A Festa

QUI- 27/11/08


       acordei ia dar 10:00hr , bem antes que o despertador pudesse alarmar, me levantei da cama um pouco zonzo e tropecei em uma garrafa de cerveja, o que me fez ganhar um lindo galo em minha testa. 

        fui ao banheiro, ainda um pouco desnorteado, empurrei um garoto que dormia no vaso,e com mais facilidade que o comum, me aliviei,logo em seguida entrei na banheira, liguei o chuveiro,quando...


- Desliga essa porra ! nao ta vendo que estou dormindo? 


    


  LAXUS - QUE MERDA É ESSA? !


  logo me dei conta da situação, por que havia pessoas no meu banheiro? bebidas por todos os cantos e o pior... onde diabos estavam minhas calças ?

isso é um completo mistério ...

      Percorri toda a minha casa desesperado, ate encontrar Lucy, que estava agarrada mais o Natsu dentro da chaminé...


EU - Acordem ! O que está acontecendo aqui? 

NATSU- na verdade seria... O que aconteceu aqui...meu deus... olha esse galo.

EU - diga logo! ... ta tão grande assim?  

LUCY - ta enorme... enfim... eis o que eu lembro.


                      No dia anterior 

------------ -------------

      O dia havia começado normalmente, Banho, Café... fui andando até a escola onde fui surpreendido por Gary logo na entrada.


GRAY - olha, hoje iremos dar uma festa !

EU - uma o que? 

GRAY - festa ! ja temos tudo planejado, ela acontecerá na minha casa as 20:00hrs.


antes que eu pudesse pudesse recusar, Mira aparece.

   MIRA- as 20:00hrs ne ? perguntou ela para o Gray

   GRAY - As 20:00hrs, confirmou ele.

EU- Você convidou a Mira?  

GRAY- Claro que sim ! essa festa e dedicada a ela, tudo parte do plano "diz ele saindo e gargalhando "


    as aulas como sempre... um tédio, mas sobrevivi ate o final da aula.

    Lucy, Natsu e eu, fomos ate a casa de Gray organizar a festa, enquanto Gray, Juvia e Levy foram comprar os petiscos e as bebidas. 

  

    As 19:45 tudo já estava pronto, faltava poucos minutos para as pessoas chegarem .


EU - Convidaram quantas pessoas? perguntei curioso 

LUCY- sei lá... a escola toda?  

EU- OQUE? Vocês estão loucos?  

NATSU - Relaxa... os pais do Gray estão fora ... Está tudo sobre controle...


     a campainha toca, e chegam os primeiros convidados, assim... as 22:00 eu já estava na minha 5 cerveja e a festa com cerca de 200 pessoas, mas nenhuma delas eram a Mira.

       As 22:20 Mira chega, nao está sozinha, Erza e uma outra garota estavam com ela, vi muitos caras darem em cima delas,mas nao pareciam ligar, pois continuavam a caminhar a caminho das bebidas.


LUCY - Toma! - disse Lucy me dando uma garrafa de cerveja.

EU- Obrigado .

LUCY- Va logo pegar essa garota!

EU - Mas se ela me rejeitar ? digo com voz de choro. 

LUCY- Pega a Cana... Agora vai lá! ...

------------- -------------

Lucy diz lembrar só até essa cena...


EU- Como assim não sabe o que aconteceu depois ? e porque eu estaria com voz de choro?  

LUCY - Lembro de ter tomado mais umas 4 cervejas... e escuro... daí você me acordando.

EU- E você Natsu? 

NATSU- tava muito doido ontem... nao lembro de nada! 

LUCY - pera... a festa nao era na casa do Gray? Então que diabos estamos fazendo na sua casa Laxus?

EU- me perguntei isso também... como viemos parar aqui?  

NATSU - Vamos perguntar a Levy, ela não tomou uma gota de álcool ... 

-deve ter ficado sóbria durante toda a festa! - complementou


passamos por um bando de garotas semi-nuas que estavam deitadas na entrada da cozinha.

   - Pega no meu peito baby! - gritou uma delas inconsciente.

NATSU - se é o seu desejo - disse o Natsu aproximando a mão do peito da criatura bêbada.


PAAAAH!!!


   Lucy deu um confortável tapa em Natsu.


LUCY- Vamos andando. 

  EU - está à vendo?  

LUCY - não, nem sinal dela.


  LUCY - Vamos ao porão...


percorremos o corredor, e começamos a descer as escadas, e quando estávamos chegando, escutamos sons estranhos.


NATSU - O que ta acontecendo la em baixo? - sussurrou 

  LUCY - Nao faço a mínima idéia.


    descemos de vagar, evitando barulho, quando chegamos, Levy estava abraçando a coluna, e recitando o hino nacional de Bangladesh.


  EU - Você ta bem?  

  LEVY - Claro que tô... disse ela olhado pro teto .

   NATSU- Acho que ela comeu alguns bolinhos da paz. 

  EU - bolinhos da paz?  

  NATSU - É... aqueles com erva dentro... 

  EU- ELA TA DROGADA?  

  NATSU - Acho que sim, a não ser que ela tenha fetiches por colunas.

   LUCY - Levy... sabe como viemos parar aqui?  

   LEVY - Um Dragão! ele era gigantesco, vestia uma saia e gritava constantemente Brilha laluna...


  NATSU- Ela ta muito louca... devíamos gravar- disse empolgado 

  LUCY - Pega a câmara! 

  EU - NÃO! 


  - Apagão! isso que aconteceu - diz uma voz descendo a escada.


  LUCY - Quem ta aí? Ebi Camargo?  

( todos olham para Lucy) 

  LUCY - Que foi? era super fã dela .


- continuando... - disse a voz .


                    Na noite anterior


- - - - - - - - - - - - - - - - - - 

   

EU - Mas se ela me rejeitar ? digo com voz de choro. 

LUCY- Pega a Cana... Agora vai lá! ...

    

   fui caminhado ate sua direção, que ao me ver, acenou.

    

  MIRA - Você veio?  

  EU - Claro que vim... quero te dar uns pega! 

MIRA - eu também !


- - - - - - - - - - - - - - - - -


   EU - Eu peguei a Mira? 


- Claro que não né mané ! - Diz voz


LUCY - quem é você? fala logo viado.


A pessoa começa a descer as escadas novamente, e para a nossa surpresa era.


GRAY - Oi amigos !

EU- Aí ! eu vou te matar 

(disse correndo ate ele , mas Natsu e Lucy me seguram )


GRAY - Sabe quem pode te dizer o que realmente aconteceu ontem?  

EU- Quem?  

GRAY - Você mesmo, ouça o seu coração! 

EU- Mas eu não lembro de nada!  

GRAY - Eu sei... - disse rindo 

é a Mira cara... a única que pode te falar - complementou


NATSU - O que estamos esperando? Vamos logo.


todos subimos as escadas quando...

  LUCY - E a Levy?  

  NATSU - Verdade...


todos voltamos e pegamos a Levy, e fomos atrás de Mira.

       procuramos por toda casa... mas nada, possivelmente ela ja teria ido, talvez ela nem nem tenha vindo pra minha casa , talvez ela nao saiba o que aconteceu de verdade.


       acordamos todos, e começamos a limpar a casa, faltava menos de um mes para o natal, e meu avô, tinha ido atras de enfeites, esquisitos e engraçados, os mais desejados do país, deve ser por que sao argentinos, por sempre haver algumas mortes em busca dessas decorações, meu vo vai um dia antes de abrir, para ser um dos primeiros da fila.


    Após de toda casa arrumada, e possivelmente sem mais nenhum bêbado esquisito, Eu, Gray, Lucy, Levy e Natsu fomos tomar café.


   LEVY - Então havia maconha nos bolinhos?  

    GRAY - É isso aí... os desejados, Bolinhos da Paz. 

    LEVY - Nao acredito...

   NATSU- E serio, ate gravamos. 

    LEVY - O QUÊ? 


    enquanto eles conversavam, sobre os dragões que Levy tinha visto, algo muito estanho aconteceu .


     CANA- Bom dia ! - disse ela entrando na cozinha com Mira e Erza. 

     LUCY - Olha ! é a Mira. 

     GRAY - Se juntem a nos. 

     

     Mira e as outras se sentaram a mesa, entao começamos a comer.

     

     MIRA - vocês não viram minha amiga Yokino ? 

     LUCY - O Laxus deve ter expulsado ela...

     MIRA - Por que faria isso ? 

    EU - Foi o Natsu

     NATSU - Eiiiiii, a culpa nao e minha se ela tava tomando banho na pia da cozinha.


       finalmente, alguém teve coragem de perguntar .


      CANA - O que aconteceu ontem aqui? nao lembro de nada ...

     pra nossa surpresa... ninguém respondeu. 

    

      MIRA - Eu estava muito bêbada...Também não sei o que aconteceu...

   

      tinha me lascado, a única pessoa que poderia saber porque minha casa tava uma zona e do porque, minhas calças terem sumido, também nao fazia idéia do que aconteceu.


       tomamos café juntos, e a dúvida continuava a nos atormentar.


    GRAY - Que saber... sei quem poderia nos contar...

    - QUEM! ? - respondemos todos juntos.


    GRAY - Vocês irão ver.

    ERZA - Pera... Nao faltam apenas 2 dias para o fim das aulas?  

    LEVY - isso mesmo. 

    ERZA - Então hoje não seria as provas finais? 


      o desespero bateu em todo mundo, tínhamos 16 minutos para chegarmos na escola ... mas deu merda, todos fomos fazer a prova de ressaca e podres, mas que não prejudicou a ninguém, além dos demais alunos vestidos adequadamente e limpos.


    no final do dia, ja estávamos indo pra casa, quando um estranho parou A gente.


    - Vou lhes contar, o que vocês tanto queriam saber.


                      No dia Anterior


----------- ------------


    

EU- Mas se ela me rejeitar ? digo com voz de choro. 

LUCY- Pega a Cana... Agora vai lá! ...



    fui em direção a Mira, que logo que me viu, acenou, me aproximei e quando ia sussurrar algo em seu ouvido. 


- Aaaaaahhhhhhhhh


   gritos se escutavam por todos os lados, mas não se enxergavam ninguém, a energia da cidade havia acabado no meio da festa.


    - Calmaaaaaa - Gritavam em busca de calarem as pessoas.


   apos muito tempo, todos se calaram, mas minha boca ja estava as tempos ocupada beijando alguém... que eu não sei quem era.


   - Na casa do Natsu tem um gerador, vamos todos pra lá! a festa continua !!!


     as exetas 22:40, todos ja estavam a caminho da minha casa, as ruas estavam tomadas por jovens bêbados, vândalos em busca de diversão, sacos de lixo voavam, campainhas eram apertadas, tudo isso em uma noite.


     a caminho da minha casa, sirenes foram escutadas ao longe, desesperadamente, todos correram, inclusive eu, dava pra ver o pavor estampados nos rostos das pessoas, muitas delas caiam por nao conseguirem ficar de pé.


     Após a chegada de 1/3 das pessoas, a festa na minha casa continuou, mas estávamos bêbados de mais para lembrar de ligar o gerador, então ficamos no escuro... e por algum motivo... sinto que beijei uma so garota durante toda a festa... ou na verdade... ela me beijou.


----------- ------------


EU- Onde foram parar minhas calças? ... Será que eu fiz ...


- você fez o Pirocoptero, então te derrubaram, puxaram suas calças, e você foi pra casa nu.


   o garoto saiu correndo, nunca mais o vimos novamente, e nem descobrimos quem foi a garota que beijei aquela noite, mas sabemos que ela estava sóbria, pois o seu alvo... fui eu.

   Estou   ate confuso... Mas espero que tudo se esclareça mais na frente... Tem que esclarecer!


Notas Finais


Espero que tenham gostado, próximo capítulo sai Quarta, toda crítica e bem vinda. Desde já obrigado a todos... E Ate a próxima.

Tio Psy <(*--*<)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...