História As cores de Park Jimin - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Kookmin, Namjin, Taegi, Taeseok, Taeyoonhope, Taeyoonseok, Vgi, Vhope, Yoontaeseok, Yoonvseok
Visualizações 20
Palavras 1.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Sorvete de anis, Hortênsias e sua bermuda


-Qual vai ser a primeira cor? -Jimin perguntou, agarrado ao braço do moreno ao seu lado, andando calmamente por o que ele imaginou ser um parque, devido aos barulhos.

-Hoje eu vou te ensinar o azul. -Jungkook sorriu para o mais velho, mesmo que ele não pudesse ver.

-Eu estou ansioso. -Também sorriu e continuou a seguir o Jeon, confiando nele para que o levasse onde quisesse.

Os dois se sentaram em uma espécie de píer, onde a água se encontrava próxima e os dois poderiam ter contato com o lago. Jungkook pegou a mão do mais velho, levando-a até a água um tanto gelada do lago.

-Isso é azul. -O mais novo disse, soltando a mão do outro, que continuou ali, brincando com a água.

-A água… -Jimin disse baixo, como se tentasse sempre associar alguma coisa a cor que nunca viu -Se eu pegar um bocado dela, ela é azul?

-Não… -Jungkook riu da inocência do garoto -Ela é transparente na verdade, mas quando você vê uma grande extensão dela como um mar ou algo assim, ela fica azul, por causa do céu.

-Então o céu é azul? -Jimin questionou, ainda concentrado na água, que já não parecia mais tão fria assim.

-O mais bonito de todos os azuis. Acho que você gostaria dele. -O moreno comentou, encarando o céu limpo daquele dia ensolarado -Ele está azul nesse momento.

-Eu queria poder ver… -Comentou baixo, apenas para si -O que mais é azul?

-Sorvete de anis, Hortênsias e a sua bermuda, ela é azul.

-Então eu acho que gosto de azul. -Tirou sua mão da água, passando-as na bermuda fina que usava, secando-as e procurando em sua mochila o caderno que sempre levava consigo, juntamente com alguns utensílios para a escrita em braile.

-O que vai fazer? -Jungkook questiona, não entendendo a repentina mudança de ações do mais velho.

-Eu vou anotar. Pra eu nunca mais esquecer de cada cor. -Respondeu o outro, sorrindo pequeno.

Jungkook achou adorável a ação do mais velho, como se conhecer as cores havia se tornado algo importante na vida tão sem cor que era a de Jimin.

O loiro ainda escrevia alguma coisa no pequeno caderno de anotações, ambos em silêncio, até que Jimin ouviu seu celular tocar, chamando sua atenção. Buscou o aparelho em sua mochila, no bolso onde sempre colocava, encontrando-o ali.

-Alô? -Disse assim que atendeu a chamada, deixando de lado o caderno.

-Jimin, onde você está? -O loiro ouviu e sabia muito bem de quem era aquela voz.

-Estou no parque, hyung. Aconteceu alguma coisa? -Jimin questionou, um pouco preocupado.

-Com quem você está? -O mais velho pergunta do outro lado da linha.

-Com um amigo. -Respondeu simplesmente, não entendendo muito bem o motivo de todo o interrogatório.

-Que amigo?

-Ah, você não conhece, hyung. -Jimin disse com um pequeno sorriso nos lábios, desviando o rosto da direção onde sabia que Jungkook estava.

-E como é que você sai com alguém assim, Jimin? -O outro brigava -Me diz exatamente onde você está que eu vou te buscar.

-Não, hyung, tá tudo bem. -Jimin protestou tranquilo; queria aproveitar mais da sua tarde com o mais novo.

-Não está não, Jimin! Me diz onde você está. Em qual parque? Qual parte? -O outro insistia.

-Será que é difícil de entender que eu não quero ir embora, Jin? Eu estou bem, okay? Eu tô me divertindo e aprendendo coisas novas. Eu não quero ir. Pela primeira vez na vida eu tô fazendo alguma coisa de diferente sem ninguém ficar se preocupando com a droga da minha visão. Você não pode me deixar viver? -Jimin disse triste e levemente irritado.

Já bastava os pais que o prendiam quando ainda era menor de idade e morava com eles; não precisava de mais uma pessoa o impedindo de viver sua vida.

-Me desculpe, Jimin, você está certo. -Ouviu o Kim bufar do outro lado da linha, causando um chiado na ligação -Eu só fiquei preocupado com você. Não quero que nada aconteça de ruim com você.

-Eu sei, hyung, mas nada vai acontecer. Eu estou bem e Jungkook está comigo. -Justificou o loiro.

-Eu ainda quero conhecer esse tal amigo seu aí que eu não conheço. -Disse o outro, fingindo um tom ciumento.

-Claro, hyung! Você iria adorar ele! -Jimin disse animado -Mas eu já vou indo, ainda tenho muitas coisas a aprender hoje.

-Como assim, Park Jimin? -Jin perguntou preocupado.

Era claro, ele se preocupava. Não entendeu muito bem o sentido da frase do mais novo e como duvidava de todos que não conhecia, não poderia deixar de duvidar de Jungkook.

-Tchau, hyung. -Jimin se despediu, finalizando a ligação e rindo baixinho -Me desculpe. -Jimin disse, se referindo a ligação e as coisas que provavelmente Jungkook ouviu.

-Está tudo bem. -Jungkook sorriu fofo, mesmo que Jimin não pudesse ver -Era seu irmão?

-Ah, não… -Jimin negou de primeira, já que o Kim não era seu irmão -...na verdade talvez, não sei. -Riu da própria confusão -Jin é quase um irmão pra mim, desde que comecei a morar sozinho. Ele me ajudou muito e hoje em dia me trata quase como um filho. -Disse em um tom de desânimo, arrancando uma risada rápida do moreno.

-Ele parecia preocupado.

-É, e ele estava. Ele sempre se preocupa quando eu saio de casa sozinho e se preocupou ainda mais quando soube que eu não estava sozinho. -Explicou, fazendo o mais novo ficar confuso.

-Então ele meio que não te deixa sair? -Perguntou incerto.

-Não… -Riu soprado -...ele só ficou preocupado porque não te conhece e acha que você pode fazer algum mal a mim.

-Mas eu não faria. -O moreno rebateu.

-Eu sei, mas até ele entender isso… -Fez novamente sua expressão de desânimo -Ele até disse que queria te conhecer.

-Ah, sem problemas. -Jungkook não hesitou em aceitar.

-Sério? -O loiro se animou com a resposta do outro, realmente pensando no quanto Jin iria gostar de Jungkook.

-Claro. -Mais uma vez o Jeon sorriu.

-Jin hyung vai gostar muito de você. -Jimin disse, enquanto voltava a guardar suas coisas na mochila.

-Como sabe? -Questionou, tentando entender o mais velho.

-Eu gostei de você, então ele também vai.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...