História As Cores do Céu - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 6
Palavras 718
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Ficção, Magia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


No Capítulo Anterior:

Amanda foi atingida por sete bolas coloridas que não mudaram seu visual mas também lhe deram poderes

Capítulo 2 - Descobrindo Novos Poderes


Fanfic / Fanfiction As Cores do Céu - Capítulo 2 - Descobrindo Novos Poderes

Oito semanas depois...

Oito semanas, já faz oito semanas desde aquele dia, o dia em que fui atingida por aquelas bolas, durante essas últimas semanas descobri que ganhei novos poderes: além de ter uma super velocidade e poder me comunicar com animais também possuo uma força incrível, muita gente tenta levantar um carro mas não consegue, porém  quando eu tento parece que estou levantando um ursinho de pelúcia,  além de poder fazer vários truques apenas utilizando minhas mãos, como fazer objetos explodir, levitar outros objetos e várias outras coisas. Estava chegando na escola para mais um dia de aula até que ouço uma voz enjoada me chamar:

         XXX -  Oi Amanda, como vai a minha esquisita nerd favorita?

Vídeo para trás encontrou Camila com suas amiguinhas inseparáveis, Camila é a garota mais insuportável do colégio inteiro, ela se acha superior aos demais só porque seus pais tem dinheiro e com isso ela chega na escola em carros luxuosos e seus materiais são sempre cheios de cristais:

        C - E aí como você está está tratando esse seu cabelo estranhamente colorido? fala sério ele já era muito feio e oleoso e agora está ainda mais, nunca pensei com uma pessoa poder-se piorar o que já era pior

Ela riu da minha cara isso ela riu da minha cara depois virá para trás e joga um olhar mortal para suas amigas que riem junto com ela, mas é claro eu não iria deixar barato por algum motivo naquele dia que foi atingida eu ganhei mais coragem ao mesmo tempo tímida mas naquele dia eu fiquei mais corajosa e ao mesmo tempo mais tímida, mas de vez em quando a minha coragem fala maior do que a minha timidez:

        A - bom uma de nós está com cabelo oleoso e acredite não sou eu

Ela se assusta e depois grita:

       C - ESPELHO!

Quase que automaticamente uma de suas amigas retira um espelho da bolsa e antes de entregar para Camila eu agito minha mão que é eenvolvida por uma aura azul e em segundos o cabelo de Camila fica parecendo um ninho de passarinho bem oleoso, a olhar seu reflexo no espelho ela dá um grito e sai correndo, obivio que fui mandada para diretoria:

      Co - senhorita Amanda, já tínhamos conversado sobre o uso de poderes na escola
      A - Me desculpe coordenadora, é que Camila me irritou, e como você sabe não controlo ele direito
      Co - Compreendo que tenha se irritado, mas é melhor aprender a controlar seus poderes e logo, não quero ter que duvidar de que suas notas melhoraram foi por causa de uso de poderes no meio da aula
     A - Eu entendo coordenadora, pode deixar comigo, irei aprender a me controlar
     Co - senhorita Amanda, por acaso a senhorita já pensou em passar com psicólogo, pois naquele dia em que foi atingida por aquelas bolas não é mesmo? seu comportamento mudou muito
     A - prometo que irei pensar no assunto
     Co - muito bem agora está liberada, pode voltar para sala de aula, sua aula já começou

Sair daquela sala em silêncio e fui direto para a minha, depois de longas duas aulas de história e uma de geografia finalmente chegou a hora do intervalo, como sempre fui lanchar sozinha, parece que mesmo com esses novos poderes eu ainda não consegui fazer os amigos, achava que ia mudar mas não, assim que terminei de comer fui para o gramado perto da cantina,resolvi ler um livro, ele falava sobre amizades, falava sobre uma garota que tinha amigas incríveis, um namorado apaixonado, ela tinha uma vida perfeita, quando li aquilo senti uma alegria muito grande no meu coração, senti algo diferente no meu peito, um calor, foi quando eu comecei a brilhar, do nada cresceram duas orelhas, asas, e meu cabelo cresceu muito, mais as orelhas normais sumiram e no lugar delas  creceram outras duas mais para o meio da cabeça, pareciam mais como se fossem de pônei, e o meu cabelo cresceu até chegar os tornozelos minhas asas eram cheias de penas. No começo eu fiquei assustada mas logo depois me sentir feliz por ter ganhado isso, eu fiquei de pé e comecei a bater a minhas asas, logo depois meus pés não tocavam mais o chão estava voando, pois é isso é novo


Notas Finais


Obrigada por lerem
Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...