História As Crônicas De Leão: A Guerra, A Maldição e A Reencarnação. - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas de Nárnia, Warrior Cats (Gatos Guerreiros)
Tags Tempo
Exibições 12
Palavras 820
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi
cá esta mais um cap.
esperamos que gostem.

Capítulo 19 - Capítulo Dezoito: O Servo Do 4


Fanfic / Fanfiction As Crônicas De Leão: A Guerra, A Maldição e A Reencarnação. - Capítulo 19 - Capítulo Dezoito: O Servo Do 4

 Capítulo Dezoito: O servo do 4

~Whitte~

Assim que chegamos, Shadow fala:

_Afinal eu disse que entregaria o livro quando recebesse a espada e é isso que farei. Esperem aqui.

Ele subiu um lance de escadas e foi em direção a uma porta à abriu e entrou, mas eu não consegui esperar e fui atras dele... antes de que eu entrasse no que parecia ser seu quarto... a janela foi aberta e um corvo entrou no quarto e junto a ele, uma rajada de vento, um vento frio e tenebroso. Então o corvo começou a falar:

_O mestre 4 esta ficando insatisfeito, ele diz mate ela, o 4 não quer esperar, obedeça o 4, mate aquela que se chama Whitte...

_NÃO !!!

_Não ?

_NÃO !!! SAIA... EU NÃO SIRVO MAIS A ELE...

_A marca vai queimar... obedeça... mate-a

_NÃO !!! cale a boca !!!

_Você gosta dela... o 4 não vai gostar nada disso...

_Eu a amo !!!

_A marca vai queima...

Apos essa palavas... Shadow colocou a mão no ombro, então começou a se contorcer... de dor, sua face era de pura agonia, e entre espasmos foi ao chão, o corvo só observava enquanto meu amado sofria, empunhando a espada de Shadow, que estava com migo, com a boca, eu à arremessei e acertei o corvo, que caio no chão provavelmente morto. Me aproximei e olhei nos olhos de Shadow... ele estava quase inconsciente.

_Whitte... você escutou tudo... ?

_Sim... m-me matar ?

_Não ligue para esse corvo maldito. Ele é do 4... fica me mandando mensagens, sempre que ele aparece, minha marca queima como brasa quente sobre meu ombro e depois por todo corpo... eu fico meio zonzo e até desmaio...

_Afinal por que tudo isso ?

~Shadow~

Não posso viver assim !!! preciso escolher... trevas ou luz... 
EU NÃO VOU COMETER O MESMO ERRO !!! usarei tudo o que meu pai me ensinou a favor do bem.
LUZ... sinto que ela me chama e eu quero segui-la, porem o mal me puxa.
A muitas vozes me chamando... preciso escolher uma.
Chega !!!
Whitte eu te escolho eu escolho a luz...

Pessoas más não podem simplesmente ser mudadas, enquanto houver o bem haverá o mal e enquanto houver o mal haverá o bem, porem as causa podem ser mudadas....

~Whitte~

Ele me observava calado, então de repente me puxa e me abraça... e lá ficamos, no chão.

~Shadow~

Agora eu sei... tudo que já passei... foi como uma lavagem cerebral, afinal qual o proposito ? eu não sei. Fui dominado... massacrado, ´´bendito`` dia aquele que me tornei imortal, estava cego... estava no piloto automático... e só  agora estou acordando. As vezes as pessoas se irritam... pois acham que não tem controle sobre suas mentes... sobre si mesmas, assim como eu, mas quem esta no domínio ?. Minha mente é minha. Todo esse tempo me sentia em uma alcateia onde o 4 é o alfa dominante e eu um ômega... Mas esse ômega aqui esta cansado; desde o inicio... fui convocado para servi-los... até seu ultimo descendente; 4. No meu interior eu sempre me importei e me importarei com ela, mas esse sentimento a muito foi cortado, porem agora... esta brotando novamente.
Chega de ser submisso...
Essa é a chance..., oh... destino oque me reservas ?

Quando vi, ela já estava cochilando... levantei com ela nos braços e a coloquei em minha cama da maneira mais confortável possível. Peguei um antigo baú que estava abaixo da cama, procurei sua chave na gaveta do criado mudo, apos acha-la, abri o baú e retirei o livro das sombras, em seguida coloquei o livro em cima do criado mudo, peguei uma caneta e uma folha onde escrevi algumas coisas; encima da folha deixei a chave. Me deitei ao seu lado e a observei... sera que ela sabe o quão lida é ?


´´Eu poderia ficar acordado só para ouvir você respirar. 
Ver o seu rosto sorrindo enquanto você dorme.
Enquanto você está longe e sonhando.
Eu poderia passar minha vida nessa doce redenção.
Eu poderia me perder neste momento para sempre.
Todo momento que eu passo com você.
É um momento precioso.
Não quero fechar meus olhos.
E eu não quero perder nada.
Eu ainda sentiria a sua falta.
Eu só quero te abraçar forte.
Sentir seu coração perto do meu. 
Porque mesmo quando eu sonho com você.
O sonho mais doce nunca vai ser suficiente. 
Deitado perto de você.
Sentindo o seu coração bater.
E imaginando o que você está sonhando. 

Imaginando se sou eu quem você está vendo.
Então beijo seus olhos e agradeço a Deus por estarmos juntos.``

 

E assim despeço-me dela. Aspiro seu cheiro de rosas... beijo sua testa... 
 

_Eu voltarei para você... tenho que atrasa-los.


Pego minha espada, saio do quarto, desço as escadas, entro no salão principal, cruzo a porta e em seguida o portão. 
Assumo minha forma lupina... e sigo... misturando-me a noite fria...

 


Notas Finais


letras da musica´´ I don't wanna miss a thing`` de aerosmith


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...