História As Crônicas de um Anjo Qualquer - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Grega
Visualizações 0
Palavras 715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Magia
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 6 - O Júri Celeste


                   NION
Bom depois que nid deu seu Piti eu voltei pra casa para me preparar pro encontro que estaria por vir

Nid estava mais calmo, pelo menos agora ele sabe a verdade, e sabe oque está por vir

Então eu fui conversar com Agnes

-Hey Agnes- eu disse- menos bugada?

-É... não- ela respondeu- tudo isso acontecendo, eu sempre achei que éramos três amigos normais combatendo os dramas uns dos outros, e agora tudo muda,PORRA mundo, por que com os meus amigos?, não dava pra ser outro anjo escolhido e seu guardião?

- Agnes eu sei oque você está passando, desde que eu te conheci eu... Eu...-olhei pra baixo segurando as lágrimas- eu sabia que teria de te abandonar, porque eu sabia o meu destino só que felizmente e infelizmente, você acabou se metendo no nosso mundo

-Pois é eu me infiei sem querer nesse mundo onde o nid meu amigo agora é "NIDAEL O ANJO ESCOLHIDO" você é o protetor dele, e eu uma Bost...

Beijei-a antes dela terminar de se auto xingar, uma vontade que tinha desde que éramos pequenos

E nos soltamos só porquê o fôlego acabou

Aí eu olho pro lado onde eu vejo nid batendo palmas sarcasticamente

-Estou atrapalhando algo?- disse nid- não sei se você sabe Nion mas temos um encontro agora

-É... claro!!! É claro vamos nid cadê o mapa? Em? thau Agnes voltamos depois da meia noite

Peguei no braço de nid queimei o papiro e fomos para Therabitía uma das bases do júri

Chegando lá adivinha

O Júri já estava nós esperando

-OQUE FOI ESTÁ DEMORA? VOCÊ COMO GUARDIÃO DEVIA SABER QUE O NOSSO PRAZO ERA ATÉ MEIA-NOITE MAS PENSÁVAMOS QUE IRIA RESPEITA ESTE HORÁRIO O FAZENDO MAIS RÁPIDO POSSÍVEL, QUE DESRESPEITO A NÓS-disse Tifão alto e claro

-TIFÃO!!-uma voz feminina o interropeu-OQUE ACHA QUE ESTÁ FAZENDO PERDENDO O TEMPO QUE NÓS QUASE NÃO TEMOS VOCÊ SABE MUITO BEM QUE ESTE GUARDIÃO SERÁ PUNIDO, MAS VOCÊ NÃO ACHA QUE HÁ COISAS MAIS IMPORTANTES PARA SE TRATAR?

Com medo eu fui tentar apaziguar o mini debate que estava para acontecer

- Minhas Majestades, peço por favor que não discutam entre si temos algo mais importante a tratar,certo?

-Certo- respondeu Astrides- Vamos começar? Primeiramente, Nion por quê nos convocou? Aconteceu alguma coisa com Nidael

-Minhas Majestades peço que se sentem

A base de Therabitía era um base em formato de Cruz, em cada ponta da Cruz havia um cômodo no centro da Cruz havia uma Cúpula de vidro(onde nós estávamos) por fora da cúpula de vidro não se via nada através do vidro mas por dentro podia se ver tudo, a cúpula na verdade era um super telescópico em formato oval e mostrava qualquer parte do universo, dentro da "cupula" havia 5 tronos em volta da roda central, e os tronos ficam sempre em frente ao "réu"

-Minha Clareza, Astrides, primeira criação do universo, oque tenho a relatar a vocês é que, acidentalmente o anjo que, por decisão de vocês, fora escondido e renascido, usou seus poderes, mais especificamente abriu suas asas, numa tentativa de suicídio, e sem perder tempo, o anjo renegado Lúcifer, nos rastreou, e por isto eu e Nidael nos abrigamos no abrigo mais próximo, o antigo e abandonado abrigo terceiro

-Danion Paroute Glorito- gritou Dionísio- você sabe bem que nós não toleramos este nome

-É Claro vossa excelência, me perdoe por esse deslize

-Está perdoado-Bufou Dionísio

-Então você quer dizer, Que, Lúcifer...-questionou Astrides

-Astrides oque eu acabei de falar?-reclamou Dionísio

-Eu digo o nome dele se eu quiser sim, eu não tenho essas frescuras de vocês, ele é uma praga que está destruindo o planeta terra,

Que não é nem de meu domínio,-Contínuo Astrides- mas parece que estou me importando com esse planeta até mais do que você Dionísio 

-CHEGA- gritou Dionísio super irritado com Astrides- EU NÃO IREI TOLERAR ESTE DESACATO A MINHA AUTORIDADE

-E você irar fazer oque?-Retrucou Astrides-me matar?... pode tentar

-Astrides, já chega- então Urano levanta a voz- vamos parar com essa richa de vocês dois?

-É claro, me desculpe meu irmão-respondeu singelamente Astrides

-Tabom-Bufou Dionísio

-Agora, Nion, continue

-Agora eu gostaria que vocês conheçam, Nidael

Então os guardas abrem as portas para a cúpula e, nid entra no recinto

-Nidael Percival Brian, ou melhor, nid, meu anjo da paz e da guerra-falou Astrides

-Nion, você poderia se retirar?-pediu Tifão

-É Claro vossa majestade

Se cuida nid-cochichei pra ele



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...