História As Duas Nerds - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aceitacao, Homofobia, Nerd's, Preconceito, Romance, Yuri
Visualizações 26
Palavras 944
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Yuri
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem ^°^

Perdoem me pelo vacilo...

Capítulo 17 - É amor?


Fanfic / Fanfiction As Duas Nerds - Capítulo 17 - É amor?

Estava com certo medo do que poderia acontecer, afinal aquela mulher ainda estava com a guarda de Stella. Mas Stella deu uma desculpa qualquer para sua mãe.

- pra que esse surto mãe? * Stella diz se espreguiçando*

- você não me avisa que vai dormir uma garota em casa e ainda fala como se eu não tivesse motivo para surto * ela respira fundo* pelo menos não é nada demais, estou saindo já sabe * ela diz e sai do quarto*

Tem mulher mais estranha que essa? Não conseguia imaginar que a Stella veio daquela maluca .

* Ambas damos um suspiro quando a mãe dela sai* - sua mãe trabalha com o que?

- eu não sei, e não quero ter essa informação * ela diz coçando a cabeça*

- enfim , o que faremos agora? * Pergunto me espreguiçando *

Ela pula em mim sorrindo e me beija, ambas rimos.

- acho que acabamos de criar uma nova doença * eu digo rindo*

- é mais fofo nos filmes * ela ri e me puxa para levantar*

- claro nos filmes eles já fizeram uma puta limpeza bucal * vamos ao banheiro de seu quarto*

Ela escova os dentes e me entrega uma escova nova, abraço ela por trás enquanto ela lava seu rosto.

Era tão bom sentir seu corpo quente junto ao meu, e saber que ela sempre estaria ali.

*Senti sua mão segurar na minha que estava em sua cintura* - sua vez monstrinha * ela diz nos separando*

- eu tô com fome * faço bico e começo a escovar meus dentes*

- vou te levar pra um lugar que minha mãe me levou no primeiro dia * ela diz segurando meu cabelo para não molhar na torneira*

- se minha barriga tivesse boca ela agradeceria * falo lavando meu rosto *

Vamos até o quarto novamente, e ela abre o guarda roupa . Adorei todas as roupas, tinha blusões, calças rasgadas , moletons, tudo que eu adorava.

- que feio! Minha mãe acha que sou um garoto * ela cruza os braços*

- Hey, eu adorei essas roupas * vou para perto dela*

- tá mais você é menininho * ela diz rindo *

- eu o que? * Não aguento e acabo rindo com sorriso dela*

- não vou conseguir usar isso, vou te dar todas essas roupas e comprar as que eu gosto, porque, não tem condição * ela diz ainda rindo*

- ah mas como reclama * pego ela no colo e a coloco sentada a cama* já sei o que fazer

Ela me olha confusa mas fica em silêncio, vou até o guarda roupa e pego um dos blusões que tinha ali

- me dá uma tesoura * eu digo e ela logo se levanta me trazendo uma*

Corto a blusa deixando ela no tamanho que ela queria, pego um shorts e tênis entrego a ela.

- pronto! * Digo rindo*

Ela me abraça e me dá um selinho.

- Obrigada! Ficou muito bom! * Ela veste e fica linda como sempre* agora eu escolho sua roupa

Tremi na base, se ela me escolhesse um vestido eu estaria morta. A observei indo para sua mala no canto do quarto.

Fecho meus olhos e quando ela volta estende para mim, vestido azul e salto.

- são lindos, não em mim * digo rindo*

- seu corpo é lindo para de graça * ela coloca a roupa na cama * você vai usar por mim

Ela me levanta, tira minha blusa e meu shorts.

- eu não tenho corpo pra isso * ela tampa minha boca e beija minha testa*

- quieta! * Ela coloca o vestido e o salto em mim *

Ela me olha de cima a baixo mordendo o lábio, fico com vergonha e escondo meu rosto.

- você está linda Carla * ela segura em minhas mãos * que bom que esse salto é baixo se não eu ia parecer uma anã

- você já é * digo rindo e ela me da um tapa no braço rindo*

Do nada ela se abaixa e levanta a barra do vestido.

- OW OW que isso gente * eu me afasto *

- nada só vendo se dá pra ver sua calcinha * ela ri*

- doidinha você * a pego no colo e dou um beijo demorado *

Nós saímos de casa e caminhamos Até o centro onde já podia se ver um restaurante rústico bem chamativo. Caminhamos até lá e na porta já se podia sentir o cheiro de massa, sentamos em uma mesa perto das janelas laterais do local.

- bonito aqui não? * Ela diz com um lindo sorriso em seu rosto*

- sim é lindo *digo observando o lugar*

Fazemos os pedidos e ela insiste em escolher para mim, concordo e ambas esperamos a comida. Estávamos sentadas uma a frente da outra e em silêncio até que

- não quero ficar longe de você * ela diz colocando rapidamente a mesa ao meu lado*

Sorrio meio sem graça para ela que puxa meu rosto nos fazendo selar os lábios delicadamente.

- você é como se fizesse parte de mim, porque não consigo dar um suspiro sem pensar em você *ela diz com nossos rostos perto*

- isso aí é asma psicológica Stella * digo séria segurando a risada*

- porra Stella não fode * ela ri com uma cara meio brava *

- não sou boa com romance *digo pegando em seu queixo e sorrindo* desculpa

Ela sorri e me beija

- Eu te amo assim mesmo *ela diz espontaneamente*

Logo somos interrompidas pelo garçom que trás dois pratos lindos e cheirosos, junto de uma bebida que não era muito comum para mim


Notas Finais


Não desistam de mim *_*

~SungChie


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...