História As Estrelas. - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Ellie, Estrelas, Joe
Exibições 5
Palavras 1.453
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Desculpa a demora gente! Já tinha o cap escrito mas varias coisas me atrapalharam a postar.
Queria deixar minhas duas fics principais na reta final junto.
Espero que gostem

Capítulo 18 - He again


Fanfic / Fanfiction As Estrelas. - Capítulo 18 - He again

-Essa foi a melhor noite da minha vida Joe- disse quando fomos pras escadas fugindo da chuva.

- A melhor noite da minha vida foi quando eu vi a menina dos olhos de biloca com um vestidinho rosa chorando no terraço vizinho.

De repente meu telefone começa a tocar

- Ellie! Cadê você?- Mãe?! To na casa do Joe!

- Como?- Nem pergunte.

- Ta, agora venha pra casa!- Ok!

- Vou mandar Alex ir te buscar- Não precisa Joe me leva.

- Ok então!- Tá tudo bem Ellie?

- Só minha mãe querendo que eu vá pra casa

- Eu te levo

- Eu disse que iria

Passamos pela casa de Joe e a Tia Rose e o Tio Jonh ficaram muitos felizes quando dissemos que finalmente estávamos juntos, pegamos o guarda-chuva e ele me levou pra casa.

- Oi dona Julie!- disse Joe quando chegamos na porta da minha casa

- Oi Joe! E mocinha como foi pra lá? Não sai da sala e não vi você saindo.

- Ah sobre isso...- comecei a falar- melhor nem saber.

- Se você diz...

- Bom estou indo prazer ver a senhora sogra. Tchau meu amor

- Tchau príncipe.

Minha mãe ficou sem entender. Dei um beijo em Joe e entrei. Falei com Kyle, Alex, peguei Kevin no colo e abracei Max.

- Que merda tu fez garota?- perguntou Alex

- Melhor o que tu quer?- perguntou meu padrasto.

- Nada e nada. Só estou feliz.

Subi, tomei um longo banho e pensei que a vida até poderia ser bela. Coloquei um pijama e minha mãe bateu na porta.

- Sogra é?

- Pra você ver...

- E você tá feliz?

- Pra caramba. Ate abracei o Kyle

- Eu vi. Pra quem nunca iria se apaixonar você tá toda caidinha pelo Joe.

- Ah mãe, eu acho que aprendi o que é amar com ele. Eu amo tudo nele, o cabelo bagunçado, o abraço apertado eu o amo mais que tudo.

- É tão te ver feliz Ellie.

E eu fiquei La conversando com a minha de como ele, Joe Clark, era a melhor coisa na minha vida.

- Olha a hora se você não dormir agora amanha nem eu nem Alex conseguimos te acordar

- Ta bom dona Julie. Até amanha

E de repente...

- Ellie?

- Joe? Pera to indo ai.

- Achei você!

- O que tu ta fazendo aqui?- disse ligando meu abajur

- Calma eu só queria te perguntar uma coisa

- Pode dizer anjo

- Ellie eu amo você, amo mais que tudo nessa vida, sei que quando te pedi em namoro foi a melhor escolha da minha vida e eu só queria ter a certeza que a terei para sempre.

- Joe o que...

- Ellie Smith você aceitaria casar comigo?

- Claro que sim-disse pulando em seu pescoço-  Meu Deus Joe, eu aceito...eu aceito....eu aceito

- Aceita o que doida?- disse Max segurando o riso me fazendo cair da cama com o susto

- Ai que susto Max!- disse levantando com a mão no peito

- “Eu aceito” hahahahahaha

- Para Max-disse tacando o travesseiro nele

- Ai! Se arruma logo e vamos pra escola- disse saindo do quarto e jogando o travesseiro de volta

Foi tudo um sonho. Mal arrumei um namorado e já quero casar. Me arrumei e fui tomar meu café quando a campinha toca.

- Oi anjinho!

- Bom dia príncipe. Veio me levar pra escola?

- Se você quiser Alex e Max também podem vir.

- Vamos-disse eu,  Alex e Max

Chegamos à escola, Alex foi se preparar para o jogo que teria mais tarde, por isso horário reduzido de aulas, só teríamos o primeiro período, Max foi para a sua aula de artes, Joe para aula de biologia e eu para a aula de inglês.

- Bom dia classe- disse o diretor me tirando dos meus devaneios- quero apresentar pra vocês o professor que vai ficar no lugar da senhora Collins durante sua licença maternidade, o senhor Maning.

Senhor Maning? Não pode ser, ele de novo?

- Good mornig class.

Seriam apenas duas horas, duas horas que parecera uma eternidade. Quando o sinal tocou sai correndo da sala para o ginásio. Procurei Joe, mas não achei, Max estava com a sua namorada e Alex devia estar no vestiário.

- Alex? Alex Smith?- sai gritando

- Só tem eu gatinha

Era ele. “Gatinha” era como aquele monstro me chamava

- Por favor me deixa em paz- minha voz estava completamente  fraca estava aterrozidade

- Vamos apenas matar a saudade

~^~

A aula de biologia demorou mais do que eu gostaria, sai da aula em busca da Ellie, mas não a encontrei, fui para o ginásio e me sentei ao lado de Max e Alice.

- Achei que a Ellie estaria com você Max.

- Ela veio, mas me viu com a Alice acho que não quis ficar de vela.

- Eu a vi entrando no vestiário acho que foi falar com o Alex antes do jogo. - disse Alice

- Eu vou lá ver

- Vai mesmo ela estava como se tivesse visto o seu pior pesadelo

Pior pesadelo de Ellie seria se aquele monstro estivesse aqui se bem quem que há boatos de um novo professor de inglês. Será? Meu coração chega dispara com a ideia de ser ele.

Literalmente sai correndo para o vestiário.

- Por favor, para- era a voz da Ellie

- Shiu quanto mais rápido você for boazinha mais rápido vai acabar

Aproximei-me de onde vinha o barulho e vi Alex com um bastão pronto para arrombar a porta da cabine onde Ellie estava. Ele apontou para trás de mim e vi outro bastão. Contamos ate 3.

1

- Por favor, não.

2

-  Cala a boca. Sua voz é irritante

3

- AHHHH

Arrombamos a porta e eu vi Ellie seminua espremida na cabine e na frente dela um senhor que teria idade de ser nosso pai pronto para bater nela de novo. Alex acertou em cheio a cabeça do senhor Maning . Tirei Ellie de lá, ela tremia de medo nos meus braços.

- Eu to aqui agora- eu dizia enquanto tentava acalma-la

- Aqui maninha- disse Alex entregando a roupa dela

- Eu tive tanto medo dele me machucar de novo.

- O que ta acontecendo aqui?- disse o treinador de Alex- todos para a diretoria

Ellie vestiu sua roupa e não me soltou nenhum momento enquanto contávamos tudo o que poderia ter acontecido se eu e Alex não tivéssemos interrompido.

- Senhorita Smith te garanto que o Sr. Maning nunca mais voltara a te atacar. Já ligamos para a policia e te garanto que a policia de Chicago não deixara isso passar em branco. Por ora o jogo será amanha. Todos dispensados.

Fomos o caminho todo tentando se acalmar. Ellie dormia no meu colo nossa casa não era tão perto da escola, mas Ellie não pesava quase nada então leva-la no meu colo não foi nenhum incomodo.

- Joe já parou para pensar no que poderia ter acontecido?- perguntou Alex

- Cara eu não gosto nem de pensar mas o importante é que nossa princesa ta salva

- Ainda bem que ela tem voce

- Ela nos tem Alex.

Primeiro deixamos Ellie em casa, dona Julie se desesperou completamente com a ideia daquele ser desprezível ter quase abusado de Ellie de novo.

Coloquei Ellie na cama, ela parecia estar tendo um sonho bom sorria como um anjo.

- Eu amo seu sorriso- disse beijando sua cabeça e indo para a sala.

- Joe não sei como te agradecer- disse Kyle me abraçando o mesmo havia se tornado bem próximo da Ellie desde a sua volta. Ela sua rainhazinha, a filha que sempre sonhou.

- Não precisa me agradecer apenas cumpri minha promessa a Ellie, nunca mais deixaria ninguém a machuca-la. Não suportaria vê-la sofrer.

- Ela tem sorte te ter você meu filho- disse dona Julie

- Pelo contrario tia. Eu tenho sorte de tê-la. Por favor, quando ela acordar me avisa.

- Sem problemas.

Abracei Kelvin que me pedia colo me despedi e fui para casa.

- Chegou cedo filho- disse minha mãe. – O que houve? Perguntou quando me viu chorando

- Eu quase a perdi mãe. Quase perdi Ellie de novo.

Minha mãe apenas me deixou ficar ali chorando no seu colo. Eu estava apavorada a visão de Ellie chorando e tremendo de medo não me deixou descansar.

Fiquei ali sofá esperando uma mensagem ate que me distrair com alguma besteira que minha  irmã tinha dito nem vi a mensagem

Smith: Obrigado por me salvar dele mas me desculpe pelo o que eu vou fazer. Eu te amo.

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...