História As Feras de Postyon - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Monstros, Super Poderes
Exibições 17
Palavras 653
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Yay! Espero que gostem deste capítulo! ♥

Capítulo 2 - Voltando Duas Páginas II


Fanfic / Fanfiction As Feras de Postyon - Capítulo 2 - Voltando Duas Páginas II

Mat caminhava em direção a uma padaria, local que definiram como “ponto de encontro”. 
Chegando lá pode avistar alguns de seus amigos: Liliana, apelidada de Lily; Aphelia, apelidada de Apa; Raphael, apelidado de Raja e Kick. Ainda faltava um.
— Yo! Larry não veio com você? — Raja o cumprimentou com um serie de movimentos de mão diferentes. 
— Não. E com vocês? — Mat questionou.
— Por acaso você vê ele aqui conosco? — Kick interrompeu. 
— Estou ótimo, obrigado por perguntar. — Mat disse, ironicamente.
Logo avistaram alguém correndo e acenando para eles. Era Larry, apelido de... Larry.
— Está atrasado. — Apa retrucou.
— Quem a convidou? — Larry estava ofegante.
...
Eles haviam comprado alguns sonhos e salgadinhos para comerem no caminho. Ficaram andando sem rumo pelas ruas da cidade à noite. Logo, Larry sugeriu algo:
— Vamos acampar na floresta!
— Você é o que? A Dora aventureira para retirar uma mochila do bolso com uma barraca e suprimentos? — Kick retrucou.
— Vocês são sempre tão maus comigo! Então, vamos ver como é lá para acampar amanhã. — Larry.
— E vamos combinar tudo acima da hora? — Kick.
— Deixe de ser chato, é uma boa ideia. — Lily defendeu Larry.
Eles andaram bastante, até quase fora da cidade para chegar a uma floresta que há. 
— Chegamos!
Os jovens começaram a andar pela floresta sem rumo. Nela havia muitas árvores grandes e finas, outras mais grossas porem pequenas, porém pareciam mais velhas e com galhos mais resistentes, ótimo para prender mochilas nos galhos cobertos pelas folhas da árvore. Larry e Lily se separam por acidente do grupo e Mat queria ver os diferentes tipos de flores que floresceram nas laterais de uma trilha, levando mais a fundo a floresta.
A trilha era meio sombria, mas com certeza de dia ela deveria ser muito linda e embelezada pelas flores.
Por coincidência, todos os jovens encontraram uma trilha, que levava ao mesmo lugar que Mat estava indo.
— Hey! Achei que tinha me perdido de vocês! — Mat gritou de longe.
— E não se perdeu? — Kick perguntou, vindo de outra trilha.
— Haha, nós também. — Larry diz coçando seu pescoço. Todos eles se agruparam e começaram a conversar, até que barulhos de passos pesados e folhas secas serem quebradas podem serem ouvidos.
— Estão escutando isto? — Kick perguntou.
— Não somos surdos. — Larry deu o troco por antes.
Os passos estavam cada vez mais se aproximando e se apressando. Alguns membros do grupo começaram a dar passos lentos para atrás. Surgiu, entre as árvores, um monstro alto, magro, que usava pequenos traços de panos em seu corpo. Com toda a certeza, era uma fera.

Todos se desesperaram e começaram a correr enquanto gritavam. A Fera parecia não ter olhos, entao se guiou pelos gritos que emitiam. O ser agarrou a perna de Lily e levantou-a até seu rosto. Pareceu cheira-la e investigar, quando viu que não era o que procurava a jogou contra uma árvore. A pancada fez que a menina desmaiar e cair no chão com força. Larry correu para pega-la no colo, seus olhos já estavam cheios de lágrimas. Enquanto isso o monstro bloqueou as trilhas quebrando árvores com suas garras e fazendo-as cairem, impedindo o caminho. Todos correram para mais fundo na floresta e se esconderam. Mat, que se separou de todos, foi pego. O monstro analisou-o e cheirou de perto, sua boca começou a se abrir. Com uma das suas mãos ele atravessou suas unhas no antebraço de Mat e arrancou o mesmo. Jogou Mat bruscamente no chão. O menino retirou sua camiseta e amarrou no machucado, para evitar a perda de sangue. Um homem apareceu correndo em direção a Fera, ele pareceu acalma-la. Ele chamou a Fera várias vezes de...Choco. Ambos sairam dali.

...
Depois dos acontecimento Mat e Lily foram levados ao hospital. Lily estava em estado grave e Mat em algumas semanas estaria melhor. Bem...eles jogaram vídeo game no hospital até tarde, o que fez tirar o clima de tensão apenas um pouco...muito pouco.

2 anos depois...

 


Notas Finais


Não sei escrever muito bem as cenas que as Feras aparecem, ah, sei lá. Mas espero que tenham gostado. Yay!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...