História As Filhas da Noite - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias David Henrie, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Laurinah Camally
Exibições 29
Palavras 1.188
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


desculpe a demora e falta de pontualidade
mas eu sou sempre atrasada msm rs. vamos a leitura
ignorem os erros por favor ^^

Capítulo 5 - Planos e mais Ally


P.O.V Camila 

 

A semana na escola foi tão chata... Ainda bem que o sábado está chegando, mas eu não tenho certeza se devo contar a Ally sobre minha condição anatômica. Mas estar com ela é tão magico... olhar aqueles olhos de avelã me deixa nas nuvens. Minha vontade de tocar aquela pele macia e sedosa é quase incontrolável, sentir seu cheiro, tocar seus lábios... 

'' Para sua retardada!!! Que pensamentos mais impróprios'' 

-Por que está sorrindo tanto Camz? - Ally me desperta dos meus devaneios. 

-Nada, apenas me lembrei de algo que queria fazer... - sorri sem jeito. Aqueles olhos pareciam ler meus pensamentos... 

-Hmmm deve ser algo bem interessante... - Ally diz próxima do meu ouvido. Um arrepio percorre minha espinha. 

" Se afasta!!! Tensão sexual detectada!!!" Minha mente me insistia nisso. Ally não estava ajudando me olhando com aquele olhar misto de curiosidade e 'inocência'. Preciso dizer que fiquei presa naquele olhar? Ok, fiquei sim. 

O sinal toca me despertando pra realidade. Todos saiam correndo, pois era a ultima aula apenas nos três ficamos por ultimo.   

-Meninas meu pai sugeriu um tempo de organização - Dinah se aproxima de nós - ele disse que da tempo da mamãe voltar do Havaí e ir com a gente. 

-Não sei se vai ser uma boa ideia levar eles DJ – ally 

-Verdade, senhores de idade só vai atrasar... 

-Mas o pai sabe onde fica... - Dinah parecia relutante 

-EU também sei – Ally 

-Como?? - perguntei 

-Meus sonhos não são sonhos normais. É como se quisessem me dizer algo...  

-Fairy você está bem?? - Dinah 

-Não. Já era pra mim ter te contado DJ mas eu não sei como... - Ally parecia preocupada... 

-O que você esconde Ally? - será que ela também é diferente?? 

-Foi depois que fiz dezoito anos... você lembra que eu sentia muita dor nas costas? 

-Lembro... mas a dor parou de repente... Até achei estranho. 

-Queria conversar com calma... só a gente. - Ally

-Vamos pra minha casa, lá não tem ninguém, minha irmã estuda o dia inteiro e meus pais só chegam a noite - eu disse 

-OK - Ally 

Saímos da escola e fomos andando até minha casa o silencio era insano... 

  .... 

P.O.V Ally  

Não sei como dizer a elas minhas condições ... Dizer que manipulo magia ou que tenho asas. Como dizer que sou uma fada? A Dinah pode até aceitar, já que, sempre fui diferente dos demais, até meu tamanho me denunciava. Mas e a Camila? Detesto admitir, mas acho que sinto algo por ela.  

O que ela vai achar disso tudo? Cedo ou tarde ela vai acabar descobrindo. E se ela me achar uma aberração?  

-Ally ?? - Camila me traz de volta a realidade – voce não parece muito bem... está passando mal? - Camila era tão atenciosa. 

-Estou bem. - desde o primeiro dia quando eu descobri que falava espanhol por causa dela, eu senti coisas que antes nunca tinha sentido. Eu sei que ela também e diferente mas não como eu. Será que ela sente algo por mim? Já peguei ela me olhando algumas vezes, não sei... 

Quando chegamos na casa de Camila eu senti um medinho... mas elas tinham o direito de saber. Essa semana foi agitada, com tanta coisa que ainda vinha por ai, tanta coisa que aconteceu na escola, aquelas vadias dando em cima da Camz, comendo ela com os olhos se jogando logo no primeiro dia. Ai eu descobri o significado de ciúmes e ela parecia acostumada com o assedio, claro que estava, quem não olharia aquela latina perfeitamente bronzeada com as bochechas rosadas, os lábios tão bem modelados, os olhos castanhos tão belos, um corpo tão bem desenhado, e aquela bunda? Céus... como era empinada e durinha, como eu queria... 

-Ally você já pode voltar – Dinah, depois que entramos na casa de Camila 

-Conta o que você tem que contar - Camila 

-Eu não sei por onde começar.... - fiz uma pausa – essas minhas viagens são apenas projeções do que deveria ter acontecido comigo. Eu tenho visões do que poderia ter sido minha vida... 

-Ok, continua –DJ 

-Eu tenho certas habilidades extracurriculares 

-Seja mais especifica fairy, por favor – Camila 

-Eu posso manipular magia. Mais precisamente coisas relacionadas a plantas e florestas, a natureza em si. 

Silencio profundo... 

-Olha, eu sei que isso é difícil de entender mas, o que posso dizer é que sou uma fada e por esse motivo eu vejo o seu lar e a floresta DJ – silencio absoluto e eu me corroendo por dentro. 

-Fada??? - Camila tinha uma expressão indescritivel 

-Sim 

-Ally desde quando?? - Dinah parecia querer rir de mim 

-Depois que fiz 18 – eu disse – e aquelas dores era minhas asas querendo sair. Meu processo de metamorfose se completou quando elas saíram... 

-KKKK para que tá ridículo Ally – Dinah começou a rir - não e porque eu te chamo de fairy que você pode achar que é uma. 

Nesse instante numa mistura de raiva e frustração eu tirei minha blusa. 

-Pera Ally, o que vai ser agora striper??? - Dinah rolava de rir 

Então sem avisos um circulo magico apareceu nas minhas costas e imediatamente minhas asas foram tomando forma bem na frente delas. 

-Mas que porra e essa??? - o sorriso de Dinah desapareceu 

-Minha nossa Ally – Camila me olhava num misto de espanto e... fascínio? 

Tenho que admitir que minhas asas são perfeitas e poder exibi-las sem restrições chega a ser um alivio.. 

-Não posso acreditar nisso... - Dinah estava pálida – quem mais sabe disso?? 

-Vocês são as primeiras. Mas minha transformação não esta completa, ainda não consigo me controlar nessa forma.  

-Ally? - Ai meu Deus, Camila – você é linda... 

O que??? Ela disse que eu sou linda??? Já posso morrer em paz... 

-Obrigado – tentei esconder o quanto eu tinha ficado envergonhada. 

-Eu nunca vi algo tão lindo... E-eu não sei o que dizer... - Camila 

Ela me achou linda.... estou nas nuvens, que sonho... será que eu tenho alguma chance? 

-Terra chamando Ally – Dinah – como você escondeu isso de mim?  

-Não escondi, só não sabia como contar... 

-Preciso de agua – Dinah vai em direção a cozinha 

-Ally, sobre nosso passeio de amanhã... acho que não vai ser possível. 

-Oi??? Espera, por que? 

-Eu não sei como dizer mas, amanhã eu faço 18 e tenho medo de que aconteça alguma coisa... - Camila estava tão estranha.. 

-Olha pra mim – eu disse segurando seu rosto - Não importa o que aconteça eu quero estar lá Camz, eu sei que assim como eu, você também é diferente e nem tente querer se afastar de mim mocinha. 

Consegui tirar um sorriso dela mas eu queria mais que um sorriso... e olhando aquela boca tão próxima não podia deixar escapar aquela oportunidade. Será que seu beijo tinha o sabor do mar? 

-Ally estamos muito próximas...  

-Estamos... 

-Eu estou quase te beijando... 

-E você não quer? - mas que ousadia... eu não sabia que tinha 

-Quero... 

Eu pude sentir o hálito de Camila, pude sentir seus lábios... eu já tinha derretido antes do beijo... 

-Carai não na minha frente né? - porra Dinah... - bem atrevidinha você Camila... 

 

 

 

 


Notas Finais


obrigado por perderem seu tempo pra ler minha fic. u.u
então gente.... até mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...