História As Garotas Humilhadas - Capítulo 15


Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Colegial, Drama, Gaaino, Naruhina, Naruto, Revelaçao, Romance, Sasusaku
Exibições 302
Palavras 1.450
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi Oi, gente!!!😍😎
Tô aqui para mais um delicioso capítulo!😐😚

Tá vendo essa capa?
Então, eu tava super sem criatividade para fazer uma de verdade, sorryyyyy!!😥😶😉

Tá, me desculpem por não responder os comentários do outro. Até a 00:00, vou tentar responder todooooos!!😋😊

Coisas loucas rolaram nesse episódio, shushau!😱💋💕

Espero que gostem, e boa leituraaaaaaaaaaaaaaaa!!✌💞

Capítulo 15 - Resultados de um Aprendizado


Fanfic / Fanfiction As Garotas Humilhadas - Capítulo 15 - Resultados de um Aprendizado

Relembrando:

- Um novo dia para você... Hinata. — Disse me levantado, e calçando minhas lindas pantufas de coala.

[...]

- Oi! — Um garoto de cabelos louros, olhos azuis e super bonito, me comprimentou.

[...]

- Que jóias, pelo que eu saiba não roubei nada esses dias. Aliás, se eu tivesse roubado essas jóias, estaria escondido no meu esconderijo. Mas, você revirou ele TODO, NÃO É? — Falei na maior honestidade, hehehe.

[...]

- FAZ PARAR! — Gemendo de dor, era o estado dele.

[...]

- Nós já temos poderes! — Respondi, com um sorrisinho. Logo elas se entreolharam e correram atrás de mim.

[...]

Atualmente, narrado por Feiticeira Escarlate:

América entrou na minha cela, igualmente fez os outros. Apertou um botão atrás de minha cadeira, que fez a cela se fecha, aparecer uma mesa entre nós e uma cadeira branca. Era tipo uma salinha totalmente branca e bem iluminada.

- FALA SÉRIO, POR QUE JUSTO O MENSTRUAÇÃO? — Arlequina gritou em tom de  reclamando.

- EI TÔ SENDO OBRIGADA A FICAR COM UM CHATO TOTALMENTE CERTINHO. QIE HORROR! — rebate a reclamação, com outra reclamação.

- PAREM DE RECLAMAR, EU TÔ COM O MAIS... NEM SEI DESCREVER! — Respondeu Sakura.

América se sentou na cadeira, e cruzou os dedos. Quando ele estava pronto para falar alguma coisa, eu o interrompi.

- Não, seu entediante, eu não sei aonde está as jóias do infinito! — Disse direta, vendo o semblante incrédulo dele.

- M-mas, como você sabe? — Gaguejou um pouco.

- 1 mês em um planeta que não é seu, você descobre tudo. Aliás, por que vocês querem as jóias? — Perguntei, soltando-me da cadeira e ficando em pé. Ele deve está pensando como eu fiz isso!

- Como você fez isso? — Bingo, acertei.

- Acontece que, Attilan me ensinou muitas coisas. — Fiquei de costas para o mesmo, e dei de ombros.

- Attilan? — Perguntou confusamente.

- Um planeta muito bonito, afinal! — Respondi.

- Me fale o que você sabe sobre as jóias do infinito, e sobre a Manopla! — Praticamente, ele me ordenou.

- Não a nada que eu saiba sobre elas. Só dá existência delas! — Virei-me, olhando em seus olhos.

- Rum, eu sei que você sabe de alguma coisa! — Resmungou.

- Tá, tá. Confesso, sei de algumas coisinhas! — Dei um sorriso divertido. Eu sou uma vilã, não uma mal morada.

- Conte-me! — Almejou.

- E por que eu deveria? — Perguntei, esperando uma resposta.

- Eu solto vocês e suas irmãs! — Ele não pensou duas vezes, e saiu falando.

Ah, acredito. Nunca que eles vão nos deixar ir, pelo menos de livre e espontânea vontade. Se dependesse deles, eles nos matariam. Mas, mesmo assim, vou falar.

- Não acredito em sua palavra... — Disse, vendo ele abrindo a boca para falar alguma coisa. Mas, o interrompi. — Mas, eu falarei tudo o que eu aprendi, sobre as jóias, em Atilla...

- Conte avontade! — Disse ele.

- Attila tem uma profecia. A profecia conta que, nos anos futuros, ou seja, nesse futuro. As jóias, assim que os seus portadores, que eu não conheço, morressem. As jóias iriam reicarnar em corpos humanos. Cada duas jóias em uma garota... — Estava explicando, quando fui interrompida pelo o mesmo.

- Garotas? — Questionou.

- Sim, garotas. As jóias sozinhas, desapareceriam da Manopla, guardada a sete chaves no espaço. E simplesmente iriam para suas portadoras. O que não explica, é como as jóias seriam as garotas. Talvez, essas garotas sejam as jóias... — Dei uma pequena pausa.

- E... — Fez um gesto com a mão de continuação.

- Eu realmente não sei como as jóias foram substituídas. Na profecia diz que, as jóias só ia desaparecer... — Novamente eu pausei. — Cada jóia tem vários poderes, imagine duas 6 juntas! Thanos já as usou quando tinha a Manopla. Então, provavelmente ele quer usa-las novamente. Pelo menos, é o que a profecia diz: “Ele tentará usar elas novamente. Mas, não conseguirá. Pós juntas elas são Ego”...

- Ego? — Perguntou.

- Ego é a sétima jóias. Se elas juntarem os poderes, elas simplesmente são invencíveis. Mesmo não juntas, elas ainda são poderosas. Mas, será muito ruim se elas estiverem no caminho da vilãnia. Pois, Thanos tentará traze-las para o seu lado. E usará elas para acabar com tudo que é bom! — Seitei-me na cadeira da “prisão”, e pude ver o olhar surpreso dele.

- E caso elas forem do mal, mas mudar para o bem? — Perguntou. Parece que ele tá realmente interessado.

- Rum, caso isso aconteça. Elas poderiam, mesmo servindo a Thanos, destrui-lo! — Sorri, fechando a cara em seguida.

- Mas Thanos é muito poderoso! — Disse ele.

- É e muito. — Concordei. — Não sei de pouca coisa, e nem de muita coisa. Mas, sei ter equilíbrio! — Falei simplesmente.

Sentada na cadeira, me prendi novamente, com a telicinese.

- Como você faz isso? Sabia que aqui tem um tipo de anulador de poderes? — É O combo de perguntas.

- O Espaço forma a Alma! — Respondi. Era o que ele tinha me falado em sonho.

Ele me levou até Attilan. Eu meio que não entendi esse negócio de Espaço e Alma. Só sei que ele me falou isso, em um sonho quando era a boba Ino, e quando eu estava em Attilan.

- É, acho que eu já vou! — Disse ele, me tirando de meus devaneios.

- Você sabe que eu vou fugir, né? — Perguntei.

- É impossível você fugir daqui! — Respondeu confiante.

- Não, não é impossível. Só aguarde! — Sorri de lado.

- Vilãos nunca vencem! — Dise ele, se levantando.

O mesmo apertou o botão, logo formando-se aquela mesma cela que eu estava. Então, o mesmo saiu e foi em direção dos outros.

- NUSS, ATÉ QUE ENFIM TERMINOU DE CONVERSA COM O REFERÊNCIA! — Gritou bufando. Arlequina sempre a mesma.

- O ESCARLATE. ELES TE PERGUNTARAM SOBRE UMAS JÓIAS? — Gritou Sakura em tom de pergunta.

- SIM! — Respondi.

- É melhor vocês calarem a boca! — Em um tom intimidador, falou o Senhor dos Morcegos.

- Não tô afim, Morceguinho! — Arlequina, debochou.

Morceguinho, que já estava indo em direção aos computadores. Virou-se para Arlequina, entrou na cela, e começou a estrangular a mesma.

- Fala a sério, segunda vez que alguém tenta me estrangular hoje. Se preocupa não, tenho um pordezinho bem manerinho! — Disse ela confiante. Parece que ela nem tava sentindo o enforcamento.

Em 1 segundo, Batman botou a mão na cabeça desesperadamente e começou a se debater no chão.

- SAI DA MINHA CABEÇA! PARA! — Gritou ele agoniado.

- Tabom, só sai da minha celinha! — Respondeu ela. Logo, o mesmo saiu mais recuperado, e foi rumando até os equipamentos.

“Que poder é esse?” — Perguntou Sakura, por telepátia.

“Não sei. Quando o Tio Rápido estava aqui, fiz a mesma coisa, quando ele estava me estrangulando! — Respondeu — Aliás, vocês sabem o que é Mente e Realidade?” — Perguntou.

“Tempo e Poder?” — Perguntou Viúva, sem responder Arlequina.

“Espaço e Alma?” — Perguntei.

“Pera, o alienígena meio roxo falou isso para vocês?” — Nós três nos perguntamos.

“Ele falou isso comigo, hoje.” — Em telepátia, disse.

“Isso aconteceu quando eu estava em Attilan.” — Respondi.

“Lembra de quando a gente tinha sete anos? Quando nós falamos daquela coisa de poderes? Então, ele falou comigo naquele dia!” — Telepátizou.

“Vermelha, você sabe sobre as jóias?” — Questionou Arlequina.

“Sei, mas espera nós saímos que eu conto tudo que eu sei!” — Telepátia é tipo um telefone sem fio.

“Ok!” — Disse Sakura em telepátia, claro.

“Olha, será que vocês poderiam falar a frase que ele falou para vocês?” — Pergunto em tom de pedição.

- Se você tem a Mente você tem a Realidade. — Arlequina Murmurrou.

- O Tempo é uma forma de Poder. — Viúva disse, olhando para nós duas.

- O Espaço forma a Alma. — Complementei com a frase que ele havia falado para mim.

Nós entrolhamos. Os “Heróis” não ouviram as frases. Ainda vamos fugir, sabe?

Não entendo, por que esse Moço falou essas frases para nós? O que está acontecendo?

Perguntas sem respostas. Perguntas que nós acharemos as respostas!

“Vamos fugir hoje mesmo daqui!” — Telepátizei.

No Espaço, muito distante da terra:

- Ego, você será todo meu! — Disse a criatura misteriosa. — Eu vou domar vocês, Hahahhahahahahahaha! — Isso não tinha graça, mais a criatura ria maleficamente.





































Toda palavra tem um significado na vida. Só é preciso saber qual é o significado! — Criativa essa frase. Tô me elogiando, hehehe.







Notas Finais


Blá blá, seus divos(as)!!😛😕

Genteeeeee, quem quer que eu crie um grupo de Whatsapp para essa fic??😲😏

Mereço comentários? Shuahsus!😎😉

Me desculpem os erros, e até a próximaaaaaaaaaaaaaaa!💋💓😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...