História As Gêmeas (Luan Santana) - Capítulo 77


Escrita por: ~ e ~bibilins_

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana, Personagens Originais
Tags Luan Santana
Visualizações 114
Palavras 1.279
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiee amores❤

Tudo bem?

Boa leitura❤

Capítulo 77 - Não precisa ter vergonha de mim amor.


Fanfic / Fanfiction As Gêmeas (Luan Santana) - Capítulo 77 - Não precisa ter vergonha de mim amor.

《Luan》

Jhúlia me olhava sorrindo um pouco sem jeito, enquanto meu corpo inteiro ansiava pelo dela.

Jhúlia: É claro que eu estou,~ Falou por fim.~Eu te amo tanto Luan, não há  nada que eu queira mais do que ser sua!~ Sussurrou se aproximando de mim e eu sorri a puxando para um beijo calmo.

Coloquei minha mão em sua nuca e intensifiquei o beijo enquanto ela brincava com meus cabelos.

Sem desgrudar nossos lábios a encaminhei lentamente até a cama a deitando delicadamente e subindo em cima dela em seguida.

Luan: Hoje eu vou te fazer mulher.~ Sussurrei afastando nossos lábios e encarando no fundo dos olhos.~ A minha mulher!~ Jhúlia sorriu lindamente e me puxou para mais um beijo.

As minhas mãos incessantes começaram a acariciar todo o corpo dela, enquanto não desgrudávamos nossos lábios.  Jhúlia mexia com meu cabelo me deixando ainda mais louco. 

Desgrudamos nossos lábios por falta de ar e eu aproveitei pra ir ao seu pescoço. Comecei a trilhar beijos de toda a extensão de seu pescoço até a orelha e depois pelo rosto chegando novamente a sua boca, já vermelha por conta da pressão de nossos beijos.

Levei minhas mãos até a barra de sua blusa e a puxei pra cima a tirando de seu corpo e vendo seu sutiã preto, em seguida me posicionei de joelhos na cama e desabotoei seu short, mas antes que eu o descesse ela me puxou para mais um beijo.

《Jhúlia》

Depois de encerrar o beijo Luan levou suas mãos até o cós de meu short me fazendo erguer o corpo para ele retirar a peça. 

Eu estava nervosa e insegura, mas eu o queria tanto que eu mal conseguia pensar. Depois de tirar meu short, Luan tirou sua camisa e ficou me olhando por alguns segundos de maneira intensa, mas logo me deu um sorriso maravilhoso que me deu ainda mais certeza que ele é a pessoa certa pra me entregar pela primeira vez.

Luan se deitou por cima de mim mais uma vez e agora senti muito mais precisão em seus toques, ele estava mais ansioso e percebi isso ainda mais quando senti suas mãos se enfiarem atrás de mim e ir direto ao feche do meu sutiã, em um milésimo de segundos ele o arrancou de mim, me deixando completamente corado ao ver como ele ficou olhando para meus seios descobertos, ao ver meu desconforto Luan me olhou sorrindo.

Luan: Não precisa ter vergonha de mim amor.~Sussurrou com sua boca colada a minha.~ Você é perfeita.~ Me beijou intensamente enquanto minhas mãos estavam em suas costas o arranhando levemente. 

Luan encerrou o beijo e desabotoou sua calça a puxando pra baixo logo em seguida, senti meu corpo todo entrar em combustão quando vi o volume por trás de sua cueca box preta.

Ele levou suas mãos até o cós da minha calcinha e a puxou lentamente para baixo me deixando ainda mais louca.

 Minha respiração já estava acelerada e apesar da vergonha que eu estava sentindo nesse momento por estar completamente nua na frente dele, eu não me importava, eu não queria saber de nada a não ser nele e nessa sensação diferente que percorre o meu corpo nesse exato momento.

Luan se debruçou na cama e pegou uma camisinha em cima da cômoda, tirou sua cueca dando a visão de seu membro totalmente ereto, o que me fez morder os lábios involuntariamente e ele sorrir safado ao perceber isso. 

Meu corpo estava completamente em êxtase, eu não sabia explicar a sensação que percorria cada partícula em mim, eu só conseguia pensar que daqui à alguns minutos ele estaria dentro de mim, o que me fazia ficar ainda mais anciosa e desejosa por isso.

Luan colocou a camisinha em seu membro e afastou minhas pernas se encaixando entre ela.

Luan: Eu te amo!~ Sussurrou me olhando e antes que eu pudesse lhe corresponder senti seu membro em minha entrando o que me fez morder os lábios e fechar os olhos com a sensação.

Luan começou a empurrar lentamente até que meu hímen fosse rompido e um pouco de sangue deslizar por minhas pernas. Confesso que senti sim dor, mas nada como as pessoas falam, que parece que o mundo vai acabar.

Luan pegou em minha perna esquerda e a ergueu colocando em sua cintura e começou me calmamente. Ele entrava e saia de mim para que eu me acostumasse com a sensação. Minhas unhas enterraram em suas costas e eu tenho certeza que deixariam marcas, mas eu não me importava com nada e ele parece também não, já que dando chupões fortes em meu pescoço me deixando ainda mais louca.

Aos poucos ele foi aumentando o nível de suas estocadas me fazendo gemer seu nome em meio aos sussurros. Luan falava coisas sem nexo em meu ouvido a todo momento, mas nem se eu quisesse entenderia já que meu corpo e mente estava apenas concentrados no prazer que ele me proporcionava agora.

Luan ergueu minha outra perna e eu a entralacei em sua cintura deixando tudo ainda mais gostoso, ele me prensava na cama me fazendo subir a cada estocada que ele me dava. Minhas mãos o puxavam para mim cada vez mais enquanto eu mordia seu ombro para abafar os gemidos.

Luan procurou um beijo em meus lábios e isso fez com que ele diminuísse o ritmo de suas envestidas. Minhas mãos saíram de suas costas e foram para sua nuca intensificando o beijo enquanto suas mãos apertavam minha cintura com firmeza. Depois de encerrar o beijo Luan entrelaçou nossas mãos e as colocou acima da minha cabeça voltando a me penetrar mais rápido.

 Ficamos um bom tempo nesse posição mais logo Luan voltou a pegar firme em minha cintura e em um ato rápido virou nossos corpos me deixando por cima.

Apoiei minhas mãos em seu peitoral e me sentei em seu colo colocando uma perna em cada lado de seu corpo, sentindo seu membro muito mais fundo nessa posição.

Eu não sabia muito bem o que fazer, eu nunca fiz isso antes, estava um pouco perdida e sem jeito até sentir suas mãos em minha cintura me ajudando nos movimentos de sobe e desce.

Luan gemia meu nome de olhos fechados e aquilo me deixava ainda mais excitada o que me fez acelerar um pouco no ritmo, logo senti uma onda maior de prazer me invadir e involuntariamente diminuir um pouco os movimentos, ao perceber Luan abriu os olhos e sentou na cama comigo em seu enquanto eu me mexia lentamente.

Ele enfiou sua cabeça em meu pescoço e beijou me arrepiando profundamente. Logo senti meu corpo inteiro vibrar uma sensação jamais sentida antes se apossar do meu corpo. Eu havia chegado ao meu primeiro ápice. 

Eu estava ofegante e cansada, então Luan segurou minha cintura fortemente e me virou novamente me penetrando por alguns segundos até que ele também chegasse ao seu ápice. Luan estava ofegante com a cabeça em meu pescoço. Estávamos soados e completamente esgotados com essa noite maravilhosa.

Luan me deu um beijo no pescoço  e se ergueu saindo de mim, fazendo meu corpo inteiro estremecer com a sensação de não tê-lo mais em mim.

Luan: Já volto amor.~ Me deu um selinho e eu assenti.

Ele foi até o banheiro tirar a camisinha e já voltou vestido em uma cueca, eu então vesti minha calcinha e sua camisa. Trocamos o lençol da cama e nos deitámos, Luan colocou minha cabeça em seu peito e ficou fazendo carinho em mim.

Luan: Eu te amo!~ Sussurrou me dando um beijo na cabeça logo em seguida.

Jhúlia: Eu te amo mais!~ Falei beijando seu peito e o sentindo se arrepiar.

Ficamos mais um tempo sentindo a presença e o carinho um do outro até que o sono nos invadisse e dormirmos abraçados selando a melhor noite de nossas vidas.


Notas Finais


Sem comentários 🙈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...