História As Herdeiras - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arrow, Batman, Capitão América, Deadpool, Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Liga da Justiça, O Incrível Hulk, Os Vingadores (The Avengers), Percy Jackson & os Olimpianos, Superman, Thor
Personagens Afrodite, Alfred Pennyworth, Annabeth Chase, Anthony "Tony" Stark, Apollo, Artemis, Atena, Barbara Gordon, Barry Allen (Flash), Bianca di Angelo, Canário Negro, Carter Hall (Gavião Negro), Clarisse La Rue, Comissário James "Jim" Gordon, Connor Stoll, Coringa (Jack Napier), Darcy Lewis, Dick Grayson, Dionísio, Dr. Bruce Banner (Hulk), Fandral, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Felicity Smoak, Flash Thompson, Frigga, Hades, Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Hefesto, Heimdall, Hera (Juno), Hermes, James Buchanan "Bucky" Barnes, Jane Foster, Jason Grace, John Diggle, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kara Zor-El (Supergirl), Laurel Lance, Loki, Lucius Fox, Luke Castellan, Mary Jane Watson, Nico di Angelo, Odin, Pantera Negra (T'Challa), Pepper Potts, Percy Jackson, Perséfone, Personagens Originais, Peter Parker, Poseidon, Quentin Lance, Ray Palmer (Eléktron), Roy Harper (Arsenal), Sally Jackson, Sam Wilson (Falcão), Sharon Carter (Agente 13), Shiera Hall (Mulher-Gavião), Steve Rogers, Thalia Grace, Thea Queen, Thor, Tia May, Wade Willson (Deadpool), Will Solace, Zeus
Tags Deuses, Heróis
Exibições 83
Palavras 1.211
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 24 - Família


Fanfic / Fanfiction As Herdeiras - Capítulo 24 - Família

Era manhã em Gothan quase seis para ser exata, ali Alfred fazia o café junto a Harley enquanto os dois lunáticos fanáticos por verde simplesmente comiam um enorme pode de sorvete cada enquanto ouviam a loira cantar animada junto ao radio do mordomo. Desde que os palhaços se mudaram era assim, Bruce poderia não querer admitir já que eram seus ex-inimigos só que naquele lugar ele agora podia sentir-se em um ambiente alegre e acolhedor como a muito não era a mansão.

Outra grande mudança foi que a cozinha foi reformulada e uma enorme mesa foi posta para que todos pudessem fazer a refeição juntos. Aster ainda insistiu que até mesmo seu pai deveria cozinhar de vez em quando e ai se ele não cumprisse teria que ver sua princesinha ser olhar para a cara dele por dias até que ele passe uma semana fazendo o trabalho do Alfred.

- Bom dia – a voz grave do Wayne ecoou pela cozinha quando o mesmo sentou-se a mesa junto aos viciados no sorvete – Vocês não acham que faz mal para a saúde comer sorvete de flocos tão sedo assim?

- Não – responderam os dois juntos se encarando mortalmente para depois rir – Toca no verde.

Enquanto os dois patetas continuavam a tagarelar sobre falarem juntos, Arlequina terminar de por a mesa e sentar-se ao lado do seu Pudinzinho foi que elas chegara. Correndo com sua prima nas costas gargalhando estava Alethea, o sorriso que a loira tinha era expendido o que fez até mesmo Loki sorrir verdadeiramente. Para aqueles que a conheciam bem sabia que as dois quando juntas ficavam realmente feliz não aqueles meio sorrisos ou então até mesmo a fingida alegria que demostravam.

- Acho isso bonito jovem Ale e As – comentou Pennyworth – Vocês duas juntas é uma visão bem diferente de separadas.

- Não entendi

- Também não As e olha que eu não entender é bem estranho.

- Isso eu posso explicar – sorriu Bruce atraindo a atenção da filha e da sobrinha – Minha princesinha quando você esta só fica triste, quando esta com o Alfred mostra um pouco de felicidade e uma calma que não é de você, com os palhaços você passa a se divertir e movimentar mais, com o Luke junto seu sorriso é mais aberto só que com a Alethea você é você meu amor – então como fazia somente para aquelas duas mulheres de sua vida ele sorriu doce – É como se juntas vocês se completassem, uma sempre pela outra o amor que tem no coração de vocês chega a ser maior que até que irmãs, nunca vi duas pessoas tão unidas vocês gravitam em volta da outra. Já vi muita coisa, mas sou muito grato de ver que minha filha tenha uma prima tão maravilhosa que faria de tudo para ver minha pequena feliz.

- Mamãe também dizia isso da gente, ela fala que não tem um mundo onde eu fico longe da Aster e nem uma que ela se separe de mim, pois mesmo não sendo irmãs gêmeas o laço que compartilhamos é até mais forte do que se tivéssemos realmente vindas da mesma barriga.

- Acaba que eu fico apenas feliz e mais tranquila perto da Alethea, ela me acalma e me fortalece assim como eu faço com ela... Podemos ser da mesma família, mas eu sei que mesmo se não fossemos ainda sim iria atrás da minha puta de esquina até mesmo no Tártaro.

- Tinha que esculhambar o momento né – reclamou Loki – Um dia vou fazer vocês visitarem o psicólogo estão precisando.

- Eu posso fazer a consulta, era a psicóloga do Pudinzinho!

- Esquece vocês duas estão muito bem assim

Foi inevitável não rir da cara de desagrado do moreno que revirou os olhos para a loira que apenas deu de ombros não entendendo o que o mesmo queria dizer. Era visível ali naquele cômodo o quanto três vilões, duas deusas, um mordomo e um herói estavam em família e em perfeita harmonia.

No Olimpo observando tudo estava Hera sorrindo pelas suas amadas netas terem encontrado paz e amor para conseguir superar as diferenças e desmanchar as barreiras dos corações mais gelados e desconfiados que elas poderiam encontrar. Ali a deusa pode ver que se tratava de uma família assim como agora podia ver os Vingadores interagirem, o futuro de guerra entre os membros já era uma visão distante de Apolo preocupado com suas pequenas.

Hera estava contente, pois finalmente suas guerreiras estavam onde deveriam estar, mesmo que longe do Olimpo, mas isto não impedia que alguns dos deuses escapassem para vê-las. Mesmo com a forma diferente que eles tinham de demostrar amor ela sabia que era apenas implicância e ninguém nunca sequer colocara a mão nas duas (mesmo Zeus fazendo uma tempestade no copo d’água por causa de sua desconfiança). Agora suas pequenas tinham três famílias e esperava que em breve pudesse juntar para ser apenas uma única e maluca família.

- O que tanto pensa meu amor?

A loira em sua forma que apenas possuía perante suas pimpolhas sorriu ao marido. E pensar que até mesmo ali entre as divindades aquelas duas mudaram, seu mirado finalmente formara com si um laço inquebrável e ela sabia que nunca mais seria traída era isto que seus poderes indicavam. Olhando para os olhos azuis tempestuosos e vendo aos poucos seu corpo mudar assim como os cabelos que ficavam extremamente loiros.

- Observando nossas netinhas aprontando – sorriu compartilhando de um olhar cumplice com o deus dos raios – Elas podem não estar aqui, mas continuamos a usar esta mesma aparência.

- E a fazer a noite da pizza estre nos dois... Grande romantismo o delas em!

- Elas tinham apenas cinco anos querido e já eram duas preguinhas incontroláveis que armavam autos planos para verem nosso amor se tornar o que é hoje.

- Você esta certa querida... Só que fico um pouco triste que elas não estão aqui, eu sabia que Apolo não tinha feito nada a nenhuma das duas, mas elas fizeram de uma maneira que teriam que ser punidas só não imaginava que o plano seria exatamente este – o loiro fez um bico emburrado – Traidoras!

- Zeus você sabe que elas queriam conhecer os pais e que muitas coisas boas vieram para elas com isso.

- Mas elas me esqueceram Hera! Eu era o vovô o querido que sempre estava dando colo para as duas mesmo depois de velhas.

- Mesmo assim meu amor e elas não se esqueceram disso, venha vou contar sobre o que eu sei que Aster e Alethea sente em questão a falta que nos fazemos e principalmente você vovô coruja.

Os dois deuses sentaram-se nas escadas em meio ao circulo que compunham os tronos, era impossível não estar ali sem lembrar um pouco sobre elas. Enquanto Hera falava e Zeus ria das maluquices das suas pequenas e os amigos delas os outros deuses iam aos poucos chegando. A rainha do Olimpo observou cada um daqueles que ela passou a considerar de todo coração como filhos amados e sorriu, vendo que apesar de Alethea e Aster não extarem ainda sim a família que construíram continua ali por elas e para elas. Unida como um nunca seria sem a presença que iluminava completamente a existência daqueles seres imortais.


Notas Finais


Espero que tenham gostado e desculpem a demora é que eu estava doente, então sempre que demorar muito é por causa da minha saúde que não é muito boa.

Beijos e até

PS: Tive a ideia de fazer um grupo no Whats para manter quem quiser atualizado sobre as minhas fics quando vai sair, este tipo de coisa, então o que vocês acham?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...