História As Long As You Love Me - 3 temporada - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Percy Jackson & os Olimpianos
Exibições 12
Palavras 1.260
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Crossover, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AVISA QUE EU VOLTEI !

Conforme o prometido estamos cm a 3ª temporada de As long as you love NO AR!!!!

Espero demais que vocês curtam esse retorno, torço para quem o numero de leitores seja o mesmo sucesso que foi a 1ª temporada e que cheguem novos!

Amo vocês e deixem comentários.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Capítulo 1

Lizy Chase Jackson

- Droga Ben, agora moleque!

- Arghhh Lizy! O que você quer? - Ele me perguntou todo mal humorado.

- Temos aula! Vamos, é o último dia. Mamãe subirá em alguns minutos.

- Ok, já estou indo - Ponderou.

Ele mais parecia um zumbi, Ben sempre deu trabalho para acordar, desde criança. Mamãe sempre precisou acordá-lo, o nerdizinho. Não vejo a hora do fim de semana chegar, papai e eu vamos a um campeonato de surf enquanto mamãe e Ben vão a uma disputa de Grêmio Estudantil, um saco!

- Lizy onde está Ben? - mamãe perguntou quando eu sento à mesa.

- No banho. Bom dia papai! - digo enquanto ele entra em casa com pães e bolo.

- Olá Princesa, bom dia. - Ele beija o topo da minha cabeça e vai encontrar mamãe na cozinha. Esses dois vivem se pegando pela casa, que nojo!

- Parem com isso, eu estou bem aqui comendo!

- Bom dia família – Ben sonambulou até a mesa.

Ele podia até ser um gênio como a mamãe, mas a preguiça matinal era do papai.

- Ben, você está seguro do quanto sofrerá pressão psicológica esse fim de semana? - mamãe perguntou.

- Sim, mamãe, está tudo bem. Preciso apenas de um café bem quente e os deliciosos bolinhos da vovó Sally hoje e amanhã e, quem sabe, a vida inteira.

- Aqui estão – disse papai enquanto passava uma cesta repleta de bolinhos e pães de queijo para Ben e eu.

Papai e mamãe são incríveis, não importa quanto tempo passe eles são os melhores no que fazem e isso sempre nos inspirou. Papai é oceanógrafo e um surfista incrível já mamãe consegue desenhar qualquer projeto, às vezes acho que ela é tão esperta que pode desenhar até o que estamos pensando!

- Pai o campeonato tá chegando! - comentei nervosa.

- E você vai arrasar, não precisa ter medo. Eu e o vovó estaremos com você. Três gerações inteiras de surfistas! - Ele comemorou.

- Nós também! - Ben falou para a minha surpresa.

- Mais e a tal disputa do Grêmio estudantil?

- Ah, qual é? Você não me conhece? Vou derrotá-los em vinte minutos. - Ben me lançou um olhar sinistro e soberbo que eu reconhecia perfeitamente em mamãe. - Não perderia uma plateia inteira de meninas de biquíni por nada! E pra sua informação irmanzinha, eu não sou nerd, sou geek.

- Enorme diferença, pegador! - Zombei e nós rimos juntos.

Acabei de comer e subi pra pegar nossas mochilas, desci quase infartando de tanto correr e o molenga do Ben ainda tomava um suco. Esse moleque é mesmo um saco, mas eu amava ele com todas as minhas forças. Ben sempre foi meu melhor amigo, esteve presente ao meu lado em cada situação da minha vida afinal é meu irmão!

Joguei a mochila e como se tivesse u reflexo perfeito ele a agarrou sem olhar para trás.

- Tchau mãe e pai. - Falamos juntos.

- Tchau meus amores – mamãe respondeu.

- Tchau, se cuidem e haja o que houver protejam um ao outro. - Papai completou a fala da mamãe.

 

Chegamos a escola e Ben desapareceu logo em seguida, eu comecei o trajeto até minha sala de aula, mas antes resolvi dar uma passada na quadra, pois hoje era dia de festa no Colégio. Tudo estava muito agitado, era uma correria só! Nunca vi tanta gente assim no Colégio, todos estavam muito animados. Ao entrar no ginásio me arrependi imediatamente de não ter ido direto para a sala de aula. Kylie, a garota mais irritante do universo estava um pouco mais a frente com seu grupo de hienas, quer dizer, amigas. Essa garota me odiava, não tenho culpa de ter ganho os últimos campeonatos que participei.

- Olha quem chegou, a surfistinha de esgoto! - Ela debochou de mim e todas caíram na gargalhada.

Eu reuni todas as minhas forças para não partir a cara dela ao meio. Deixei-as rirem, dei uma olhada em volta, fiz a minha melhor cara de paisagem e sai de nariz empinado. Eu não ia deixar essa invejosa estragar o meu dia.

Continuei caminhando pelo corredor agitado do Colégio e me distrair ao ouvir a entonação perfeita de um acorde com um voz rouca e suave. Meu corpo não respondendo mais a minha ordem de continuar andando me fez parar em frente ao salão de musica e eu pude ver, pela porta entre aberta, o cara mais lindo do Colégio, Justin. Ele parecia um anjo, pena que nunca olhar para mim. Ele parece tão encantado e celestial, enquanto eu sou nada delicada, bem distraída e muito aventureira. Quem sabe algum dia eu teria a sorte de falar com ele.

Mergulhada nesse sonho ouvi o sino tocar e finalmente consegui chegar a minha sala. A aula começou um pouco atrasada, mas só por hoje. Nem haveria aula em si era mais um balanço anual da da turma inteira, alguns alunos ainda estavam entrando quando, ao tentar organizar todos os livros em minha mesa, eu acabei esbarrando em alguém bem maior que eu, tropecei nos meus próprios pés e cai por cima da cadeira derrubando todo o meu material escolar no chão.

O garoto em quem esbarrei era Max, um jogador de futebol brutamonte que nem se quer se desculpou ou me ajudou a recolher meus objetos, ainda esbravejou dizendo que a culpa era minha que não olhava por onde andava. Como eu não sou louca de discutir com um guarda-roupas tratei de me abaixar e comecei a resgatar minhas coisas do chão. De repente alguém que não me vendo abaixada tropeça em mim e se estatela bem ao meu lado no chão da sala.

A cara de dor nem chegava perto de deixá-lo feio, os raios do sol nem se comparava aquele par de olhos amarelados. Justin gemia de dor com uma das mãos nas costelas enquanto com a outra tentava se erguer.

- Tudo bem com você Lizy? - Meu coração parou de bater por dez segundos e em seguida bateu tão rápido quanto o de um alazão que vence a corrida.

Eu pairava em cima de Justin com cara de preocupada e pela maneira como ele me olhou ao abri os olhos eu deveria tá quase babando também. Ajudei-o a se levantar e finalmente recomposta conseguido falar.

- Oi Justin, me desculpe a culpa foi minha. Você está bem?

- Você ainda não respondeu a minha pergunta. - Ele falou um pouco marrento.

- Estou bem, afinal quem caiu foi você. - Ele riu e pareceu sem graça.

- Tudo bem eu to legal. Quer ajuda com os livros?

- Por favor!

- Então quer dizer que aconteceu tudo isso em apenas 10 minutos dentro da sala de aula? - ele me perguntou com ar de riso depois de eu ter explicado tudo que aconteceu.

- É foi isso mesmo. - Respondi encarando-o. Justin era maior que eu, tinha o corpo tão atlético quanto o meu, ou pelo menos é o que eu acho já que ele usa essas roupas um pouco largas. O sorriso era travesso e o olhar doce, a voz era elétrica e suave, sua gargalhada deveria ser tão fascinante quanto todo o resto, ele me olhava com a mesma intensidade e em nenhum momento desviou o olhar.

- Muito bem, a senhorita Jackson e o senhor Bieber podem tomar seus assentos agora?

- Claro – respondemos juntos e fomos para nossos respectivos lugares.

Meu dia tava só começando e eu já tinha amado ele.


Notas Finais


Gostaram???

NÃO ESQUEÇAM DE ME CONTAR!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...