História As Long As You Love Me - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Personagens Originais
Tags Faculdade, Justin Bieber, Romance
Exibições 241
Palavras 3.336
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


SENTA , SENTA
SARRA ,SARRA
MENINA TU VEM NA VARA
NÃO PARA ,NÃO PARA , NÃO PARA....

CHEGUEY

Seja bem vindos novos leitores seus lindos , seus gostosos. E muito obrigado pelos comentários eu LOVE YOU vocês e a @DrikaDrew

Boa leitura docinhos <3

Capítulo 41 - Companheira


  Não consegui dormir a noite inteira pensando no jeito que o Adrian agiu.

Uma pessoa pra se ter medo

Uma pessoa pra ser ter medo

Uma pessoa pra se ter medo.

  Se ele queria me assustar conseguiu e muito. Quando ele foi embora eu achei que tinha sido uma brincadeira e que os meninos estivessem envolvidos mas eu cai em si e vi que tudo o que aconteceu ontem foi real. Aquilo que aconteceu foi real e eu estou me sentindo culpada por ter acontecido

  Só percebi que já estava de manhã  quando ouvi  batidas fortes na minha cabeça e só depois fui descobrir que era a porta da sala sendo esmurrada pelo Justin.

  Levantei da cama ouvindo ele me chamar e bater na porta ao mesmo tempo. Certamente ele tocou a campainha e eu não ouvi.

  Abri a porta sem vontade nenhuma e Justin me olhou curioso.

Ele estava vestindo uma calça jeans rasgada no joelho.-Como sempre - Seu tênis branco da Nike e uma blusa preta que marcava os seus músculos. Seu cabelo estava perfeitamente alinhado para trás o que me fez pensar que ele se arruma mais que eu.

— O que aconteceu? Que cara é essa ? - Ele perguntou entrando no meu apartamento e fechando a porta.

— Nada. - Menti encostando as minhas costas na bancada. — Tudo bem se eu não for a faculdade hoje ?

— Louise... você andou chorando ? - Desviei o olhar. — Se você não estar se sentindo bem , tudo bem. - Respondeu por fim.

— Então tá. -Foi até ele e depositei um beijo em sua bochecha.

  Justin segurou o meu rosto me obrigando a olha-lo

— O que aconteceu? - Ele disse firme.

— Nada.Só estou com dor de cabeça , só isso.- disse me distanciando.

— Então eu vou ficar.

— Não. Você vai. - Disse o vendo cruzar os braços. — Justin é só uma dor de cabeça só isso. - disse tentando convencer-lo de que estou bem , sendo que não estou.

— Então.....tá. - Ele pegou a sua mochila que antes tinha colocado nó sofá. — Me liga se precisar.

— Ligo. - O empurrei até a porta.

— Bom dia. -Ele disse selando os nossos lábios.

  Um beijo calmo e singelo.Parecia que Justin estava com medo de tocar em mim.

— Bom dia. - disse por fim , fechando a porta atrás de mim e olhando para o meu apartamento.

 
Tenho que trocar a fechadura.

JUSTIN BIEBER P.O.V


Louise está estranha, seu rosto estava inchado e seu olhar , dava pra ver de longe o medo dela. Mas medo dê que? Decidi não forçar a barra uma hora ela vai ter que me contar. Mas saber quê não posso ajudar , isso é horrível.

E aquela briga com o Adrian , porra eu  nunca tinha visto ela daquele jeito. Por isso não reagi na hora , eu estava em choque e também queria ver no quê aquilo ia dar e no que o Adrian seria capaz de fazer. No fim o cuzão , perdeu e a minha namorada ganhou.

  Ri olhando para a rodovia movimentada. Não quero ir pra faculdade , queria ficar com a minha garota.

  Estacionei a mimosa. - carro -  no estacionamento da faculdade e ao longe vi Ryan ao celular encostado em sua mercedes.

  — Fala aí cuzão. - Disse vendo ele finalizar a ligação e sorri maroto.

— E aí. - Ryan respondeu. Fizemos o nosso toque e Ryan franziu o cenho. — Cadê a Louise ?

— Tá com dor de cabeça. E a Nathallie? - perguntei curioso porque aquela garota vive grudada no Ryan.

— Não vai vir hoje.- Ele cruzou os braços. — Justin , a gente precisa conversar você não acha ? - Não. Porra que mania chata do Ryan querer se meter na minha vida.

— Ryan eu  sei o que eu estou fazendo Ok ? - disse já começando a andar em direção ao pátio interno. Ele me acompanhou.

— Não , não sabe. Porra Justin pensa cara , você acha que se a Louise descobrir ela vai continuar com você ? - Bufei ao ouvir aquilo.

  Ryan e eu  somos amigos desde que me mudei para Los Angeles , sempre contamos um com o outro pra tudo. Mas ele é chato  pra porra !!

— Obrigado por me lembrar disso Ryan. - Zombei.

— De nada.

— Eu vou contar pra ela cara , só estou esperando o momento certo. Ela me ama , não vai se afastar de mim por causa disso. - Disse tentando parecer que eu tinha certeza disso sendo quê eu não tenho.

  A Louise é fraca , sensível. Ela não vai levar nisso numa boa. Mas eu prefiro acreditar que sim.

— Vai nessa. Ainda da tempo de pensar melhor Drew. - Ele disse dando tapinhas nas minhas costas.

  Ryan você tem que entender que quem entra só sai morto.

— Ué cadê as gatinhas ? - Chris perguntou assim que viu Ryan e eu se aproximar dos bancos em que Chaz e ele estavam sentados.

— A Louise está com dor de cabeça. - Chaz disse olhando no celular.

— Como você sabe ? - perguntei irritado.

  Já disse que não gosto dessa amizade deles ? Então , eu não gosto. Por que o Chaz já pegou ela é como eu namorar a Louise e três meses depois à considerar como irmã , não faz sentido.

— Ela acabou de me avisar. - Respondeu olhando pra mim.

  Joguei a minha mochila em cima da pequena  mesa de cimento e me sentei em um dos bancos.

— E a tagarela ? - Chris perguntou para Ryan que riu.

— Dormiu mais que a cama. - Respondeu dando de ombros.

— Isso significa que......? - Chaz perguntou brincalhão enquanto recebia um sorriso malícioso de todos nós.

— Que voltou a ser como nos velhos tempos. Pelo menos hoje. - Chris tirou uma carteira de cigarro pegando um maço e passando a carteira para mim enquanto Ryan fazia uma careta.

— Esqueiro ? - Chaz perguntou estendendo o mesmo.

— Claro.

  Faz um tempinho que eu não fumo e confesso já estava sentindo saudades.

   

NATHALLIE P.O.V

A meta de hoje era ficar na cama até mais tarde , mas a Louise me ligou com uma voz de choro o que me preocupou muito.

  O que dizer da Louise ? Ela é bem careta e insegura e isso me irrita pra caralho. Mas é divertida e companheira. Eu tive muita sorte ao conhecer ela.

Fiz a minha higiene matinal e como sempre estava olhando para o espelho tentando entender como eu engordei tanto!!!

  Coloquei um short preto desfiado, uma regata branca  e um tênis branco. Não estou  muito afim de me arrumar hoje não. Até porque eu não preciso de muito coisa pra ficar bonita.

[...]

— Vai pode começar. Brigou com o Justin ? - Perguntei vendo a minha amiga olhar para as mãos envergonhada.

  Louise e eu decidimos ir ao shopping ver algum filme. Na verdade eu decidi porque a mesma  estava super deprimida e cheia de cú doce. Então resolvi arrastar ela até aqui.

  Mas como vingança ela me fez ver um filme de terror que concerteza não vai me fazer dormir tão cedo.

  Agora estávamos na praça de alimentação, Olha eu juro pela santa Kim Kardashian que eu nunca tinha visto alguém comer tanto como essa mulher que está sentada na minha frente. E o pior é que essa vadia não engorda!!!! Como isso Deus ?

— Não. A gente não brigou. - Ela respondeu voltando o seu olhar pra mim. Apesar de eu ter tacado um quilo de base naquele rostinho era evidente que ela havia chorado e não dormido nada a noite.

— Então porque você está assim ? - Perguntei confusa.

  Louise olhou pro lado e em seguida para as mãos , foi quando eu vi uma lágrima escorrer pelo seu rosto.

Porra , lá se vai toda a maquiagem que eu meti nela.

— Ei ? não chora. - Disse me inclinando na mesa e erguendo o seu queixo. Louise limpou a lágrima com as costas das mãos toda desajeitada. — Não limpa assim. Desse jeito vai borrar a maquiagem toda.

— Nathallie. - Ela me olhou séria. — Eu , sua amiga. Sua melhor amiga , está chorando e você está preocupada com a maquiagem ? - Ela balançou o rosto em forma negativa.

— Tá foi mal. Me fala logo o que aconteceu.

— O Adrian me beijou.- Louise disse baixo e rápido.

— O que ? Louise eu não acredito. - Disse chocada.

  Nunca , tipo nunca mesmo , Eu imaginei uma traição no casal perfeito. E foi a Louise que cometeu não o Justin que seria o normal. Nunca imaginei que eu estaria viva pra ver isso. Justin Bieber chifrudo...

— Ou ? Eu não retribui o beijo não. - Ela disse me tranquilzando. — Ontem quando eu cheguei em casa o encontrei no meu quarto ele me disse coisas horríveis , me ameaçou e tudo. E eu acho que se ele não tivesse atendido aquele maldito telefone concerteza não seria apenas um beijo. - Ela disse com a voz já rouca devido a vontade de chorar

  Fui até ela e abracei. Louise me apertou enquanto dizia o quanto o Adrian era assustador.

  Eu queria lhe falar , lhe contar tudo.Eu prometi ao  Ryan que não ia me  envolver. Mas , a  minha amiga quase foi estrupada e eu não posso fazer nada. Isso dói.

Puxei a cadeiras e a coloquei do lado da de Louise. Peguei em suas mãos enquanto olhava em seu olhos.

— Você tem que  contar pro Justin.

— Ele ameaçou o meu pai sé eu contasse pra alguém. - Ela apertou mais as minhas mãos. — Por favor Nathallie , eu não sei no que o Adrian é capaz e nem sou louca de duvidar  . Não conta pra ninguém.

— Mas Louise...

— Pra. Ninguém.

— Ok , mas você tem que se afastar dele. Troca as fechaduras do seu apartamento e pelo amor de Deus pare de tentar descobrir qualquer coisa sobre ele. - Disse firme e ela assentiu.

[...]

Deixei Louise em casa e fui para a empresa.

— Nathallie é o site parou. - Toby meu assistente disse assim que entrou na minha sala.

  Eu trabalho com o marketing da empresa e com o site da empresa onde as revendedoras fazem os seus pedidos. Fico no mesmo andar que o Justin , porém estou acima dele o que me faz ir em sua sala todos os dias para dar ordens nele.Só pra zoar mesmo.

— Como assim o site parou ?! - Gritei sem necessidade alguma mas eu adoro colocar medo no coitado do Toby , que fica todo vermelho quando está nervoso.

  Se o site parar como as revendedoras vão fazer os seus pedidos ?

— Para manutenção mas ninguém do nosso setor está fazendo manutenção do site. - Ele disse e eu estretei os olhos.

— Tá. Pode sair , eu resolvo isso. - Disse sentando na minha cadeira. E vendo Toby sair pela linda , maravilhosa porta cor de rosa da minha sala.

  Depois que Toby saiu da minha sala eu peguei o elevador para o andar dos fodões dessa empresa. Os donos da SBS.

  Assim que sair do elevador andei apressadamente até a sala do meu pai , que ama chamar atenção igual a filha.

A sua porta dourada da pra ver da esquina. Eu estava já pronta pra abrir a porta quando a sua secretaria sem sal me chamou.

— Senhora o seu pai está ocupado. - Ela disse ajeitando os óculos.

— Foda-se. - Respondi vendo a mesma abrir a boca ofendida.

Empurrei a enorme porta , anunciando a minha chegada. O homem de meia idade de olhos azuis e cabelos grisalhos , que eu posso chamar de pai , Levantou o olhar do computador e me fitou.

— Essa foi a educação que eu te dei ? - perguntou cruzando as mãos na mesa.

  Fechei a porta e fui em direção a sua mesa.

— Óbvio que não. Você quase nunca ficava em casa. - Respondi. Adorava jogar na cara do Sr. Robert que ele nunca teve tempo pra mim o que é verdade.

— Vá direto ao ponto. O que está fazendo aqui ? - Ele mudou de assunto.

— O site saiu do ar. - Disse sentando na cadeira em frente a sua mesa. Peguei um dos caramelos que tinha em uma tigela em sua da sua mesa. Esperando ele falar alguma coisa , mas o meu pai riu.

— É , eu sei. Eu tirei do ar. - Robert respondeu indiferente a situação.

   O que ?

— Oi ?

— O design estava horrível. - Ele disse voltando a sua atenção para o computador.

Como assim ? A estampa de oncinha e as setas rosas estavam lindas ! Se  ele não fosse o meu pai já seria um homem morto.

— E você fez isso sem me avisar ?

— Fiz.

— Pai. Você tem noção de quantas revendedoras estão tentando acessar o site e não estão conseguindo ?! - Gritei levantando da cadeira e batendo a mão na mesa. Meu pai me olhou com repressão pelo ato.

— É só você fazer um design melhor , só isso.

— Isso demora sabia ? - passei a mão pelo cabelo.

— Problema seu , você que é a responsável pelo site. Eu quero isso pronto até semana que vem. - Ele respondeu e eu concordei com relutância.

— Pode pelos menos voltar com o site ? Até eu acabar com o design. - Perguntei

— Ok. O seu aniversário está chegando né. - Ele abriu um sorriso que me deixou surpresa.

  Meu pai , Robert Smith , lembrando do meu aniversário ? Milagre.

— Semana que vem. - Respondi. Vendo o meu pai tirar um cheque do seu talão e me dar.

— Só até 2.000 dólares. - Respondeu e eu peguei o cheque.

Ok eu estava feliz , mas não vou deixar ele ter esse gostinho.

— Thau. - Disse já me virando para ir embora.

— A sua mãe sente a sua falta. - Robert disse me fazendo revirar os olhos.

— Se ela sentisse mesmo não teria saído de casa pra viver com o segurança. - Respondi saindo da sala.

  A minha mãe Julia , teve um caso com o segurança. O meu pai descobriu e mandou ela escolher entre a gente ou a família e adivinha ela escolheu o negão gostoso do segurança

  O meu pai obviamente já não era aquelas coisas na cama , tadinho , mas fugi com o segurança já é demais. A gente ainda se fala mas nem tanto.

Tive uma pequena reunião com os funcionários que me ajudam com o marketing da SBS sobre o site e depois fui pra casa.

Dorme aqui hoje ? - Nathallie.

Mando uma mensagem para Ry assim que acabo de tomar banho.

Minutos depois a casa é consumida pela voz da Zara Larsson com a música I Would Like.

     I would like to get to know you baby
    Eu  gostaria de te conhecer, querido

   
     Like to get under your sexy body
   Gostaria de estar sob o seu corpo sexy

  

       I would like to get to know you baby
    Eu gostaria de te conhecer, querido

 

     Like to get under your sexy body
   Gostaria de estar sob o seu corpo sexy.

Balançava o meu quadril enquanto procurava algo para comer no armário que é alto.

  Meu celular vibrou na bancada e desci da pequena escada e peguei o mesmo.

Eu to com o Justin , vou passar em casa primeiro.- Marido gostoso.

  Já estou uma semana sem sexo. Uma semana ! O Ryan anda muito ocupado com  a mãe dele que está doente. E a gente só se vê na faculdade , isso já está me deixando nervosa.

Desliguei o som e liguei a tv , estava passando um documentário sobre modelos.

Acordei com uma voz gritando tudo quanto é palavrão. Me levantei do sofá e fui até a cozinha dá onde vinha o falatório.

—  Te acordei florzinha ? - Justin perguntou bebendo uma garrafinha de Heineken , que eu espero que não seja minha.

—  Eu disse pra ele falar baixo. - Ryan me abraçou por trás depositando um beijo no meu pescoço.

—  Não é minha né? - perguntei apontando para a garrafinha. Justin deu de ombros sentando em cima da bancada. —  Folgado.

  Ele ainda estava de terno e gravata , óbvio que não passou no apartamento ainda.

— Justin quando vai contar a ela ? - Fui direto ao ponto. Ryan bufou no meu pescoço.

  A gente já tinha conversado sobre isso e ele me fez prometer que eu não ia me meter mas depois do que aconteceu ontem com a Louise...

—  Que ? - Justin franziu o cenho.

—  Não faz de sonso ok ?

—  Amor , deixa pra lá. - Ryan disse.

—  Deixa nada. Justin a bixinha te ama e aposto que ela não te esconde nada. Isso não é justo com ela. - Falei cruzando os braços.

—  Relaxa Nah , eu vou contar pra ela. - Ele respondeu me fazendo revirar os olhos. —  Esteve com ela hoje ?

— Só pela parte da manhã , mas sei que ela não foi trabalhar e que passou o dia inteiro deitada na cama. - disse e Justin arregalou os olhos.

—  Eu já vou indo. - Justin disse descendo da bancada. —  Boa foda pra vocês. - Gritou antes de sair pela porta dos fundos.

  Bufei alto e Ryan me virou pra ele.

—  Eu disse pra não se meter Nathallie. - Disse sereno.

—  Mas eu me meti. A Louise é minha amiga e Eu não gosto de ver ela alheia a isso tudo que está acontecendo. - Respondi cruzando os braços.

—  O Justin não sabe o que está fazendo. - Balançou a cabeça negativamente. —  E aí como foi não empresa ?

—  Um saco o meu pai é um porre. - Disse e ele riu.

—  Quer relaxa ? - Ryan perguntou com um sorriso brincalhão.

—  Claro. - Respondi.

Ryan me pegou pela cintura e selou os nossos lábios. Às nossas línguas travavam uma guerra gostosa por  espaço. Ryan me pegou no colo e me pôs em cima da bancada.

  Tirei a sua blusa social enquanto seus olhos azuis pecorria todo o meu corpo.

  Mordi  o seu ombro enquanto ele desabotoava o meu short.

  —  Calma. - sussurrei em seu ouvido.

Entrelacei as minhas pernas em  sua cintura e tirava a minha blusa a jogando em algum canto da  cozinha.

O Ryan é muito carinhoso no sexo e isso me irrita. Por isso Eu sempre comando. Gosto dos selvagens.

O beijava enquanto arranha com força as suas costas quando o seu celular começou a tocar em cima da bancada.

—  Eu  tenho que atender.- Ele disse enquanto eu mordiscava a sua orelha. —  Pode ser a minha mãe, amor. - Bufei e o enpurrei de leve.

Ryan se afastou e pegou o celular do outro lado da bancada colocando o mesmo no ouvido.

—  Ah...oi mãe. Não , não estou ocupado. Já tô indo. - Ele disse me olhando.

  Velha chata , porque ela tem ligar logo agora ?

—  Tenho que ir. - ele disse meu dando uma selinho e vestindo a camisa.

  Mais uma semana sem sexo. Assim a Nahzinha não aguenta porra!


Notas Finais


Espero que vocês tenham entendido a Nahzinha(ppk da Nathallie ) #TadinhadaNahzinha. Adrian filha da puta gostoso!!!
Quero todo mundo usando a tag hem!!!!

Link da música que a Nathallie escutou = http://www.youtube.com/watch?v=GJqpG8DISg0&feature=youtube_gdata_player

Beijinhos e até mais ❤🌸


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...