História As long as you love me. - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Romace Festa
Visualizações 28
Palavras 1.054
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem os erros....

Capítulo 15 - What the fuck is that?


                         20:00 PM

                                         Brasil...

- não adianta, falar eu não lhe entendo!! - falei encarando aquela mulher que toma conta do apartamento do mike. 

A mulher fez sinal de levar alguma coisa pra boca, é ai eu entendi!! Ela está me chamando pra comer... amém estou com muita fome.

Sorri pra ela assentindo, a mesma sorriu é me chamou com a mão saindo do quarto segui ela, descemos as escadas é paramos na cozinha onde estava um prato ja preparado, a mesma me entregou um talher é puxou uma cadeira. 

Comi tudo aqueli era tudo muito estranho a comida o horário o calor! Lavei meu prato é fui pra sala aproveitei que mike tinha saído é resolvi pegar o telefone que tinha na sala, disco o número da minha mãe mais foi inútil... 

Droga... algumas lágrimas caíram no meu rosto, céus como eu estou perdida! Como eu me arrependo de não ter mandado minha mãe ligar pra merda da Polícia! Como eu sou curiosa é... que merda... eu quero minha casa minha mãe, minha vida de volta.

- está chorando? - estremeço ao ouvi a voz de mike, limpo meu rosto é nego subo o primeiro degrau mais o mesmo pegou delicadamente no meu pulso me parando. - porquê está chorando..? - perguntou me puxando me fazendo fica colada com seu peito.

- eu... s-sinto falta da minha mãe...- digo deixando algumas lágrimas caíram no meu rosto o mesmo as limpou é beijou meu rosto.- shii eu sei emy... mais logo vamos voltar...- estremeço... emy? Então ele sabe que sou Emily!? 

- v-você...- ele me calou com seus lábios junto aos meus.. senti falta dos lábios grosso dele, da sua mãos alisando minhas  costas enquanto me beija docemente. 

- você precisa descansar... suba é tome um banho é vesti algo confortável...- ele disse quebrando o beijo assenti aindo com lágrimas  em meu rosto, subo as escadas com um sorrisinho bobinho.

- finalmente...- sorri é me jogo na cama, olho pro terraço vendo a lua sorri mais ainda... me levantei é tomei um banho calmo vesti um shortinho branco soltinho com algumas bolinhas amarelas  (clarinhas) é uma blusa soltinha calço um chinelo preto é ajeito meu cabelo.. vou pro terraço é me sento fico observando as pessoas andarem, algumas dançando de um jeito entranho me fazendo solta umas risadinhas.

- gostou...? - um menino gritou então rindo baixinho.- então desce pra cá...- ele fez sinal me chamado. 

- não posso..- ele fez uma cara estranha então noto que ele não sabe falar minha língua. 

- com Quem está falando? - mike entra no quarto.

- ninguém... sabe que não falo essa língua. - falei é olho pra trás o vendo entra no banheiro. 

Olho pra baixo vendo que o menino ainda estava ali, logo mais chegaram alguns meninos é uma menina.. 

- oii!! Vêm pra cá...- a menina falou na minha língua. - infelizmente não posso... DESCULPA..- falei olhando pra ela que sorriu torto.

- tudo bem... você mora aqui..?

- não só estou passando alguns dias aqui..- falei é acho que ela traduzio pros meninos.- humm... qual é o seu nome?

- Emily!  É o seu? 

- lorena... bem Emily vamos no parque quem sabe depois nos vemos... - ela disse.

- ok ...- falei é eles foram embora... sorri sozinha entro no quarto é fecho a porta que dava acesso pro terraço, me sento na cama fico em silêncio olhando pro nada até que a porta do banheiro se abriu passando mike já vestido o mesmo sorriu de lado é passou reto indo pra porta ele fou MAIS em pouco tempo voltou com o celular. 

- Quem é Lorena...? - ele perguntou sentando ao meu lado.- uma menina que passava na rua me cumprimentou..- respondo me deitando. 

- humm.. é o que está achando daqui? - perguntou.- eu quero minha casa... minha mãe... eu não estava com o Justin porquê eu quis eu estav com ele porquê ele me confudio com a Amber...- falei com raiva.

- me conte tudo do começo.. quem sabe eu possa entender...- concordo.

- bem a minha mãe resolveu que queria nota nos EUA então viajamos é....

 Conto tudo pro mesmo que ouviu tudo em silêncio, depois que terminei ele não disse nada apenas saiu do quarto é não disse absolutamente nada. 

Esperei 3 minutos é nada 7 minutos é nada dele volta esperei 30 minutos e nada, Então resolvi dormi puxo o edredon branco e me cubro fecho os olhos é escuto o som do mar, bem de longe... aos poucos eu fui amolecendo é.... dormi...

JUSTIN BIEBER 

EUA 18:00 PM

- Se, eu soubesse onde ela está, obviamente eu não estaria nervoso atrás dele!!! Não é lox?! - gritei furioso querendo bater na cara dela é na de todo mundo que me encarava. 

- calma justin... ela sumiu uma vez.. ela pode aparece novamente...- Ryan disse  fazendo meu ódio aumenta. 

- eu sei que vamos encontra ela ou ela nos encontra mais a questão não é bem essa!!!! Aquele maldito filho da puta me amarrou é quase tivemos um traumatismo craniano por causa das pancadas na cabeça!! - digo fazendo meu peito subi é desce em um ritmo acelerado.

- onde você acha que ele pode ter a levado? - melissa perguntou é eu reviro os olhos. - caralho eu já disse que não tenho a mínima idéia!! - respondi batendo na mesa com força assustando as meninas. 

- Justin você já tentou o celular dela? - perguntou Chris enquanto digita no comutador.  - sim é está dando desligado..- digo bebendo mais meu whisky. 

- vou tentar procurar em todos os cantos...- ele disse é se levantou indo pra porta é saindo,  logo todos saíram fiz  o mesmo subi pro meu quarto é senti o feirinho mais delicado dela.

Vou pro closet a procura de uma roupa, assim que dou o último passo pra sair do quarto vejo uma bolsa preta de couro em cima de uma poltrona.

- Amber...? Isso dever ser seu não é querida...- falo é pego a bolsa largo a roupa que eu peguei na poltrona e vou pra cama com a bolsa na mão. 

Abri a bolsa é chacoalho a  mesma fazendo tudo que tinha dentro da bolsa cair na cama.. mais uma coisa me chamou a atenção...

-QUE PORRA É ESSA?

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...