História As long as you love me. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Romace Festa
Visualizações 20
Palavras 750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa os erro.. beijão 😘😘

Capítulo 7 - Fugi


Fanfic / Fanfiction As long as you love me. - Capítulo 7 - Fugi

       P.O.V EMILY.

quando eu parei de pensa um tempo eu percebi que já me encontrava sem minha blusa,justin distribuía beijos pelo meu pescoço descendo pela minha barriga.

- j-justin..eu acho melhor paramos.- falei reenprendendo um gemido.- porque você tá me negando desde que você? - perguntou sério me encarando. 

Merda...

- n-Não to fazendo isso querido..eu tô apenas tentando me acostumar com tudo.- falo ele me fitou é não disse nada ele volta a me beija mais logo para quando soa um barulho.. era uma sirene.- porra.- ele disse olhando pelo vidro do carro.- anda se vesti.- disse-me e pulou pro banco da frente procuro minha blusa é minha jaqueta de couro visto é pulo pro banco do passageira. 

Justin andava a 100km isso me deixava um pouco tensa mais nada de mais,até porque eu acabei de "ganha" um racha né, saio dos meus devaneios com  gritos de justin.

- AMBER!! tá dormido porra.- gritou balanço a cabeça negando. - vê no porta luvas a minha arma é se de merda... já sabes oque fazer. - disse firme, pego a arma com as mãos trêmulas.

Graças a Deus não aconteceu nada pra mim atira.. ele parou de correr mais quando já estavamos perto do condomínio.. assim que chegamos desço primeiro do carro sendo  acompanhada por ele, entro na mansão não vendo ninguém. 

- cadê todo mundo? - pergunto.

-  foram pra uma boate, to muito cansado pra ir.- disse é me puxou pela cintura subindo as escadas. 

                                                     2:00 AM

São duas da manhã quando o  de justin tocou ele atendeu lá fora, fui até a porta tenta escutar mais eu só ouvi cochichos volto correndo quando ele ia abri a porta.

- Amber.. vou precisar dá uma saída logo volto.. não saía da mansão. - disse por fim, ele entrou no closet e logo saio vestindo um casaco.- se cuida. - ele disse me beijando apenas fiquei calada. 

Quando ele saio limpei minha boca, é dei um pulo da cama com uma idéia que eu tive..: esse eo momento certo pra mim fugiiii.

Corro até o closet dele. Pego uma calça jeans preta dele é um casaco pego uma touca, depois de pronta me olho no espelho é caramba.

- eu tô parecendo um menino.- falei pra mim mesma, saio do quarto com minha bolsa na mão desço com cuidado.

Merda.

Têm os seguranças. Já sei eu vou pular no quintal do vizinho aqui do lado é depois eu saio correndo.

Fui até a parte de trás da mansão, merda é muito alto pra mim... olho pros lados vejo uma pequana cabana vou ate lá vendo um monte de coisa de jardinagem é obviamente tinha uma escada lá pego a escada pra minha sorte ela não era pesada,arrasto ela até o arbusto mais próximo aprumo ela lá é subi olhei primeiro pro outro quintal pra vê se não tinha nem um cachorro quando vi que a área tava limpa pulei.. mais acho que pulei em cima de alguém. 

- Aii, filho da puta.- era uma voz grossa, sim era um homem é obviamente ele pensou que eu fosse um ladrão.- meu Deus, c-calma moço. - falo me levantado, meu Deus eu acho que nunca vi tanto menino bonito em poucos dias como eu to vendo agora.

- Amber? Você não tinham morrido no acidente.- outro que conhece essa tal de Amber. - desculpa oque? - falo ficando um pouco nervosa pela hora.- eita, vai me dizer que não se lembra mais do seu ex-ficante. - puta merda, tá ele é um puta de um gostosa ele têm um sorriso grande é seus cabelos são em um topete meio bagunçado. ( A/ ele é o maravilhoso camaron dallas.) Prefeito. 

- ãh! Claro mais eu agora preciso ir, tchau. - digo é saio correndo feito uma louca. Agradeci milhões de vezes pela frente da casa dele não ter portão  é nen segurança. 

Saio correndo pelo condomínio a fora á cada carro que pasaava eu me escondia, já fazia um bom tempo que eu tava correndo paro de correr quando de longe avisto a BR é as lojas.

AMÉM. 

me sento no meio fio da calça é fico ali pesando em ligar pra minha mãe, abro minha bolsa pregando meu celular desbloqueio o mesmo é disco o número da minha mãe.. merda só têm 3% de bateria. 

Congelei quando um carro parou na minha frente,  eu acho que ate esqueci de respira, tomo coragem é olho pra cima.

- ia fugir denovo...

                                contínua......

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...