História This is my real life - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 11
Palavras 481
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Memórias... Onde estão?


Fanfic / Fanfiction This is my real life - Capítulo 7 - Memórias... Onde estão?

Claro que eu não ia estar numa cidade destas sem visitar as suas maiores atraçoes. Os dias foram passando, e todos os dias eu tentava visitar pelo menos uma atracão, como o Big Ben, London Eye, a Torre de Londres, o Palácio de Buckingham, entre outros. Mas claro que também fui ver Madame Tussauds Museum, era algo que não podia faltar! Pelo caminho ia sEmpre procurando em cafés, restaurantes, lojas de roupa, centros de emprego, alguma coisa que desse algum dinheiro, ate que consegui um como empregada de mesa, no restaurante de um hotel mesmo no centro da cidade. A sorte estava do meu lado, tinha onde morar, onde trabalhar, o que comer e o que vestir, não me podia queixar.

Já estava a trabalhar ha alguns meses, Consegui comprar algumas coisas para casa, e até um telemóvel melhor, já tinha feito alguns amigos no trabalho, o que era bom, pois sempre vivi sozinha, isolada do mundo real, não sabia o que era conviver com alguém da minha idade. Ter saído de casa foi a melhor coisa que fiz sem sombra de dúvidas. 

Um dia no trabalho, vi uma cena que me tocou muito. Um menino com a sua mãe a almoçar tranquilamente, quando de repente chegou um homem, com um uniforme da marinha chegou perto deles, e quando ambos olharam para o homem, os seus olhos encheram-se de lágrimas e os três abraçaram-se. A minha colega Sophia explicou que aquela mulher e o seu filho iam ali almoçar todas as quartas, e que o marido já estava no mar há meses, e o barco em que foram tinha afundado e ninguém sabia que tinha escapado e quem tinha afundado juntamente com o barco, não tinham recebido noticias dele e cada dia iam perdendo cada vez mais a esperança de ele estar vivo e poderem voltar a vê-lo. Aquilo foi um belo reencontro, eu ate chorei um pouco, mas limpei logo as lágrimas, não queria que me vissem chorar. Aquilo fez-me imaginar como seria se minha mãe após estes anos todos, afinal estava viva e voltava a minha procura. Como e que ela seria? Será que a ia reconhecer? Gostava tanto de ter memorias dela, memoria nossas... Mas não, tudo tinha desaparecido, fotos, videos, desenhos, e como tinha apenas um ano quando ela morreu, não me lembrava de nada.

No fim do dia decidi ligar para casa, já que não dei noticias desde que tinha ido embora. Quem atendeu foi a minha tia Filipa, que desatou a chorar e a perguntar como eu estava e onde eu estava, implorando para que voltasse para casa. Eu disse que estava bem, que tinha onde ficar e que ate já tinha arranjado trabalho, mas que não podia dizer onde estava com medo que me levassem de volta, eu não queria voltar, eu ia fazer primeiro o que sempre quiz, eu ia dar a volta ao mundo. 


Notas Finais


Deixem o vosso feedback, ajuda muito a saber se estão a gostar da história até agora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...