História As paixões de July - Capítulo 12


Escrita por: ~

Visualizações 39
Palavras 548
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - XII


Fanfic / Fanfiction As paixões de July - Capítulo 12 - XII

Cheguei casa já final de tarde, larguei na bancada algumas compras que havia feito e fui tomar um banho, estava cansada, pensei em colocar um pijama, o que eu realmente fiz, estava terminando de arrumar meus cabelos (crespos) quando tocou a campainha, sai correndo do quarto para atender a porta achando que Wilson havia esquecido a chave. Ao abrir a porta tomei um grande susto, ali parado com sua “boca cheia de dentes” como eu costumava dizer quando ele sorria. Eduardo (Edu), filho do meu “padrinho” no Brasil. Sem pensar me pendurei em seu pescoço e o envolvi com minhas pernas em sua cintura. Ele entrou e fechou aporta com o pé.  Me jogou em cima do sofá e começou a me morder. Estava tão feliz de vê-lo. Só não sabia o que ele estava fazendo ali, na “minha casa”, como podia ele saber que eu morava ali. Foi quando ele me perguntou:

-O tio Wilson não está? (Tudo agora. Tudo mesmo faz sentido. Já sei como e quais motivos de eu estar aqui.)

-Então, ele não chegou ainda. Na verdade cheguei a pouco também!

-Eu sei já estive aqui 3 vezes... Mas vamos aproveitar que o tio não está e vamos para o seu quarto...

-Está bem, vai arrumando tudo lá que vou pegar algo para comermos e bebermos.

Cheguei no quarto com as coisas e tudo já estava pronto. Ele deitado na cama como fazíamos no Brasil, os travesseiros arrumados de uma maneira que fossemos ficar confortáveis, pois ficaríamos horas ali, comendo porcarias (salgadinhos) e bebendo (sucos ou refrigerantes) e maratonando séries...

-Vou dormir com você!

-Dorme sim, você ainda ronca? Não quero ter que te virar de lado...

-Fico acordado a noite toda para você descansar se for preciso! Quero cuidar de você como fazia lá! Senti falta de você, sua vaca louca!

-Eu também demônio!

Enquanto assistíamos tv colocávamos assuntos em dia! Inclusive alguns que eu queria esquecer...

-O Jefinho perguntou por você, se já estava namorando aqui, como não sabia disse que não.

-Edu, por favor, para que tocar neste assunto? O Jeferson é passado.

-Eu sei, mas ele não te esqueceu.

-Eu já, e realmente não quero lembrar deste período, ele fez a escolha dele. Eu fiz a minha.

-Ok, se é para tocarmos em assuntos delicados... O que aconteceu com seu namoro com o Pablo? Já estava quase me convidando para ser madrinha e descubro que terminaram...

-Agora Juju, eu não vou tocar no assunto, ou melhor, vou sim, o que o Jefinho fez com você, eu fiz para o Pablo, mas eu estava com ciúmes e acabei me envolvendo com o Marcelo, lembra dele?

-Claro aquele trouxa que se achava mais que os outros. O que deu na sua cabeça! Você tem problemas!

-Mas o Pablo e eu já estamos nos falando pelo menos! Enquanto você não esquece.

Neste momento Wilson entra, e eu agradeço, pois assunto iria acabar.

Edu correu para abraçar o tio que não demonstrou surpresa ao enxergar o sobrinho. Abraçaram-se e fomos para sala conversar.

Saímos para jantar comida japonesa, nossa preferida (Edu e eu). Voltamos e fomos dormir. Que vontade de ficar conversando, beliscando e abraçando aquela criatura que dividiu sua família comigo por quase dez anos. Éramos quase irmãos.

Dormi olhando para seu rosto. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...